Resenha - Children Of Bodom (Opinião, Porto Alegre, 14/08/2004)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Hugo `Guaraná` Lobo
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.





Num domingo a noite no já tradicional bar Opinião em Porto Alegre, os bangers gaúchos compareceram em bom número (por volta de 600 pessoas) para conferir os finlandeses do CHILDREN OF BODOM em sua turnê brasileira. Após apenas alguns minutos do horário programado e sem banda de abertura, o público começou a ovacionar a banda no melhor estilo heavy metal. O COB entrou no palco com a música “Hate me”. O vocalista/guitarrista Alexi Lahio além de fazer um vocal bem rasgado, detona sua guitarra em bases e solos muito rápidos, dando inúmeras “cusparadas” no chão e ao redor dele, além de tomar muita água (talvez pelo calor brasileiro).

Seguiram com as músicas “Chokehold (Chocked 'N Loaded)”, “Silent night, bodom night”, “Bodom after midnight” , “Sixpounder” e “Angels Don't Kill”. Eles surpreenderam os menos avisados com músicas muito pesadas e partes rápidas e técnicas, com o segundo guitarrista Roope Latvala fazendo boas bases, além do talentoso tecladista Janne Warman que fez um "duelo" com o guitarrista Alexi, abusando das improvisações e conferindo muito peso e harmonia ao som da banda. A galera correspondia a energia emanada e participava ativamente do show, que tinha uma boa produção e qualidade sonora e de iluminação (com o pano de fundo do palco tendo um desenho da "morte" com a foice e o logotipo da banda).

Continuaram com as músicas “Needled 24/7”, “Deadnight warrior”, “Towards dead end”, e fizeram uma parada para o solo do baterista Jaska Raatikainen, que tem uma pegada firme e precisa. Após algumas palavras de agradecimentos e mais "cusparadas" do vocalista Alexi, continuaram detonando com as musicas “Bodom Beach Terror”, “Kissing the shadows”, “Every time I die” e “Hate Crew Deathroll”.

No final fizeram um Bis “burocrático” com a musica “Downfall”, onde dois fãs tentaram invadir o palco, mas foram contidos pela segurança do bar. O show teve um pouco mais de 01h20 de duração, mas os fãs saíram satisfeitos com mais uma noite de metal na capital gaucha.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

FinlândiaFinlândia
As dez melhores bandas de Heavy Metal do país

947 acessosLoudwire: os 10 melhores riffs dos anos 20000 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Children Of Bodom"

Mascotes do MetalMascotes do Metal
Os dez maiores segundo The Gauntlet

OpiniãoOpinião
Headbangers não praticantes: radicalismo no Metal

2000 a 20022000 a 2002
10 shows/turnês pouco comentados

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Children Of Bodom"

ScorpionsScorpions
As 20 melhores canções com temática romântica

MegadethMegadeth
Electra mostra para Kiko como está fera no Português

MetallicaMetallica
Lars Ulrich comenta sobre seu maior erro

5000 acessosMetallica: James Hetfield explica suas tatuagens preferidas5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 19905000 acessosSign of the horns: o sinal do Demônio3733 acessosJingle true: "Ooolha o Léééééééó ha ha ha ha ha ha ha ha!"5000 acessosChris Cornell: veja Chester Bennington cantando em funeral5000 acessosGeddel Lima: "Nem lembro do Renato Russo, ele não era ninguém"

Sobre Hugo `Guaraná` Lobo

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online