Tequila Baby: show de comemoração dos 20 anos da banda!

Resenha - Tequila Baby (Bar Opinião, 20/12/2014)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rudson Xaulin
Enviar correções  |  Ver Acessos

Não é todo dia que uma banda pode dizer que completou 20 anos de estrada. Chegar a esse marco e ainda poder desfrutar de um público fiel, é realmente um mérito para poucos... E foi com uma grande festa e uma enorme celebração ao punk rock, que a TEQUILA BABY subiu ao palco do Bar Opinião ontem, dia 20 de dezembro. A banda arrasta os velhos "tequileiros" em qualquer lugar que passe, isso todo mundo já sabe, mas consegue ainda colocar um publico jovem em seus shows. A renovação dos seguidores da banda mostra que a música sempre consegue sobrepor-se ao tempo e aos desvios que cada um faz em suas vidas. Estavam lá para a grande festa, não somente aqueles que um dia tomaram vinho tinto na calçada, como também uma jovem menina, que segurava com muito cuidado um fichário, contento fotos e matérias sobre seus ídolos.

Felipe Andreoli: "Se você quiser se arriscar a ligar para o ex-cantor do Angra..."Megadeth: a canção que Dave Mustaine menos gosta

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Pontualmente como anunciado a banda subiu ao palco às 20h30min e o simples passar de cada integrante a frente de todos já deixava o público em euforia, logo isso anunciava que a noite prometia. Sem decepcionar e para colocar todo mundo pra pular, JAMES ANDREW fez as honras e um clássico absoluto ecoou para abrir os trabalhos, era 51 e mais ninguém ali ficou parado. Na sequência, uma das melhores músicas da banda, MELHOR DO QUE VOCÊ PENSA, cantada em uníssono por todos e mostrando ainda mais como a TEQUILA BABY fez história, participou e participa da vida de tantas pessoas com canções que marcaram época.

Depois foi a vez de PLANOS PERFEITOS. Com uma disposição invejável, a banda seguia agitando com o público o tempo inteiro, destaque para JAMES ANDREW, que mais parece um menino quando está com seu "brinquedo" nas mãos. A energia do guitarrista e como ele não consegue parar um minuto se quer, mostra para muitos como um grande músico se comporta, mesmo quando alcança grandes feitos, ele faz de cada show, único, e da tudo de si o tempo inteiro. A TEQUILA BABY havia feito dois shows na mesma noite no dia anterior, mesmo assim o vocalista DUDA CALVIN repetia versos como todo mundo queria ouvir: Voz rasgada, o drive natural que possui e os berros que cada canção pede, tudo estava lá. Em algum ponto da história da banda, a pauta sobre "dedicação, respeito ao público e empenho", foi revisada diversas vezes.

Quando DUDA CALVIN pronuncia ao microfone o nome da próxima canção, do mesmo jeito de sempre, sorrateiro e falando rápido, lá vinha BALADA SANGRENTA. Assim que foi anunciada pelo vocalista a roda punk logo se formou, energia pura, punk rock de verdade! O primeiro cover da noite, para a surpresa de alguns, veio de uma grande influencia de JAMES ANDREW, o NIRVANA. A banda mandou muito bem em sua versão de SMELLS LIKE TEEN SPIRIT e o Opinião inteiro cantou junto, claro. DUDA CALVIN se mostrou eficiente e versátil para a versão e RAFAEL HECK mostrou uma precisão absurda, digna do áudio original de NEVERMIND.

A primeira canção do ultimo disco a aparecer no set list foi SÁBADO A NOITE, nada mais propicio para a ocasião. Mesmo sendo uma faixa mais recente, lá ia o público junto com a banda, verso a verso e a empolgação que a música pede em seu refrão, também aparecia, era mesmo uma grande festa de sábado à noite. Depois outro grande hit radiofônico do grupo, MENINA LINDA, que deu trabalho para que DUDA CALVIN não fosse abafado pelo público em euforia.

A banda seguia despejando música atrás de música. Também tivemos espaço para CHOVENDO CORAÇÕES PELA CIDADE e claro, VELHAS FOTOS, hino do punk rock e destaque sempre nos shows da banda. Não foi diferente, o Opinião pulsava e o público enlouquecia com cada verso, cada acorde, cada pedaço de VELHAS FOTOS é sempre um ponto alto em um show da TEQUILA BABY. Outra grande influência da banda, o THE OFFSPRING, foi lembrado com mais um belo cover, desta vez para THE KIDS AREN'T ALRIGHT e mais uma vez o público saciou-se de outra pancada do punk rock, clássico absoluto!

Falando em clássico, NEGUE apareceu e como sempre a dupla DUDA CALVIN e JAMES ANDREW fez um pequeno dueto, entre guitarra e voz, antes que a banda entre com tudo e traga NEGUE de volta ao agito do punk. Depois disso a banda fez uma pequena pausa no show, tempo para o alegre baixista GASPARETO colocar um gorro de Natal no vocalista DUDA CALVIN, fazendo a plateia rir da situação. O entrosamento da banda mostra que mesmo fora do palco, todo mundo ali se da bem e é muito bacana ver GASPARETO, antes um simplório e leal fã da banda, hoje dividindo o palco com seus grandes ídolos, e ainda ser tratado como da família. Talvez seja aquele topete que tenha encantado os integrantes da banda...

