Angra: apresentação brilhante no palco do Anime Friends

Resenha - Angra (Anime Friends, São Paulo, 16/07/2010)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Márcio Alexsandro Pacheco
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

A banda Angra, formada em 1991 é uma das mais importantes e consagradas bandas do cenário heavy metal brasileiro, e nesses quase 20 anos de carreira já passou por muitos altos e baixos. Com a sua formação atual composta por Edu Falaschi nos vocais, Kiko Loureiro e Rafael Bittencourt nas guitarras, Felipe Andreoli no baixo e Ricardo Confessori na bateria (que voltou após a saída de Aquiles Priester para se dedicar ao Hangar), o grupo se apresentou nesta sexta-feira (16) para o público do Anime Friends 2010.

1210 acessosAngra: discografia de volta ao Spotify5000 acessosMotorhead: Lemmy e o direito de morrer como quiser

Após algumas complicações de 2006 pra cá, muitos temiam por um novo “renascimento” (o segundo já, depois da saída de André Matos da banda), mas exceto pela troca de bateristas, a banda se manteve a mesma. Às 19h a banda subiu no palco principal do Anime Friends para agitar a galera que estava pra lá de animada e ansiosa esperando pelo início.

E falando no público, ele era bem eclético, os fãs mais fervorosos da banda ficaram nas primeiras fileiras e mais ao fundo muita gente que estava no evento e aproveitou para dar uma passadinha até ao show. E não pense que só os fãs agitavam, todo mundo estava empolgado e aplaudindo. Jovens, cabeludos metaleiros, garotas, homens, mulheres e até pessoas de cosplay (pessoas fantasiadas de personagens de animes, mangás e outros) compunham o que certamente foi a plateia mais variada que o Angra já teve em sua carreira.

Para quem esperava alguma música nova de seu novo álbum anunciado “Aqua” infelizmente não teve nenhuma surpresa (apesar do vocalista falar da nova “Arising Thunder”), mas a banda tocou um curto, mas variado repertório, com sucessos antigos e mais atuais. Edu Falaschi no meio do show até mandou um recado para o apresentador Rafinha Bastos. Mostrando que o grupo voltou para ficar, todos os integrantes demonstraram grande entrosamento e harmonia no palco, espalhando para longe fantasmas de uma possível separação. Edu Falaschi estavam em uma noite bem inspirada, cantando muito e alcançando notas altíssimas (inclusive em "Nothing to Say"), em uma performance memorável que certamente ficará gravada na memória dos fãs. O vocalista entrou no palco cantando “Carry On”, hit que foi uma verdadeira paulada na testa da massa heavy metal logo de cara, seguida pela também sensacional “Nova Era”, em uma grande abertura.

Confessori que voltou às baquetas do Angra também demonstrou um grande desempenho tocando as músicas dos álbuns em que não participou originalmente. Não só ele como os guitarristas e o baixista demonstraram muita garra e animação no palco, dava para ver claramente que todos estavam se divertindo tocando no palco do Anime Friends. Nem parece que há pouco tempo atrás a banda quase acabou. Quase.

Músicas como “Silence and Distance”, do álbum “Holy Land” e “Angels Cry”, do álbum homônimo, foram tocadas e cantadas com performances vibrantes e com muito feeling, contagiando a todos que assistiam, que pulavam e gritavam o tempo todo em plena satisfação. Certamente havia marmanjos chorando de alegria por lá.

E o show contou ainda com mais canções antigas, como a inesperada “Lisbon”, do álbum Fireworks, em uma grande interpretação de Edu Falaschi nos vocais da música originalmente cantada por André Matos, que foi seguida pela mais recente e pesada “The Course of Nature”, do último álbum “Aurora Consurgens”, que foi muito bem recebida pela plateia.

“Acid Rain”, grande sucesso do álbum “Rebirth”, manteve a galera agitada, com o potente vocal melódico de Falaschi em sintonia com os solos de guitarras vibrantes da dupla Kiko Loureiro e Rafael Bittencourt, que demonstravam muita afinidade no palco. Tivemos também a recente e pesada “The Voice Commandind You”, seguida pela mais calma e linda “Rebirth”, que foi acompanhada por muitas vozes entusiasmadas dos fãs. O mega hit “Nothing to Say” veio na sequencia, recebida com muito entusiasmo pela plateia e muito bem interpretada por Edu Falashi, que se empenhou em atingir as notas mais altas.

