Poland diz porque não continuou no Megadeth

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por João Vitor Hatum de Mendonça, Fonte: Rust In Page
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 11/09/04. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Em entrevista para a Dallas Music Guide, o guitarrista Chris Poland comentou várias coisas sobre sua carreira solo e no Megadeth. Ao ser perguntado sobre o porque de sua não entrada definitiva na banda, Poland disse que o tipo de música do Megadeth não é o que ele realmente ama fazer. A sua grande paixão na música, segundo o próprio Poland, é o Jazz Fusion, estilo que ele pratica atualmente, "Eu fiquei impressionado com as novas músicas e por isso aceitei o convite de Dave para participar das gravações. Mas eu não pretendo fazer algo assim novamente. O que estou fazendo agora, o Jazz Fusion, é o tipo de música que eu amo. Eu faço coisas boas tocando estas músicas, porque eu não ganho muito dinheiro com elas. Mas eu amo o que faço, e não faria algo que não gosto. Isto me deixaria louco."

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MegadethMegadeth
Cinco vezes onde a banda foi melhor que o Metallica

2801 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa496 acessosMarty Friedman: ouça "Miracle", single do novo álbum solo3487 acessosMetallica: e se James Hetfield cantasse no Megadeth?0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Megadeth"

Dave MustaineDave Mustaine
A história por trás de "The Four Horsemen"

MegadethMegadeth
Vídeo mostra "Dystopia" pela primeira vez ao vivo

Big FourBig Four
Astros da cena Heavy escolhem banda preferida

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Megadeth"

No alto do casteloNo alto do castelo
As diferenças entre os diferentes estilos de rock e metal

Rob HalfordRob Halford
Resposta educada a comentários de Dickinson

CinemaCinema
O melhor e o pior dos rockstars em filmes

5000 acessosAC/DC: as 10 melhores músicas da banda com Bon Scott5000 acessosAskmen.com: site elege as dez melhores músicas do Nirvana5000 acessosPain Of Salvation: Daniel Gildenlöw fala sobre os Mamonas Assassinas5000 acessosGuns N' Roses: Sebastian Bach ficou surpreso com reunião5000 acessosDavid Lee Roth: strippers, cocaína, maconha e Jack Daniel's5000 acessosEvanescence: mãe de Amy Lee pensou em levá-la ao psiquiatra

Sobre João Vitor Hatum de Mendonça

Nascido no interior de São Paulo em 1988, hoje graduado no curso de Bacharelado em Ciência da Computação, fanático por Rock e Heavy Metal desde pirralho, sendo, hoje, um dos responsáveis pelo site Rust In Page e criador do blog Inside Loud. A paixão pelo Rock surgiu lá pelos 10 anos de idade com um álbum do Aerosmith e, desde então, teve (e ainda tem) entre seus músicos e bandas favoritas nomes como Iron Maiden, Judas Priest, Megadeth, Rush e Van Halen. Mas, independente de rótulos e conceitos pré-definidos, seu gosto musical viaja desde o som mais pesado de um Carcass, até os experimentalismos de um Mr. Bungle e o som mais moderno de um Stone Sour, apenas ouvindo o que lhe agrada e soa bem aos ouvidos. Hoje, além de trabalhar na área de Computação e ser um 'músico' casual, despende parte de seu tempo no blog Inside Loud, em homenagem a uma de suas maiores paixões: a boa e velha música.

Mais matérias de João Vitor Hatum de Mendonça no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online