Por que se inscrever no Superstar?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thales Fernandes
Enviar correções  |  Ver Acessos

A promessa do programa é revelar grupos novos, porém na prática não é bem por aí.

Guns N' Roses: funkeiro assassina clássico máximo da bandaRiff: palavra sem tradução na língua portuguesa

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Banda nova é aquela que está na luta, possui material de qualidade mas não possui um contato, não possui dinheiro alto pra investir, não possui gravadora ou selo, não tem contato na mídia, ou seja, tem o potencial e a qualidade, só não tem a "sorte", e é assim que o programa se vende para o publico e para todas as bandas novas, fazendo com que enviem inscrições e ficam com a esperança de serem convidados.

Em 2015 tivemos o caso da banda Tianastacia, banda que um dia foi do mainstream do rock.

Nessa edição de 2016 ficou claro o descaso com as inscrições dos artistas que se iludem com essa oportunidade, existe um depoimento de Jay Vaquer no facebook que quando ele foi tocar em Natal, conheceu uma banda muito boa, voltando para o RJ, um amigo dele que é produtor do programa Superstar lhe pediu indicações de bandas.

Prontamente ele indicou aquela banda que ele viu e dias depois lá estava "Plutão Já foi Planeta".

Outros exemplos:

"Os de Paula" - filhos do musico e politico Netinho de Paula

"2 Reis" - filhos do cantor Nando Reis

"Grovvi" - Seus integrantes são produtores musicais renomados no exterior

"Turne" - A vocalista Luana Camarah participou do The Voice Brasil

"Pagan John" - Além de ter o filho do Mauricio de Souza na banda, o baixista deles também tocava na banda CW7 que participou do primeiro Superstar.

"Playmobille" - Um de seus integrantes é um famoso compositor, Maria Gadu tem um Hit composto por ele, que também calhou de ser amigo dela.

"Rockscola" - Banda mirim que tem em seu cast um participante do The Voice Kids

"Mato Seco" - A conhecidíssima banda de reggae está lá também.

Sem desmerecer nenhuma banda, até porque todas são profissionais ao meu ponto de vista.

Mas grande parte desses artistas tem condições de alcançar o seu caminho por si próprio, algumas dessas bandas já são conhecidas e já tocaram em diversos festivais pelo Brasil.

O programa poderia servir de vitrine para inúmeras bandas e grupos que não tiveram e nem terão 1% de oportunidade que essas bandas já tiveram... mas não.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Opiniões

Guns N' Roses: funkeiro assassina clássico máximo da bandaGuns N' Roses
Funkeiro assassina clássico máximo da banda

Riff: palavra sem tradução na língua portuguesaRiff
Palavra sem tradução na língua portuguesa


Sobre Thales Fernandes

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Goo336x280