Dez mitos sobre o metal: o problema dos estereótipos

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fabio Melo, Fonte: Groundcast, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Vamos lá, confesse: quantas vezes você ouviu das pessoas "comuns", que sejam de fora do meio, as afirmações do tipo "Esta música é do capeta", "Você vai virar um assassino" e coisas do tipo? O metal, como qualquer estilo que esteja relegado a uma subcultura, sofre com o problema dos estereótipos, muitas vezes dados por uma minoria. Casos de assassinatos são comumente associados à música, sem que se averigue exatamente quais foram as causas destes problemas.

Autismo: rockstars famosos autistas, ou com suspeita de autismoBruce Dickinson: vocalistas que ele respeita e admira

Por isto trazemos uma lista com dez mitos que muitas pessoas têm acerca do metal e quais as explicações para isto. Você, como fã, deveria fazer o seu papel e ajudar a não propagar estas ideias erradas sobre o gênero, mostrando o quanto ele é inofensivo.

10. HEAVY METAL

Mito: A música é chamada de "Heavy Metal"

A maioria das pessoas acredita que os gritos, a sonoridade áspera e as guitarras muito distorcidas é "Heavy Metal". Na realidade, o metal tem centenas de subgêneros e "Heavy Metal" é mais um deles. Bandas como Cream, Led Zeppelin e Black Sabbath abriram o caminho para bandas de metal, criando um som único. Mas enquanto essas bandas podem ser chamadas de heavy metal, uma maioria alarmante de não-metalheads, principalmente idosos e as meninas adolescentes, referem-se a toda a música rock como heavy metal. Simplesmente porque eles não sabem nada da diversidade do gênero, tampouco o quanto de influências diversas os estilos dentro do metal podem absorver.

09. BÁRBARO

Mito: os músicos de metal são anormais sem educação que não sabem formar frases

Outro erro comum. A maioria das pessoas olham para as letras e a música e acham-nas simples e estúpidas. A maioria dos músicos de metal são pessoas muito inteligentes, altamente concentradas que são capazes de escrever letras de música profundas e significativas. Por exemplo, a banda de black metal Bathory baseava muito de suas músicas em compositores clássicos. E letras de metal são incrivelmente bem escritas. Evidentemente que nem todas as bandas são incrivelmente literárias, dependendo do estilo e da finalidade do grupo.

08. ANTI-RELIGIAO

Mito: Todo metal é contra a religião

Na opinião da maioria dos não-metalheads, bandas de metal odeiam religião, o que não corresponde a verdade. Na maioria dos casos, muitas vezes as bandas se posicionam contra o cristianismo ou formas de cristianismo. No entanto, muitos artistas são religiosos, como a banda de metalcore As I Lay Dying, ou o David Dramian do Disturbed. É seguro dizer que a religião não é muito querida no meio, mas não é odiada como tal, embora haja exceções a todas as regras...

07. SATANICO

Mito: Metal promove satanismo

O gênero que faz mais referências a imagens e temas satânicos é chamado de black metal, cuja origem está no album do Venom chamado "Black Metal". Algumas bandas de death e thrash metal, como Slayer, Cannibal Corpse e Morbid Angel falem de satanismo, poucos músicos na verdade têm crenças satânicas e os que possuem tendem a não tentar promovê-lo explicitamente, com raras exceções.

06. CRIME

Mito: Metal promove atividades criminosas, como o assassinato

Enquanto algumas pessoas na comunidade do metal foram presas por crimes e assassinato, somente um caso é predominante; o de Varg Vikernes, que assassinou Euronymous, membro do Mayhem. A maioria das bandas de metal cujas letras e imagens sejam violentas ou perturbadoras afirmam que seu conteúdo não é para ser levado a sério. Mais notoriamente o Cannibal Corpse, conhecidos por suas letras, muitas vezes elaboradas sobre a imagem mais horrível da morte, assassinato e fetichismo sexual. Além disto, muitas vezes a imprensa atribui erroneamente a culpa a uma determinada música ou letra, esquecendo de mostrar, em quase todos os casos, que o autor do crime já possuía alguns tipos de anomalias e que a música foi uma das maneiras encontradas para promover esta atividade, sendo que ela poderia ter acontecido por causa de um jogo, de um livro ou mesmo de um bate-papo.