Depois a banda ainda anunciou que no próximo ano uma linha de tênis exclusiva do grupo vai ser disponibilizada no mercado e isso agradou o publico. DUDA CALVIN também comentou do retorno de bandas do rock gaúcho para o festival PLANETA ATLANTIDA, também agradeceu a todos os integrantes da banda pelas duas décadas de estrada, sem esquecer ex-membros e toda a equipe que acompanhou a banda nesses anos de muito rock n' roll. A produção trouxe para o palco um bolo de aniversario, as velas de 20 anos enfeitavam o agrado e o público cantou "Feliz Aniversario" para a banda, recebendo o agradecimento do grupo. Nesse momento que o palco e seus adereços ficaram bem visíveis e o novo apelo visual chama a atenção. Bandeira de fundo amarela com o logo da banda em comemoração aos 20 anos de estrada, giroflex vermelhos e muita fita de segurança para todo lado. Não se esquecendo do "Caveirinha", pequenino mascote do grupo que fica em cima das caixas de som, e ainda, dançando o tempo todo!

Voltando pra música, como diria DUDA CALVIN, tivemos espaço para BEM VINDO A SUA GERAÇAO, seguida por mais um cover e logo depois de ALELUIA. Também tivemos outra faixa do ultimo disco, e que já caiu no gosto do publico, MULHER PROBLEMA, que já virou até tema de camisetas da banda, agitou muito, mas SEXO H.C seria ainda mais explosiva, e essa sequência de músicas agitadas, foi responsável pela formação de rodas punk por todo canto do Opinião. Depois mais um cover, desta vez do GREEN DAY, e assim vimos ecoar por lá BASKET CASE, para delírio da massa punk que não parou de pular e cantar junto com a banda por um minuto se quer.

Mais uma pequena pausa, e agora para um pedido de casamento em cima do palco. DUDA CALVIN abençoou o novato casal, perguntou duas vezes para a menina se ela tinha (mesmo) certeza que ia dizer sim, e para alegria do pretendente, foi positivo. Os pombinhos ainda puderam ficar em cima do palco e de presente puderam escolher uma música, e assim MINHA MENINA foi a representante da união rocker que surgiu naquela noite... Depois outro clássico, a vitrine que mostrou a TEQUILA BABY para uma nação inteira, SEXO, ALGEMAS E CINTA-LIGA.

Depois quem ganhou espaço foi o novo single do grupo, QUAL É A GRAÇA ENTAO? PAZ, AMOR E COMPREENSAO? Que já tem até vídeo clipe e até agora, é o ultimo trabalho inédito disponibilizado há poucos meses pela banda... Depois a pequena MEL, filha de DUDA CALVIN, subiu no palco para apresentar SANGUE, OURO E PÓLVORA, pedrada nos ouvidos e brincadeiras da banda em cima do palco.

JAMES ANDREW, que já havia feito um mosh no meio do público, pegou uma camiseta de uma pessoa da plateia e começou a dizer que se não fossem "aqueles caras" daquela camiseta, nenhuma daquelas pessoas estaria no Opinião naquela noite, e sem "aqueles caras", a TEQUILA BABY não existiria, e claro, que ele estava falando de RAMONES, maior influencia da banda. Assim tivemos BLIZKRIEG BOP e a roda punk ficou tão pulsante como um grande coração. O chão do Opinião tremia e ali era nítido o que um show de punk rock, o que os RAMONES e o que a TEQUILA BABY representa para muitas pessoas. Final de show de uma das maiores bandas do Rio Grande Do Sul e com certeza, um ícone punk do Brasil.

A TEQUILA BABY saiu ovacionada pelo público, e mesmo a banda comemorando 20 anos de estrada, mesmo a banda sendo o único foco a ser presenteado por essas duas décadas de pura devoção ao rock n' roll, foi o público quem ganhou um presente: Um grande show e uma banda que nunca se vendeu, nunca se entrega e segue firme tentando fazer o cenário do rock n' roll continuar respirando como merece! A TEQUILA BABY deve sim ser aplaudida por estar a tanto tempo na estrada, merece todo respeito e credito que tem e que muitos anos de punk rock venham pela frente, até onde o 1, 2, 3, 4 nos permitir... Parabéns!

TEQUILA BABY é:
DUDA CALVIN - Vocal
JAMES ANDREW & WILL - Guitarras
RODRIGO GASPARETO - Baixo
RAFAEL HECK - Bateria




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Tequila Baby"


Felipe Andreoli: Se você quiser se arriscar a ligar para o ex-cantor do Angra...Felipe Andreoli
"Se você quiser se arriscar a ligar para o ex-cantor do Angra..."

Megadeth: a canção que Dave Mustaine menos gostaMegadeth
A canção que Dave Mustaine menos gosta


Sobre Rudson Xaulin

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adGoo336