Robert Plant: um ídolo como ele não dá pra perder

Resenha - Robert Plant (Sunflower River Blues and Gospel Festival, 11/08/2012)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Carlos "Maozinha" Gomes
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Conversando com um casal de americanos na cidade de Jackson-Mississippi onde moro, comentei que estava indo para New Orleans no "House of Blues" ver uma banda cover do Led Zeppelin chamada Zoso. Era a segunda vez que iria ver essa banda ao vivo, eles são muito bons. Para os nascidos depois de 1980, que não puderam ver o original, eles quebram um BAITA galho.

2337 acessosLed Zeppelin: Dando peso ao trailer de Thor Ragnarok5000 acessosPagando mico: 10 maneiras de ser expulso ou humilhado em um show

Pois bem, o cara me informou que ninguém menos que Robert Plant estaria tocando no Mississippi em Agosto. Provavelmente em Clarksdale, berço do Delta Blues. Iniciei minhas pesquisas e bingo. O CARA vai estar lá. Tocando com sua The Sensational Shape Shifters no Sunflower River Blues and Gospel Festival. E o mais incrível: DE GRAÇA.

Não sou fanático pelo Zeppelin e nem pelo Plant, mas como disse o usuário Fernando Tyler na matéria do Jorge Junior no dia 24/07/12 aqui no whiplash.net: "Fãs do Led Zeppelin, não irão perder o seu tempo. Robert Plant dormindo no palco, valeria cada centavo do ingresso." De graça então!

Mas vamos ao Show.

Robert Plant provou em Clarksdale, que é um dos mestre quando o assunto é Blues. Numa noite de céu estrelado, a estrela maior do festival pisou no pequeno palco ao lado do Delta Blues Museum às 10:15, quinze minutos antes do previsto.
Ainda com alguns trejeitos dos anos 70, sua presença de palco prende toda a atenção da plateia sem ofuscar seus músicos. Mesmo cedendo lugar no Main Stage para seus companheiros de banda, sua áurea ainda impera aos olhos público. Durante o Show ele comentou sobre sua relação com o Delta e com músicos da região, incluindo muitos do Tennesse.

Para demonstrar essa relação, Plant tocou duas músicas de Howlin” Wolf: “44″ e “Spoonful” e ainda uma de John Mayall “I'm Your Witchdoctor.”

Mas o ponto alto do show sem dúvida foram as execuções de clássicos do Led Zeppelin. Músicas do terceiro álbum da banda:“Friends,” “The Bron-Yr-Aur Stomp” “Gallows Pole.”
Uma versão bastante alternativa de “Black Dog” e um Medley de “Who Do You Love,(BO DIDDLEY)” “Whole Lotta Love,” “Steal Away(AL KOOPER)” e “Bury My Body.(AL KOOPER)”

Após o Show, ovacionado pelos presentes, Robert Plant recebeu um Award pela sua dedicação ao Festival, que esse ano completou 25 anos.

Para mim, que não "era" fã de Led e Plant fica a dica. NÃO PERCAM! Vale muito a pena. Claro que temos a questão do valor exorbitante de ingresso no Brasil. Mas se você é fã, o CARA tá ai, inteiro. Sua voz ainda ecoa de maneira convincente. Os músicos da banda são excelentes, virtuosos diga-se de passagem.

E ver um Ídolo do calibre de Robert Plant cantado perfeitamente aos 63 anos de idade, não dá pra perder.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube
5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Steve VaiSteve Vai
A música que o fez querer ser guitarrista

2337 acessosLed Zeppelin: Dando peso ao trailer de Thor Ragnarok687 acessosEduarda Henklein: tocando e cantando "Immigrant Song" do Led1149 acessosDinamarca: garotinha de 10 anos ganha programa tocando Led e RATM0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Led Zeppelin"

Led ZeppelinLed Zeppelin
Page explica o porquê de não haver um "Vol. V"

Zakk WyldeZakk Wylde
"Quem quiser carreira longa, que imite Jimmy Page"

Músicas RuinsMúsicas Ruins
Blog elege piores de grandes bandas do Rock/Metal

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 20 de agosto de 2012

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Led Zeppelin"

Pagando micoPagando mico
10 maneiras de ser humilhado em um show

SlayerSlayer
Araya fala sobre fé e sua relação com o cristianismo

Novas caras do metalNovas caras do metal
40 bandas que você precisa conhecer

5000 acessosRonnie James Dio: "Ozzy não canta como eu, Gillan ou Rob"5000 acessosCafé com Ócio: 15 melhores discos do Metal Nacional - 2000 a 20105000 acessosRock Brasileiro: uma lista das 10 maiores bandas3775 acessosMetallica x Reverend: a oração que ambas bandas usaram em letra5000 acessosKiss: quando eles resolveram abandonar a maquiagem5000 acessosJason Newsted: o que ele achou do "Hardwired" e do trabalho de Trujillo?

Sobre Carlos "Maozinha" Gomes

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online