05. SEXISMO

Mito: Metal é sexista

Embora pareça que grande parte das bandas de metal, especialmente no final dos anos 80, banalizavam o sexo e as mulheres, agora a questão é muito menos comum. E muitas bandas, especialmente do black metal grind, além das do doom metal, evitam usar o tema do sexo de forma deliberada. Isto acontece devido ao fato de, após os anos 80, muitos músicos, especialmente os mais novos, não se apegarem tanto a estes temas e procurarem outras influências, inclusive literárias e, em alguns casos, até mesmo filosóficas, afastando-se do passado com o hard rock e o glam metal. Temos inclusive muitas garotas que curtem metal, o que corrobora para que o gênero, hoje, não seja visto como sexista ou mesmo machista.

04. FASCISTA

Mito: os músicos de metal têm, crenças racistas, fascistas ou neo-nazi

Muitos músicos dizem acreditar que certas raças ou grupos étnicos são melhores ou piores do que outros, é mais comum que isto faça parte da apresentação, como forma de provocar algumas reações adversas. Um bom exemplo disso é o ex-vocalista do Gorgoroth, Gaahl ,que não é somente homossexual, mas afirmava ter opiniões racistas, mas que levava elas a sério e tentava não expressá-las abertamente. Existe apenas uma pequena parcela de bandas realmente ligadas aos ideais neo-nazistas ou nacional-socialistas, como o Aryan Kampf 88, Valth Beake, Aryan Tormentor, Aryan Blood, Aryan Kommando 88, Storm Front 88 e outras, ainda sim não são bandas de grande aceitação dentro da cena ou mesmo com um grande séquito de fãs.

03. CRIANÇAS

Mito: Metal faz mal para as crianças

Grande parte do metal é feito para crianças e adolescentes como uma forma menos séria para lidar com o estresse do que por outros meios disponíveis. Embora as pessoas diga que o metal envenena a mente das nossas crianças, boa parte de quem diz isto geralmente tem a mente muito fechada e não compreendem bem o que pode representar o gênero. Para elas, qualquer manifestação que faça algum tipo de "alusão negativa" é prejudicial para as crianças, pois pode modificar para o caráter das pessoas. Estas pessoas implicaram também com jogos violentos, livros considerados "profanos", filmes e desenhos animados etc.

02. SEM TALENTO

Mito: Para tocar metal não é preciso habilidade

Qualquer profissional irá dizer que o metal e jazz são os dois gêneros mais difíceis de música popular para serem executados. E enquanto parece que os músicos de metal se escondem atrás de distorção da guitarra, os riffs rápidos e percussão extrema são quase sempre 100% reais, sem qualquer material sintetizado. Os subgêneros de música que tendem a editar suas músicas digitalmente são metalcore, industrial e grind, por necessidade que estes têm ou com finalidades musicais, como no caso do grind, que procura saturar o som em muitos casos. Quase todas as músicas são feitas com trabalhos com o mínimo de tratamento. Muitos músicos, inclusive, possuem uma formação musical muito sólida, com anos de estudo, como no caso do André Matos ou mesmo a banda Haggard, cujos músicos são formados em música erudita. Só não se pode esquecer que metal não é (e nem pretende ser) um estilo perfeito ou mesmo extremamente erudito, isto varia muito de banda para banda.

01. GRITAR

Mito: os vocais são somente gritos

Se você gosta de metal, provavelmente você já ouviu alguém dizer: "Uau, ele realmente não sabe cantar?" Isto realmente irrita muitas vezes, pois é um fato de que os vocais de metal são extremamente difíceis. E embora pareça fácil, os vocais variam muito, de um rosnado a um grito, e tudo mais, uma vez que diversos subgêneros pedem um tipo certo de vocal. Alguns pedem vocais mais próximos do lírico, outros não. Da próxima vez que alguém disser que os vocalistas de metal não estão cantando, dê apenas uma resposta simples: "É apenas diferente."




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Opiniões

Autismo: rockstars famosos autistas, ou com suspeita de autismoAutismo
Rockstars famosos autistas, ou com suspeita de autismo

Bruce Dickinson: vocalistas que ele respeita e admiraBruce Dickinson
Vocalistas que ele respeita e admira

Kiss x Secos & Molhados: o fim da polêmicaKiss x Secos & Molhados
O fim da polêmica

Separados no nascimento: Paul Stanley e Ioná MagalhãesSeparados no nascimento
Paul Stanley e Ioná Magalhães

Ozzy Osbourne: 25 coisas que você não sabe sobre eleOzzy Osbourne
25 coisas que você não sabe sobre ele

Cliff Burton: um hippie headbangerCliff Burton
Um hippie headbanger

Iron Maiden: Assista reação de Rebecca Vocal Athlete ao ouvir Hallowed Be Thy NameIron Maiden
Assista reação de Rebecca Vocal Athlete ao ouvir "Hallowed Be Thy Name"


Sobre Fabio Melo

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adGoo336|adClio336