Morbid Angel: resenha e galeria de fotos do show em Porto Alegre

Resenha - Morbid Angel (Opinião, Porto Alegre, 21/05/2013)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Zé Henrique
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Pela primeira vez a MORBID ANGEL aportou em terras gaúchas, para o delírio dos fãs que esperaram por muito tempo para assistir esta que é a banda mais influente e idolatrada pelos apreciadores do Death Metal. A abertura ficou por conta da excelente banda gaúcha IN TORMENT, com 16 anos de estrada e com uma grande bagagem inclusive com turnês internacionais.

I Am Morbid: show de São Paulo é canceladoU2: as 10 melhores músicas de todos os tempos da banda

Morbid Angel - Lenda do Death Metal arrasa em Porto Alegre

Fotos por Liny Rocks (https://www.facebook.com/photoslinyrocks)

A escolha não poderia ter sido melhor, pois é uma das melhores bandas nacionais do estilo, com agressividade e muita técnica executada pelos músicos Alex Zucchi (vocal), Alexandre Graessler (guitarra), Rafael Giovanoli (guitarra), Bruno Fogaça (baixo), e Dio (bateria). Destaques no set list seriam difíceis de apontar, pois as músicas de padrão elevado são muito homogêneas entre elas , mas destacamos a "Into Abyssal Landscapes", registrada em vídeo recentemente.

Após um intervalo de 30 minutos, precisamente às 20h45min a lenda MORBID ANGEL sobe ao palco para delírio dos presentes. Iniciaram com uma trinca de clássicos: "Immortal Rites" do mais que clássico disco de estréia Altars of Madness (1989), "Fall from Grace" do "Blessed are the Sick" (1991) e "Rapture" a abertura do disco "Covenant" (1993).

Ao final desta, David Vincent (vocal), se comunica pela primeira vez com o público, com um sorriso de satisfação, aprovando a reação da platéia e as rodas insanas que haviam se formado na pista. O que mais impressiona no desempenho de David Vincent (vocal), Trey Azagthoth (guitarra), Destructhor (guitarra) e Tim Yeung (bateria), este com a difícil tarefa de substituir o mestre Pete Sandoval, é que, em meio a brutalidade das composições , a destacada técnica de cada um dos instrumentistas.

Com um set list que apresentou músicas de quase toda a discografia da banda, foram se seguindo "Maze Of Torment", "Existo Vulgoré", do polêmico e controverso último lançamento da banda "Illud Divinum Insanus" (2011). Outros destaques foram "Lord of All Fevers and Plagues " e "Chapel of Ghouls", nesta inclusive Vincent a anunciou dizendo que, quem não conhecesse a letra, provavelmente estava em um lugar errado.

Após um curto solo de Azagthoth, o show foi se encaminhando para o final, com "Dawn of the Angry", e "Where the Slime Lives" do "Domination" (1995). Interessante a inclusão de "Bil Ur Sag" única música do "Formulas Fatal to the Flesh" (1998) , da fase em que David Vincent esteve afastado do MORBID ANGEL. Finalizando o set, duas do "Covenant", "God Of Emptyness" e "World Of Shit".

Após um excelente show, o MORBID ANGEL deixa o palco ovacionado pelos presentes. Um set de pouco mais de uma hora, porém com muita intensidade, deixando a todos satisfeitos. Grande apresentação dos mestres do Death Metal.


Outras resenhas de Morbid Angel (Opinião, Porto Alegre, 21/05/2013)

Morbid Angel: resenha e fotos de Porto Alegre no All That Metal




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Morbid Angel"Todas as matérias sobre "In Torment"


I Am Morbid: show de São Paulo é canceladoMorbid Angel: anunciada turnê pelos EUA ao lado de Watain e Incantation

Morbid Angel: Somos death metal, não um pop cu d'água, diz TuckerMorbid Angel
Somos death metal, não um pop cu d'água, diz Tucker

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1991Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1991

Rock e Metal: os dez maiores Deuses dos RiffsRock e Metal
Os dez maiores Deuses dos Riffs


U2: as 10 melhores músicas de todos os tempos da bandaU2
As 10 melhores músicas de todos os tempos da banda

Homossexualidade: 5 nomes da cena rock/metal que assumiramHomossexualidade
5 nomes da cena rock/metal que assumiram

Keith Richards: colocando Justin Bieber em seu devido lugarKeith Richards
Colocando Justin Bieber em seu devido lugar

Separados no nascimento: Dave Mustaine e Mika HakkinenRoadrunner: os dez melhores vídeo-clipes da gravadoraGlenn Hughes: ele ama o Brasil pelas pessoas, comida e futebolMurp: A menininha true do America's Got Talent

Sobre Zé Henrique

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.