Cavalera Conspiracy: Um grande show em Porto Alegre

Resenha - Cavalera Conspiracy (Bar Opinião, Porto Alegre, 14/09/2014)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Guilherme Dias
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

















A banda dos irmãos Max e Iggor Cavalera, o CAVALERA CONSPIRACY esteve em Porto Alegre e detonou o bar Opinião com muita brutalidade sonora.O thrash metal foi o que esteve presente na noite. A abertura ficou por conta da CAPADOCIA, banda do ABC Paulista que vem tocando seguidamente com o CAVALERA CONSPIRACY.

Fotos por: Liny Oliveira
facebook/photoslinyoliveira

Baffo Neto (VOCAL/ GUITARRA), lembrou da última presença dos irmãos Cavalera juntos em Porto Alegre, em turnê com os Ramones no ano de 1994. O CAPADOCIA foi muito respeitado pelos gaúchos. A banda, que está junta desde 2011, recebeu bastante atenção do público, que os apoiou durante todos os quarenta minutos de show. Músicas como "Standing Still" e "Stay Awake" proporcionaram um grande momento para quem já estava presente no local. Palmer de Maria (BATERIA), Marcio Garcia (GUITARRA) e Gustavo Tognetti (BAIXO) completam a banda, que ganhou os fãs do thrash metal quando tocaram "Blackened" do Metallica, logo após "Lord of Chaos".

Com a casa praticamente lotada, os pequenos minutos de atraso pareceram uma eternidade para os fãs que estavam lá para ver Max e Iggor juntos novamente. As 21 horas e 20 minutos era a vez do CAVALERA CONSPIRACY começar o seu grande show. "Inflikted" abriu a apresentação, que contou também com "Warlord" e "Torture" no seu início. O público não precisou nem pedir as velhas músicas do Sepultura, pois logo em seguida a banda apresentou um medley com "Beneath the Remains", "Desperate Cry" e "Troops of Doom".

Max Cavalera estava com o público em suas mãos. Qualquer pedido para gritarem, para fazerem roda na pista e para cantarem junto era atendido pelos fãs. O frontman estava nitidamente emocionado com a força de seus fãs. Tony Campos (BAIXO) e Marc Rizzo (GUITARRA) estavam nos cantos do palco, batendo cabeça e sendo muito participativos no palco.

Do disco de estreia da banda "Inflikted", eles ainda tocaram "Sanctuary", "Terrorize" e "The Doom of All Fires". Do projeto Nailbomb, apareceu no set-list "Wasting Away".

Iggor Cavalera (no fundo do palco), maltratou a sua bateria que tomou muita porrada de suas baquetas. A sua força e a sua técnica foram impressionantes durante todo o show. Os bumbos incansáveis de Iggor ficarão na cabeça de todos que estavam no show durante muito tempo ainda.

Do novo disco que será lançado pelos irmãos Cavalera, a banda tocou "Babylonian Pandemonium" (na qual, Max interagiu bastante com o público no final) e "Bonzai Kamikaze", que foram muito bem aceitas pelos gaúchos. Max Cavalera apresentou o seu filho, com o pedido para todos chamarem junto, gritando "CAR@!%* RITCHIE", que foi muito bem atendido. Ritchie cantou "Black Ark" junto da sua família.

Em português, Max chamou a "Guerra para o território", deixando a pista rodando com "Territory". "Inner self" e "Attitude" fecharam mais um bloco de Sepultura, antes da despedida, que ocorreu em seguida com "Roots Bloody Roots". Juntos, na frente do palco, Max e Iggor se despediram dos gaúchos, que esperam um retorno da banda para essa terra, mas que leve muito menos do que 20 anos dessa vez.

Set-list completo:
Inflikted
Warlord
Torture
Beneath The Remains/ Desperate Cry/ Troops of Doom (Sepultura)
Sanctuary
Terrorize
The Doom Of All Fires
Wasting Away (Nailbomb)
Babylonian Pandemonium
Arise/ Dead Embryonic Cells (Sepultura)
Killing Inside
Refuse/ Resist (Sepultura)
Territory (Sepultura)
Black Ark
Bonzai Kamikaze
Inner Self (Sepultura)
Attitude (Sepultura)
Roots Bloody Roots (Sepultura)


Outras resenhas de Cavalera Conspiracy (Bar Opinião, Porto Alegre, 14/09/2014)

null



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Cavalera Conspiracy"Todas as matérias sobre "Sepultura"Todas as matérias sobre "Capadocia"


Sepultura: Andreas Kisser usará guitarra com cores do movimento LGBT no Rock in RioEm 02/09/1993: Sepultura lançava o clássico "Chaos A.D."

Sepultura: novo álbum já tem nome, diz Andreas KisserSepultura
Novo álbum já tem nome, diz Andreas Kisser

Petbrick: ouça novo single de projeto experimental de Iggor Cavalera

Max Cavalera: ele não entende como o Slayer consegue pensar em se aposentarMax Cavalera
Ele não entende como o Slayer consegue pensar em se aposentar

Sepultura: veja entrevista de Andreas Kisser no programa CMCHRodz Online: Sepultura vs Max Cavalera (vídeo)

Sepultura: banda já está gravando sucessor de Machine MessiahSepultura
Banda já está gravando sucessor de "Machine Messiah"

Collectors Room: os 50 anos de Max Cavalera (vídeo)

Phil Anselmo: Max Cavalera sobe ao palco para uma canjaPhil Anselmo
Max Cavalera sobe ao palco para uma canja

Petbrick: projeto experimental de Iggor Cavalera anuncia novo álbum

Max Cavalera: as drogas e desatinos do período com o SepulturaMax Cavalera
As drogas e desatinos do período com o Sepultura

Andreas Kisser: tocar com o 'Big Four' foi incrívelAndreas Kisser
"tocar com o 'Big Four' foi incrível"

Sepultura: Derrick Green agora é um músico profissionalSepultura
Derrick Green agora é um músico profissional


Planno D: 10 coisas que irritam metaleiros (vídeo)Planno D
10 coisas que irritam metaleiros (vídeo)

Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?Slash
Por que ele usa óculos escuros o tempo todo?

Duff McKagan: se arrependendo de Duff Beer dos SimpsonsDuff McKagan
Se arrependendo de Duff Beer dos Simpsons

Pink Floyd: The Wall é uma obra de arte conceitualSlayer: a trágica e não revelada história do fim de Jeff HannemanPantera: banda esteve próxima de se reunir, diz Rex BrownWindir: a morte mais Black Metal da história do gênero

Sobre Guilherme Dias

Fanático por heavy metal e hard rock desde os 12 anos de idade. Coleciona CDs e LPs, principalmente do Helloween e seus derivados. Colabora com o site desde 2013. Nasceu em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul.

Mais matérias de Guilherme Dias no Whiplash.Net.