“Nothing to Say” terminou a primeira parte do show, com a galera pedindo bis. Berros desesperados de “Pegasus Fantasy”, o tema do anime Cavaleiros do Zodíaco gravado por Edu Falaschi, podiam ser ouvidos em alto e bom som, nos fazendo lembrar que ainda estávamos no Anime Friends. Porém na volta ao palco para o bis a banda tocou “Spread Your Life”, do álbum “Temple Of Shadows”, o que com certeza nçao deixou ninguém triste, nem mesmo os fãs de animes (ok, talvez eles).

Mas em meio a tantos pedidos, Edu Falaschi começa uma acapella da música “Pegasus Fantasy”, fazendo a felicidade dos fãs de animes, que cantavam junto em um coro lindíssimo, para em seguida a banda começar a tocar a música em uma grande performance, e fechando com chave de ouro (para os fãs de anime) o show no Anime Friends 2010.

Encerrando, se você tinha alguma dúvida em relação ao Angra, pode esquecer. O grupo fez uma apresentação brilhante no palco do Anime Friends, demonstrando muito comprometimento e respeito para com os fãs, e encantando a todos com uma performance profissional e de muita afinidade entre os músicos, e com uma grande performance de Edu Falaschi. Foi um ótimo aperitivo do que ainda está por vir, e quem estava lá certamente não vai esquecer.

Set List

- Unfinished Allegro
- Carry On
- Nova Era
- Waiting Silence
- Silence and Distance
- Angels Cry
- Lisbon
- The Course of Nature
- Acid Rain
- The Voice Commanding You
- Rebirth
- Nothing to Say
- Deus le Volt!
- Spread of Fire
- Pegasus Fantasy

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

AngraAngra
Veja Rafael "ensinando" Valverde a tocar bateria

1210 acessosAngra: discografia de volta ao Spotify1351 acessosAngra e Hangar: Fábio Laguna conta como entrou nas bandas2490 acessosAngra: "reunião" durante aniversário de Paulo Baron, veja vídeo670 acessosBruno Sa: comenta a morte de Paul O'Neill e relembra audição1116 acessosAquiles Priester: No lugar onde montou a sua primeira bateria0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Angra"

Andre MatosAndre Matos
Assista vídeo de Carry On com Van Canto no WOA

AngraAngra
Banda errou na escolha de Fabio Lione?

MotivaçãoMotivação
10 músicas de metal que melhorarão sua auto-estima

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Angra"

MotorheadMotorhead
Lemmy e o direito de morrer como quiser

Guns N RosesGuns N' Roses
Slash e DJ Ashba, as semelhanças

Kurt CobainKurt Cobain
Filha presta tocante homenagem ao pai, que faria 50 anos hoje

5000 acessosNa cadeia: astros do rock que foram enjaulados5000 acessosHeavy Metal: nove ótimas músicas suaves do gênero5000 acessosRamones: Coração Envenenado - Uma bomba-relógio5000 acessosCourtney Love narra intimidades com Cobain5000 acessosMichael Kiske: "Weikath se virou contra mim e queria Andi"5000 acessosMegadeth: tocar com Kiko e Adler é como um grupo de 4 rockstars

Sobre Márcio Alexsandro Pacheco

Sou jornalista residente na cidade de Curitiba. Adoro filmes, cinema, seriados, desenhos, livros, quadrinhos, videogames e claro, música. Sou grande fã do Hard Rock, em especial da banda Bon Jovi, mas obviamente curto outras bandas e estilos musicais, como Guns N´ Roses, Skid Row, Aerosmith, Ramones, Metallica, Nirvana, AC/DC, Ozzy Osbourne, Scorpions, Iron Maiden, Nightwish entre várias outras. Tenho uma namorada linda que também é jornalista. Tento ouvir de tudo um pouco, sem me prender a estilos ou rótulos. Comecei a colaborar com o Whiplash por juntar duas das minhas paixões: a música e o jornalismo. Frase: "What a great f***ing day for rock n´ roll!"

Mais matérias de Márcio Alexsandro Pacheco no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online