Quinta edição do 'Thorns Gothic Rave' em abril

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Enviar correções  |  Ver Acessos

(Press-Release)
Pelo quinto ano consecutivo a produtora de eventos alternativos Thorns, dirigida pelo músico, produtor e dj. Maurício Mângia, traz ao público fã de rock alternativo e música gótica, um dos eventos mais bem sucedidos do Brasil, na área de entretenimento musical: a já consagrada "Thorns Gothic Rave", desta feita em sua quinta edição, que será realizada no próximo dia 12 de abril, sábado, a partir das 21 horas, na região ecológica do Pico do Jaraguá (região Oeste da capital paulista). Prevista para durar doze horas (se estendendo até às nove horas da manhã de domingo), a Rave contará com as apresentações ao vivo de cinco grupos musicais, sendo o principal deles o Zero, lendário nome egresso da cena rock brasileira dos anos 80, quando fez muito sucesso com canções como "Agora eu sei", "Formosa" ou "Passos no escuro". Liderado pelo carismático vocalista Guilherme Isnard, a banda voltou à atividade há alguns anos e seu mais recente lançamento é o álbum ao vivo e semi-acústico intitulado "Eletroacústico", onde ela resgata a sonoridade pós-punk que a consagrou no início de sua carreira. Além do Zero, também estarão se apresentando no palco/tenda "Red Bull/gravadora Hellion Records", os grupos Avec tristesse, Venin Noir, Strangeways e The Forest, todos muito conhecidos na cena gótica brasileira.

Mas, como já é tradição na "Thorns Gothic Rave", além dos shows ao vivo o forte do evento também será a discotecagem da pista principal. Lá, dez dos mais conhecidos djs. da cena gótico/alternativa (nomes como Washington, residente do lendário club Madame Satã, ou Nagash, do projeto Cascasse), tocarão sets especiais, abrangendo estilos como gothic rock, ghotic metal, dark wave, brit pop, new wave, indie guitar, ebm, future pop, especial anos 80 etc. Tudo para agradar um público eclético e variado e que, segundo projeções da produção do evento, deverá superar a marca das três mil pessoas, que foi o número de pessoas que participaram da "Gothic Rave 4" em 2002, em um sítio na região de Rio Grande Da Serra (Grande São Paulo).

Além de shows ao vivo e discotecagem, a "Thorns Gothic Rave 5" também contará com vários atrativos extras, tais como: vinho grátis a noite toda, tendas de exposições, malabarismo, pirofagia, danças e performances variadas, duelos de esgrima, stands de piercing e tatuagem, além do Primeiro Encontro Noturno de RPG. Para maior conforto e segurança dos freqüentadores, a produtora do evento também estará disponibilizando no local bar, lanchonete, posto médico, chapelaria e estacionamento (para cerca de 400 veículos). A segurança interna do evento, como nas edições anteriores, será feita por 100 homens da empresa "MVPO", que já prestou serviços em shows de grande porte, como o de Roger Waters no Pacaembu. Também haverá reforço, na área externa, do policiamento a cargo da PM.

Para quem não quiser ir de carro, haverá trinta ônibus disponíveis para levar o público ao local da Rave. Eles sairão no sábado, às 19 horas, de dois pontos distintos: da estação Clínicas do metrô (em São Paulo, capital) e da estação central de trem, em Santo André (Grande São Paulo). Para o estacionamento de carros no local, será cobrada uma taxa de R$ 8,00. O bilhete de ônibus ida-e-volta custará R$ 5,00.

O evento conta com o apoio/patrocínio da gravadora Hellion Records, do projeto gótico Carcass e da revista mensal Dynamite, uma das mais conhecidas do Brasil na cobertura da cena rock/pop alternativa.

