Geezer Butler: para ser lançado, novo CD deve ser ótimo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Rafael Tavares, Fonte: Blabbermouth
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 04/08/05. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

A revista Metal Edge fez recentemente uma entrevista com Geezer Butler, baixista do BLACK SABBATH, cujos trechos seguem abaixo:

Metal Edge: Já se vão 27 anos desde o último álbum de estúdio com a formação original e o set continua praticamente o mesmo há anos. Para você, o que faz nesse momento o Black Sabbath interessante?

756 acessosBlack Sabbath: projeto Home of Metal chega a São Paulo5000 acessosBandas Novas: 10 coisas que vocês jamais devem dizer no palco

Geezer Butler: Bem, eu estou sempre rezando para que façamos algo diferente. Eu realmente espero que possamos tocar coisas que não podíamos tocar há um tempo atrás. É sempre uma batalha crescente quando tentamos fazer isso.

Metal Edge: Há alguma música em especial que você gostaria de tocar ao vivo?

Geezer Butler: Qualquer coisa! Eu até tocaria algo da Britney Spears só pra fazer algo diferente (risos). Digo, as músicas são ótimas, mas seria legal colocar algo mais diferente, poderia ser como desafiar à nós mesmos.

Metal Edge: Você gostaria de gravar outro álbum com o Black Sabbath?

Geezer Butler: Apenas se for algo acima do padrão. Nós chegamos a fazer algo há alguns anos atrás, mas eu achei que só duas ou três músicas eram boas, o resto não. E as músicas devem ser ótimas para que entrem num novo disco do Sabbath, elas devem ser realmente boas.

Metal Edge: Nesse ponto, o Black Sabbath seria capaz de fazer algo espontâneo como você fez com o "Ohmwork" (novo álbum de Geezer) ou seria da maneira que os primeiros discos foram gravados?

Geezer Butler: Não tenho certeza. Você nunca pode afirmar isso quando se trata de Black Sabbath. Muitos álbuns solos de Tony poderiam ser facilmente álbuns do Black Sabbath, então essa espontâneidade ainda está por aqui em algum lugar. Se isso virá à tona eu não sei.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Black SabbathBlack Sabbath
"Podemos fazer alguns shows pontuais", diz Iommi

756 acessosBlack Sabbath: projeto Home of Metal chega a São Paulo1685 acessosBlack Sabbath: veja unboxing da "The Ten Year War"1214 acessosDoom Metal: os 25 maiores álbuns do gênero0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Black Sabbath"

DilmaDilma
Aulas de motocicleta ao som de U2, AC/DC e Sabbath

"Farewell""Farewell"
10 bandas que fizeram turnê de despedida, mas voltaram

E Se...E Se...
Sua banda favorita mudasse de gênero musical?

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Black Sabbath"

Bandas NovasBandas Novas
10 coisas que vocês jamais devem dizer no palco

HeadbangersHeadbangers
O preconceito mostrado em vídeo bem-humorado

Capas de álbunsCapas de álbuns
30 das piores artes da história

5000 acessosMayhem: banda levou restos humanos para o palco em 20115000 acessosCuriosidade: artistas que odeiam suas próprias músicas5000 acessosSeparados no nascimento: Keith Moon e Marcelo Adnet5000 acessosJess Greenberg: um cover hipnotizante de "Enter Sandman"5000 acessosDeep Purple: Ian Paice não sabe se ainda é amigo de Blackmore5000 acessosNirvana: ninguém notava Dave Grohl, ele era apenas o baterista

Sobre Rafael Tavares

Nascido em 1987, descobri o rock and roll já cedo, aos 6 anos de idade, quando ouvi "I Don't Care About You" com o Guns N' Roses em algum momento de 1993. De lá pra cá minha paixão pela música pesada e, especialmente pelo Guns N' Roses (que estará para sempre marcado em minha pele, alma e coração) cresceu exponencialmente. Sebastian Bach me fez querer virar cantor e o resto é história. Produtor fonográfico, formado em Letras e professor. Tão diversificado quanto o Rock and Roll, essa é minha vida, esse é meu clube. =D

Mais informações sobre Rafael Tavares

Mais matérias de Rafael Tavares no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online