Tristania: Apresentação em São Paulo pela primeira vez

Resenha - Tristania (Via Funchal, São Paulo, 19/01/2002)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernanda Zorzetto
Enviar correções  |  Ver Acessos

Foto: Fernanda Zorzetto
Foto: Fernanda Zorzetto

Os noruegueses do Tristania chegam a São Paulo pela primeira vez, em única apresentação na cidade, para mais um show de sua World of Glass Tour, do álbum lançado em setembro do ano passado.

Whiplash.Net: Como enviar conteúdo ou se tornar um colaborador do siteKeith Richards: colocando Justin Bieber em seu devido lugar

De estilo auto-definido como metal gótico sinfônico, a banda foi formada em 95 quando trocou seu nome Uzi Suicide para Tristania, seu estilo para gothic/death e alguns músicos da formação. O Tristania vem de lugar e época em que o gothic metal com vocais femininos começou a ganhar público, não só nas gélidas Noruega e Finlândia, mas também em terras como o Brasil. O público deste estilo já é bastante grande por aqui e isso pôde ser visto nesse show de sábado, dia 19.

Foto: Fernanda Zorzetto
Foto: Fernanda Zorzetto

Com casa cheia, a banda sobe ao palco por volta das 20h20 com "The Shining Path" do último álbum, World of Glass, e manda uma apresentação de uma hora e meia de duração com faixas dos três discos da banda.

Os destaques do show vão para a soprano Vibeke Stene e a precisão de suas notas, e para o entrosamento que o grupo mantém. Apesar de alguns fãs do começo da banda sentirem falta de Morten Veland, seu substituto Kjetil não deixou a desejar nos vocais mais guturais e distorcidos das músicas. A banda provou competência também ao ser capaz de reproduzir ao vivo a mesma qualidade que se ouve nos álbuns.

A iluminação do show trouxe da tour apenas uma parte dos efeitos, usando muito verde principalmente. O som do Via Funchal também estava bem equalizado, sem grandes problemas para a sonoridade que precisava ser pura no caso do Tristania que tem pelo menos três vocais.

Foto: Fernanda Zorzetto
Foto: Fernanda Zorzetto

A banda volta ao palco após a apresentação vestindo camisetas da seleção brasileira para um bis de duas músicas. "Angellore" e "Evenfall", do álbum Widow's Weeds que foi inicialmente uma demo, lançada em 97, fecham o show marcado também pelo grande carisma da banda que deixou o palco agradecendo muito aos fãs.

Setlist
1 - The Shining Path (World of Glass)
2 - Lethean River (Beyond the Veil)
3 - Beyond The Veil (Beyond the Veil)
4 - Tender Trip on Earth (World of Glass)
5 - A Sequel of Decay (Beyond the Veil)
6 - Angina (Beyond the Veil)
7 - Deadlocked (World of Glass)
8 - Aphelion (Beyond the Veil)
9 - World of Glass (World of Glass)
10-My Lost Lenore (Widow's Weeds)
Bis
11-Angellore (Widow's Weeds)
12-Evenfall (Widow's Weeds)

Mais fotos

Foto: Fernanda Zorzetto
Foto: Fernanda Zorzetto
Foto: Fernanda Zorzetto
Foto: Fernanda Zorzetto
Foto: Fernanda Zorzetto
Foto: Fernanda Zorzetto
Foto: Fernanda Zorzetto
Foto: Fernanda Zorzetto
Foto: Fernanda Zorzetto
Foto: Fernanda Zorzetto



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Tristania"


Galeria: Musas do Rock e Heavy MetalGaleria
Musas do Rock e Heavy Metal

Musas do Metal: confira as 10 mais lindas atualmenteMusas do Metal
Confira as 10 mais lindas atualmente


Whiplash.Net: Como enviar conteúdo ou se tornar um colaborador do siteWhiplash.Net
Como enviar conteúdo ou se tornar um colaborador do site

Keith Richards: colocando Justin Bieber em seu devido lugarKeith Richards
Colocando Justin Bieber em seu devido lugar


Sobre Fernanda Zorzetto

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Fernanda Zorzetto no Whiplash.Net.

adClioIL