THORNS GOTHIC RAVE - BREVE HISTÓRICO
Idealizada pelo músico, promoter, produtor e dj. Maurício Mângia, a "Thorns Gothic Rave" foi realizada pela primeira vez em 1999, em Vargem Grande Paulista. Em sua primeira edição, atraiu um público de cerca de mil pessoas. Mas foi com a segunda rave, em agosto de 2000, que o evento ganhou projeção nacional. Realizada na bucólica Vila De Paranapiacaba e tendo show do lendário trio psicodélico paulistano Violeta De Outono, a rave atraiu mais de duas mil pessoas e consolidou o projeto como o carro-chefe da produtora Thorns, fundada no meio dos anos 90 por Maurício e que chegou a manter uma casa noturna de muito sucesso em Pinheiros (região Oeste de São Paulo) por três anos. Em 2001, houve a terceira edição do evento, realizada na própria capital paulista, com show da banda inglesa Gene Loves Jezebel. Mas a consagração definitiva veio mesmo no ano passado, quando cerca de três mil pessoas foram até Rio Grande Da Serra (na Grande São Paulo), em um sítio localizado em uma área de proteção ambiental, para dançar e assistir aos shows dos grupos Finis Africae e The Forest. Com sucesso de público e organização impecável, a "Gothic Rave 4" repercutiu em toda a grande mídia e agora chega à sua quinta edição. Um projeto vitorioso que, segundo seu próprio idealizador, foi pensada justamente para ser diferente das raves tradicionais. Afinal, quando se fala em rock gótico, logo se pensa em canções tristes, com sonoridade pesada e melancólica. Ao unir o gótico à estética alegre, colorida e brilhante das raves (criadas na cena da vibrante música tecno), Maurício Mângia quis demonstrar que os aficionados pelo gótico também gostam de alegria, luz, movimento e cultura mais variada e abrangente, sem se prender apenas ao estereótipo da melancolia existencial.

THORNS GOTHIC RAVE 5 - SERVIÇO
Data, local e horário do evento: 12 de abril, sábado, a parti das 21 horas (se estendendo até 9 da manhã de domingo), na região ecológica do Pico do Jaraguá (zona Oeste de São Paulo, capital).
Shows: com as bandas Zero, Avec Tristesse, Venin Noir, Strangeways e The Forest.
Discotecagem: dez djs. revezando-se na pista principal durante todo o evento, discotecando mais de dez estilos diferentes de rock e pop.
Preço do ingresso e locais de vendas: R$ 20,00 (antecipado) e 25,00 (na bilheteria do evento). Em São Paulo, capital, os ingressos estão à venda em diversas lojas da Galeria Do Rock (rua 24 de maio, 62). Também estão disponíveis em lojas de Campinas, Osasco, Santos e Santo André (locais de venda estão disponíveis no site do evento, que também vende ingressos pela Internet: www.thorns.com.br). E podem ser pedidos pelo disk-entrega, pelo fone (11) 4341-7766.
Transporte: trinta ônibus, com passagem de ida-e-volta a R$ 5,00, saindo as 19 horas de sábado, noite do evento, da estação central de trem de Santo André (Grande São Paulo) e da estação Clínicas do metrô (na capital paulista).




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Notícias

Iron Maiden: Bruce diz não haver muito diálogo na bandaIron Maiden
Bruce diz não haver muito diálogo na banda

Black Sabbath: Nos separamos por causa do Live EvilBlack Sabbath
"Nos separamos por causa do Live Evil"

Lemmy: Radiohead e Coldplay são bandas sub-emoLemmy
"Radiohead e Coldplay são bandas sub-emo"

Burzum: A polêmica história e filosofia de Varg VikernesBurzum
A polêmica história e filosofia de Varg Vikernes

Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?Slash
Por que ele usa óculos escuros o tempo todo?

Cééééérebros: e se os rockstars virassem zumbis?Cééééérebros
E se os rockstars virassem zumbis?

Em 31/12/1984: Rick Allen, do Def Leppard, perde o braço esquerdo em um acidenteEm 31/12/1984
Rick Allen, do Def Leppard, perde o braço esquerdo em um acidente


adClio336|adClio336