Resenha - Iron Maiden (Centre Molson, Montreal, 13/07/1999)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Alexandre Aleluia
Enviar correções  |  Ver Acessos

Scream for me Montreal!

No decorrer da minha estadia em Montreal, pude acompanhar por alguns momentos o Festival de Jazz. Enquanto assistia aos concertos de Blues e Jazz, algo que muito me impressionou foi o estereótipo dos canadenses. Extremamente concentrados no palco, poucas vezes manifestavam alguma empolgação. Em suma, o público canadense pode ser comparado ao publico japonês, porém as coisas foram diferentes no concerto do dia 13/07 no Centre Molson Amphiteatre, Iron Maiden se apresentou, foi um show "de tirar qualquer canadense da cadeira".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O é um estadio de Hockey com capacidade para 12.000 pessoas. Ao menos 10.000 lugares estavam ocupados naquela noite. É claro que ainda há duvidas no que concerne ao futuro da nova formação do Iron Maiden, bem uma coisa é certa: no presente, eles estão se encarregando de tornar o melhor de todos. É isso aí, o show de ontem a noite foi brutal, inesquecível...

Provavelmente os fãs devem estar curiosos sobre a perfomance de Bruce nas músicas de Blaze. Pois bem, em "Futureal" e "The Clansman" ele simplesmente deu-lhes vida, apesar do público ter esfriado um pouco...talvez tenham sido as amargas lembranças do Blaze... Mas tudo voltou ao normal com algumas palavras mágicas de Bruce: "Scream for me Montreal. Scream for me Montreal."

O concerto foi aberto com a famosa "Aces High". Ao todo foram 18 musicas, entre elas, Wrathchild, The Tropper, Wasted Years, Hallowed be thy Name, Fear of the Dark, Run to the Hills, Powerslave e Iron Maiden...Foram nessas músicas que surgiu aquele sentimento de "deja vu" ou "de volta aos velhos tempos". Tirando Run to the Hills, a perfomance de Bruce foi perfeita.

A respeito da inovadora formação de 3 guitarras, eles souberam alternar e dosar a base, de forma que o Iron continuou sendo o de sempre... Ao exemplo de Fear of the Dark, uma musica marcada pela participação intensa do público com coros e isqueiros, que ganhou um peso significativo. Nesta mesma música, ocorreu uma cena muito curiosa... o solo foi dividido em 3 parte sequenciadas de modo que os três guitarristas participassem. Neste solo, Dave, Janick e Adrian se posicionaram em volta de Bruce a formar um triângulo. Enquanto cada um entrava em ação, Bruce apontava para a respectiva guitarra... o Centre Molson pegou fogo. É isso aí... Estas são algumas palavras sobre o grande show do Iron Maiden na sua "Ed Hunter tour", na cidade de Montreal.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Iron Maiden"


Iron Maiden: a saga da prostituta Charlotte que virou HQIron Maiden
A saga da prostituta Charlotte que virou HQ

Bruce Dickinson: não sabia que Tears... era sobre Robin WilliamBruce Dickinson
Não sabia que "Tears..." era sobre Robin William


Slipknot: Corey Taylor não tem a cara limpa por baixo da máscaraSlipknot
Corey Taylor não tem a cara limpa por baixo da máscara

Bandas Iniciantes: 17 maneiras de assassinar sua carreira musicalBandas Iniciantes
17 maneiras de assassinar sua carreira musical


Sobre Alexandre Aleluia

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Cli336x280 CliIL