A pirataria move o mundo da música

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Roberta Forster, Fonte: Unsere Welten
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

O download ilegal de músicas é e sempre foi motivo de polêmica, mas é fato que se ainda hoje não houvesse essa possibilidade, o universo musical não se alastraria tão rapidamente. Quando queremos conhecer o trabalho de alguma banda ou cantor, não vamos à loja comprar um CD, é mais prático baixar as músicas pela internet, dessa forma é fácil fazer e ampliar a nossa seleção musical. Comprar todos os CDs de todas as bandas e cantores que gostamos é financeiramente impossível, o que dizer então de comprar para conhecer o som?

5000 acessosContra-baixo: as melhores introduções do Heavy Metal5000 acessosGaleria de fotos: 13 motivos para gostar de Rock N Roll

Como já confirmado em pesquisa inglesa realizada em 2009, aqueles que fazem download de material sonoro na internet gastam muito mais com música do que aqueles que não o fazem. E a exemplo disso, foi fazendo o download de toda a discografia de uma banda que virei fã incondicional, comprei todos os CDs e gastei com ingressos para shows em várias cidades. Não fosse esse fato, talvez eu nunca tivesse descoberto o quão boa é a banda e decerto não teria gasto um centavo para comprar um mísero CD. Isso não significa que a partir daí todos os internautas vão comprar CDs de bandas que buscam pela internet, mas é certo que os tempos mudaram e o universo musical não pode depender de rádio e venda de CDs para difundir a música.

O foco da indústria fonográfica deve estar na venda de itens originais, como CDs e DVDs, destinada aos fãs de determinada banda ou cantor. São eles que desejam obter os produtos como admiradores e colecionadores. A partir daí buscam edições diferentes, especiais, singles exclusivos, encartes recheados, edições limitadas em forma de LPs. Os maiores fãs de um determinado grupo musical não se contentam apenas com MP3 em seu computador. Tendo conhecimento disso, basta usar a criatividade para explorar e aproveitar esse mercado.

Tentar barrar a pirataria na internet é como dar murro em ponta de faca, é impossível haver vigilância total em uma rede que hoje cresceu mais que a Skynet e invade os lares de todo o planeta permitindo-nos ter o mundo na palma das mãos. Qualquer ação contra o fluxo é como uma tentativa fracassada de impedir o avanço tecnológico. Para cada operação anti-pirataria haverão milhões de “Exterminadores do Futuro” anulando qualquer efeito que ela possa tentar causar.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Opiniões

Contra-baixoContra-baixo
As melhores introduções do Heavy Metal

Galeria de fotosGaleria de fotos
13 motivos para gostar de Rock N Roll

GuitarristasGuitarristas
Time Magazine elege os 10 maiores de todos os tempos

5000 acessosMetalcore: os dez trabalhos essenciais do estilo5000 acessosSlipknot: "para cada Mustaine falando merda há um Hetfield"5000 acessosTatuagens: rabiscos horríveis com temática roqueira parte 15000 acessosIron Maiden: Lady Gaga acordou às 5 da manhã para comprar TBOS4148 acessosThe Walking Dead: e se a série fosse refeita com astros do Rock?4246 acessosQueen: polêmico cover traz Freddie Mercury saindo do túmulo

Sobre Roberta Forster

Sou paulista, apaixonada por rock'n'roll, fotografia e literatura, nascida nos maravilhosos anos 80, funcionária pública, graduada em Artes Visuais pela Universidade Belas Artes de São Paulo. Especializei-me em fotografia pela Escola Focus em 2008 e, atualmente, estudo Letras na Universidade de São Paulo - USP e atuo como fotógrafa de Rock e Heavy Metal para o Whiplash! quando Chronos permite. Prazer!

Mais matérias de Roberta Forster no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online