Europe: Confira como foi o show em São Paulo

Resenha - Europe (A Seringueira, São Paulo, 23/09/2012)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por João Paulo de Matos Mota
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

O público Hard Rock da capital paulistana marcou grande presença no início da noite deste Domingo, 23 de Setembro, para ver de perto a segunda passagem pelo Brasil da banda Sueca Europe, em um show que marcou também a comemoração de 27 anos da Rádio & TV Corsário, que como toda grande festa não poderia deixar de ter presentes ilustres convidados do cenário do Rock e Metal Nacional.

Oito razões pra dormir com um bateristaPunk: 10 músicos que são mais ricos do que você pensa

Com uma presença bem maior do público do que foi a primeira passagem da banda pelo Brasil em 2010, a imensa fila que se formava ao lado de fora foi a principal responsável pelo atraso do início do espetáculo. A segurança da casa foi bem rígida durante a revista, o que de certa forma atrapalhou um pouco e portanto a produção do espetáculo preferiu atrasar o espetáculo para que ninguém perdesse nada da grande festa.

Casa lotada e tudo pronto para as 20h45 o Europe formando por Joey Tempest (vocais), John Norum (guitarra), John Levén (baixo), Mic Michaeli (teclado) e Ian Haugland (bateria) ir para o palco arrebentando ao som de Richies to Rag. Com um som impecável era nítido ver a empolgação de Joey diante do público brasileiro, o que fez o vocalista não parar um segundo sequer, com uma alucinante performance de palco correndo de um lado para outro.

Após a sequência das três primeiras músicas do mais recente álbum da banda Bag of Bones (que inclusive foram tocadas na mesma sequência do álbum), Joey parou para conversar um pouco com o público através de algumas frases escritas em português que estavam fixadas ao lado do setlist no palco. Joey aproveitou para enrolar no pescoço uma bandeira Brasileira que lhe foi jogada ao palco e na sequência emendaram o primeiro grande hit dos anos 80 - Superstitious.

Antes da balada New Love in Town, Joey empunhando seu violão tocou uma breve música e inusitada música em homenagem a cidade de São Paulo. Apesar das ótimas composições dos novos álbuns, indiscutivelmente os pontos altos do show foram realmente os grandes sucessos da década de 80 e bastou soar as primeiras notas de Carrie para o publico delirar, afinal foi sem duvida nenhuma umas das canções mais entoadas em uníssono por todos presentes, algo realmente arrepiante!

Quando soaram as primeiras notas de Rock the Night, o refrão entoado pelos fãs levou a banda a estender por um bom tempo a introdução para contemplar o que eles estavam vendo, algo que, como costumo dizer, somente mesmo o Hard Rock consegue levar para as arenas! Era o prelúdio do fim do primeiro ato.

Não demorou muito para a banda voltar ao som de Last Look at Eden, e como não podia deixar de ser fechando com chave de ouro com a clássica The Final Countdown que fez toda a casa pular e vibrar ao efeito de muitas luzes que traziam o público presente a fazer parte do show a cada refrão e decididamente um presente enorme para comemorar a grande festa em homenagem a Rádio & TV Corsário.

Para setlist completo e galeria exclusiva de fotos, acesse:
http://www.rockexpress.net.br/2012/09/25/europe-em-sao-paulo...


Outras resenhas de Europe (A Seringueira, São Paulo, 23/09/2012)

Europe: um grande espetáculo em São PauloEurope: apresentação cheia de energia e qualidade em SP




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Europe"


Europe: uma releitura mal feita de The Final CountdownEurope
Uma releitura mal feita de "The Final Countdown"

The Final Countdown: segunda pior música dos anos 80The Final Countdown
Segunda pior música dos anos 80

Top 20: discos recentes de bandas clássicas tão bons quanto os antigosTop 20
Discos recentes de bandas clássicas tão bons quanto os antigos


Oito razões pra dormir com um bateristaOito razões pra dormir com um baterista
Oito razões pra dormir com um baterista

Punk: 10 músicos que são mais ricos do que você pensaPunk
10 músicos que são mais ricos do que você pensa

Legião Urbana: a versão de Renato Rocha sobre a sua saídaLegião Urbana
A versão de Renato Rocha sobre a sua saída

Oito razões pra dormir com um bateristaPunk: 10 músicos que são mais ricos do que você pensaMetallica: banda faz batucada durante show - veja vídeoDream Theater: "Foi embora de vez, para sempre", diz Mangini sobre Portnoy

Sobre João Paulo de Matos Mota

Nascido em São Paulo no ano de 83 e fanático por Heavy Metal desde os 12 anos, atualmente se diverte cantando na banda Masterkey, fazendo parte da equipe do site Rock Express e conduzindo o podcast Rock Express Cast.

Mais matérias de João Paulo de Matos Mota no Whiplash.Net.