Lacuna Coil: Uma boa e animadora apresentação no Rio de Janeiro

Resenha - Lacuna Coil (Circo Voador, Rio de Janeiro, 11/05/2014)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Marcelo Prudente
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Não é novidade, tampouco segredo, que o Brasil é rota obrigatória das bandas internacionais, ou seja, o que não falta são nomes dos mais diversos estilos dando o ar da graça nos palcos brasileiros, e é nessa entoada que os aficionados pelo 'lado negro da música' se veem em um oasis sem fim com grandes nomes aportando e encontrando calorosa acolhida em palcos brasileiros.

Lacuna Coil: veja clipe de nova música, "Reckless"Heavy Metal: o Diabo e personagens bíblicas nas capas

E é sob a batuta dessa cartilha que os italianos do Lacuna Coil trouxeram seu heavy gótico ao país, reservando para a perna brasileira três datas nas cidades de Curitiba (09); São Paulo (10) e Rio de Janeiro (11), para divulgação de seu mais recente registro de estúdio, 'Broken Crown Halo'.

Em sua segunda passagem pela cidade do Rio de Janeiro, a banda provou que, apesar dos contratempos ocorridos no ano passado e a saída de dois importantes membros, os músicos estão unidos e com muito gás para fazer uma boa e animadora apresentação.

Os italianos desfilaram, em uma hora e quarenta minutos de show algumas de suas melhores peças, dosando com sabedoria material contemporâneo e temas antigos que têm lugar cativo em suas apresentações.

Dito isso, é certo afirmar que canções como "Trip the Darkness", "Die & Rise", "Intoxicated", "Kill the Light", "Zombies", encontraram sinergia perfeita dentre as canções já consagradas como "Swamped", "Heaven's a Lie", "Fragile", "Spellbound", com público interagindo e respondendo a cada movimento da bela e simpática 'frontwoman', Cristina Scabbia - completa a banda Ferro (vocal); Marco Emanuele Biazzi (guitarra); Ryan Blake Folden (bateria) e Marco Coti Zelati (baixo).

Embora a casa - Circo Voador - tivesse longe de sua lotação máxima para apresentação de uma banda com o respaldo do Lacuna Coil, a noite do último domingo foi positiva a todos que prestigiaram a última apresentação dos italianos em solo brasileiro, perdendo pontos apenas pela oscilação na qualidade de som em dados momentos do show e pela ausência de temas dos dois primeiros álbuns 'In a Reverie' e 'Unleashed Memories', respectivamente,

O Lacuna Coil é uma banda que consegue marcar a cada lançamento de estúdio e apresentação ao vivo pontos positivos, o que a faz ser uma das mais consagradas no estilo que propõe seguir, marcando de forma auspiciosa, onde quer que esteja, seus seguidores, ou seja, cumpre de forma digna a atribuição base de sua arte que é entreter.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Lacuna Coil"


Lacuna Coil: veja clipe de nova música, "Reckless"Lacuna Coil: vocalista dá detalhes sobre o próximo álbum "Black Anima"

Lacuna Coil: Cristina Scabbia fala sobre como é ser uma mulher numa banda de metalLacuna Coil
Cristina Scabbia fala sobre como é ser uma mulher numa banda de metal

Lacuna Coil: vocalistas assistem covers gravados por fãs; veja reaçõesLacuna Coil: para Andrea Ferro, cair na estrada continua divertidoLacuna Coil: veja clipe de nova música, "Layers of Time"Lacuna Coil: ouça nova música, "Layers of Time"Lacuna Coil: banda revela a capa do novo álbum, Black AnimaLacuna Coil: revelada a capa do novo álbum "Black Anima"

Metalhead: as mulheres mais sexys do Heavy MetalMetalhead
As mulheres mais sexys do Heavy Metal

Lacuna Coil: O metal ainda é dominado por homens, diz Cristina ScabbiaLacuna Coil
"O metal ainda é dominado por homens", diz Cristina Scabbia

Lacuna Coil: após polêmica, músico pede desculpa a brasileirosLacuna Coil
Após polêmica, músico pede desculpa a brasileiros


Heavy Metal: o Diabo e personagens bíblicas nas capasHeavy Metal
O Diabo e personagens bíblicas nas capas

Guns N' Roses: a versão de Axl Rose sobre a separaçãoGuns N' Roses
A versão de Axl Rose sobre a separação

Separados no nascimento: Alice Cooper e Emerson FittipaldiSeparados no nascimento
Alice Cooper e Emerson Fittipaldi

Two and a Half Men: Participações de astros do rockGuitar World: os 100 piores solos de guitarra da históriaMotorhead: Lemmy poderia ter sido um professor de históriaMetal Hammer: presentes de Natal para agradar metalheads

Sobre Marcelo Prudente

Marcelo Prudente, 28 anos, nascido em Volta Redonda/Rio de Janeiro. É profissional da área de Comunicação, trabalha com Publicidade e Jornalismo. Começou a tomar gosto pela música quando criança por influência dos pais e tio. Louco pela carreira do velho madman, Ozzy Osbourne. Curte também Iron Maiden, Kiss, Rammstein, Rob Zombie, Alice Cooper, etc. E já perdeu a conta dos bons shows que já assistiu e dos ótimos discos que tem. Para mais informação: http://rockonstage.blogspot.com/. Long live to Rock n' Roll.

Mais matérias de Marcelo Prudente no Whiplash.Net.

adGooILQ