Aerosmith: Residência em Vegas é apenas um sinal do fim iminente

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fabiano Rocha
Enviar correções  |  Ver Acessos

Que o Aerosmith é o maior representante do rock americano, não há dúvidas. Mas já faz alguns anos (talvez muitos, dependendo do seu conceito de tempp) que os "Bad Boys From Boston" não lançam nenhum material de estúdio realmente relevante. O último foi Just Push Play, lançado em 2001, que apesar de ser odiado pela maioria dos fãs mais velhos, trouxe para o Aerosmith uma nova leva de admiradores, principalmente no Brasil, onde "Fly away from Here" tocou milhões de vezes no rádio.

Joe Satriani: por que ele não entrou no Deep Purple?Cradle of Filth: Chimbinha, do Calypso, usando camiseta?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Porém, isso já faz 17 anos. 17 anos desde que o Aerosmith virou uma banda de (ótimas) turnês. Tiveram dois discos de lá pra cá, "Honkin On Bobo" de covers ( 2004) e "Music From Another Dimension" de inéditas (2012), e o primeiro mesmo sendo um álbum incrível, não conseguiu alcançar o nível Aerosmith de comercialização. A quantidade de discos é escassa, mas a de turnês não, são incontáveis os giros que a banda americana fez pelo globo nesse meio tempo, pra nossa alegria.

Recentemente, foi divulgado que a banda poderia ter sua própria residência em Las Vegas, que é quando um artista/banda se fixa em algum teatro-cassino da cidade, faz shows exclusivos lá e enchem a porca de dinheiro. A primeira a fazer isso foi Celine Dion, que iniciou sua residência no ano de 2003 e está lá até hoje, com previsão de ficar até 2019. A princesinha do pop (e amiga pessoal de Steven, não que isso seja importante, eu só quis falar mesmo) Britney Spears encerrou sua residência de 4 anos recentemente, tendo no final, arrecadado a bagatela de mais de 100 milhões de dólares, com um público de mais de 900 mil pessoas. Por que estou dizendo isso? Simplesmente pra mostrar que: uma residência em Vegas é, além de confortável, um ótimo negócio. Digo, o que mais pode querer um homem se não passar seus dias em Vegas, num Casino, enchendo-se de dólares e whisky?

O Aerosmith está numa zona de conforto, há anos que seus shows são os mesmos. O setlist é em sua grande maioria, singles de sucesso, não há nenhuma produção de palco de encher os olhos como faz os Stones ou o Def Leppard.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Esse conforto me entristece. O conforto do Aerosmith, claro. O conforto em que eles se encontram há, no mínimo, 10 anos. A residência apenas traduz que a banda não parece mais interessada nem em excursionar pelo Mundo. Tudo bem, não é pra sempre, provavelmente serão alguns meses, mas e depois? O que podemos esperar, otimistas, é uma turnê de 50 anos, uma despedida.

Contudo, deixo aqui meu desabafo: como um grande fã de Aerosmith, queria vê-los lançando álbuns e variando o repertório de seus incriveis shows.

Comente: O Aerosmith ainda é relevante? Ou chegou a hora de se aposentar?




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção OpiniõesTodas as matérias sobre "Aerosmith"


Aerosmith: os álbuns da banda, do pior para o melhorAerosmith
Os álbuns da banda, do pior para o melhor

Por pouco: 15 rockstars que quase partiram dessa para uma melhorPor pouco
15 rockstars que quase partiram dessa para uma melhor


Joe Satriani: por que ele não entrou no Deep Purple?Joe Satriani
Por que ele não entrou no Deep Purple?

Cradle of Filth: Chimbinha, do Calypso, usando camiseta?Cradle of Filth
Chimbinha, do Calypso, usando camiseta?


Sobre Fabiano Rocha

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280