Metallica: resenha e fotos de show na Polônia

Resenha - Metallica (Chorzow, Polônia, 28/05/2008)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Mariana Rezende Goulart, Fonte: Sleaze Roxx, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Leia a seguir trechos de uma resenha feita para o site Sleaze Roxx, sobre um show esgotado em Chorzow, Polônia em 28 de maio, que contou com o METALLICA como headliner (as bandas de abertura foram MNEMIC e MACHINE HEAD).

4549 acessosMetallica: Lars Ulrich lamenta a morte de Chester Bennington5000 acessosLemmy Kilmister: "Estou pronto para morrer. Minha vida foi boa"

O METALLICA está em forma perfeita. Muitas pessoas dizem que o tempo deles já passou, mas eu presenciei uma banda que dá o seu melhor pra fazer um ótimo show. O baterista Lars Ulrich mantém a batida perfeitamente, o guitarrista Kirk Hammett sola como um verdadeiro profissional e o "monstro do baixo", Rob Trujillo tocava como um louco. Ele toca baixo poderosamente usando seus dedos ao invés de palheta. O efeito é incrível e ele é um grande baixista.

São todos incríveis, mas o rei do palco foi James Hetfield, um super frontman. Além de ter uma voz como de um dragão, ele interage com o público perfeitamente. Entre as canções ele sempre falava com o fãs. Desnecessário dizer que todos amaram cada momento disso.

O set list consistiu basicamente de material clássico do METALLICA. A maioria das músicas vinha dos álbuns dos anos 80, '...And Justice For All' e 'Master Of Puppets'. O público parecia saber cada palavra de cada canção. Foi de tirar o fôlego ouvir 60.000 pessoas cantando 'Master Of Puppets' ou 'Sanitarium'.

Durante as músicas mais lentas, como 'Nothing Else Matters', era possível ver uma multidão de isqueiros e celulares no ar (como já esperado nesse tipo de momento dos shows). Houve apenas uma canção da era 'Load/Reload', a 'Devil's Dance'. A banda também não tocou material do controverso álbum 'St. Anger'.

Um dos destaques do show era a pirotecnia. Em certo ponto, enquanto tocavam 'One', o palco literalmente entrou em erupção com chamas e explosões. Pessoas que estavam próximas do palco, relataram que sentiram o calor nos rostos!

METALLICA tocou por aproximadamente duas horas. Tivemos um bis de três músicas, fechando com 'Seek And Destroy'. Depois que tudo acabou, eles agradeceram à platéia e prometeram voltar logo para o nosso pequeno país (todos eles dizem isso)."

Para ver fotos do show e também ler a resenha na íntegra, acesse este link.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MetallicaMetallica
Lars Ulrich lamenta a morte de Chester Bennington

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Metallica"

MorteMorte
Confira 15 das melhores músicas sobre o tema

MetallicaMetallica
Por dentro da mente do baterista Lars Ulrich

MetallicaMetallica
Tocando com gana em palquinho de loja de discos

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Metallica"

Lemmy KilmisterLemmy Kilmister
"Estou pronto para morrer. Minha vida foi boa"

Dinheiro não é tudo mas ajudaDinheiro não é tudo mas ajuda
5 Rock Stars que nasceram ricos

Em 19/03/1982Em 19/03/1982
Randy Rhoads morre em um acidente de avião

5000 acessosGuitarristas: os sete mais influentes de todos os tempos5000 acessosAs regras da NWOBHM5000 acessosMetalhead: as mulheres mais sexys do Heavy Metal5000 acessosFoo Fighters: tentaram cover de Yes mas era difícil, tocaram Rush5000 acessosPower Metal: As bandas mais populares segundo o Facebook5000 acessosSlipknot: Vivendo a Vida Loca com Rick Martin

Sobre Mariana Rezende Goulart

Estudante de Letras e amante de Heavy Metal e Hard Rock, começou a colaborar com o Whiplash por juntar duas paixões: a música e a tradução.

Mais matérias de Mariana Rezende Goulart no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online