Matérias Mais Lidas

imagemRock in Rio: Pitty alfineta a produção do festival ao revelar qual seria sua exigência

imagemAnitta é a maior roqueira que existe hoje no Brasil, diz integrante do Titãs

imagemSérgio Moro elege banda clássica de Rock como sua favorita

imagemBruce Dickinson revela qual é sua música preferida do Iron Maiden

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemTommy Lee postou uma foto com o "Dr. Feelgood" de fora

imagemNova Fã que descobriu Metallica por Stranger Things quer cancelar banda e reúne provas

imagemLemmy, Filho e Espírito Santo: Gary Holt tem certeza que ele era três ao mesmo tempo

imagemRock in Rio libera ingressos extras e novamente dia do metal é único que não esgota

imagemA reação de Jimi Hendrix ao assistir King Crimson ao vivo

imagemO hit da Legião que Renato Russo compôs para Cássia Eller e traz coincidência trágica

imagemJoão Gordo se reencontra com o amigo Iggor Cavalera; "Agora falta zerar com o vovô"

imagemSe não fosse o Queen, Max Cavalera provavelmente não existiria

imagemLutador Wanderlei Silva curte noite curitibana com Angra e Sons of Apollo

imagemNergal diz que vocalista do Arch Enemy é mais corajosa do que muito metaleiro homem


Stamp

Rainbow In The Dark: Halford comenta homossexualidade em revista

Por Vitor Rangel
Fonte: Decibel Magazine
Em 10/08/06

A revista Decibel conversou em setembro de 2006 com músicos Gays e fãs publicamente assumidos para um artigo chamado "A Rainbow In The Dark".

Um dos entrevistados foi Rob Halford, que apesar de ter passado a maior parte de sua carreira no JUDAS PRIEST, não tinha anunciado oficialmente sua sexualidade até sair do grupo e se concentrar no seu projeto industrial TWO. Porém, ele diz que isto não teve nada a ver com o seu distanciamento do metal tradicional. "Poderia ter acontecido quando eu estava no FIGHT; poderia facilmente ter sido no final da minha passagem pelo PRIEST, antes de eu sair e fazer os meus projetos solos," ele explica. "Foi um momento que aconteceu sem planejamento e premeditação – eu apenas senti as palavras saindo da minha boca. Foi um momento maravilhoso para mim, um momento livre. Quando essa notícia saiu, ela viajou pelo mundo todo, e para algumas pessoas foi um grande choque. Para mim, foi uma coisa importante que eu sentia que tinha que fazer."

"Com o passar do tempo, eu percebo que seria mais difícil dar essa notícia nos anos 70 ou 80" continua Halford, do alto de quem já está no cenário do Heavy Metal desde que o gênero foi criado. "Estava atento ao choque e o dano que isso poderia causar por causa da reação de alguns fãs, gravadoras e mídia, e mais importante, para os meus colegas de banda. Um dos maiores obstáculos que o Gay enfrenta é que colocamos todo mundo em primeiro lugar e nós mesmos em segundo. Estamos sempre pensando: ‘como isso vai afetar a minha família? Como vai afetar os meus colegas de trabalho? Como vai afetar tudo ao meu redor?’ Se eu fosse uma pessoa mais forte naquela época... estou muito mais seguro agora, mas antigamente eu diria, ‘Foda-se todo mundo. Este sou eu. Me aceite ou me rejeite, eu não ligo.’ Novamente, todos aqueles pensamentos são produtos de toda a intolerância, preconceito e ódio que ainda existem."

Os colegas de Halford no JUDAS PRIEST sabiam de sua orientação desde o começo. "Não existiam dúvidas" ele diz. "Eu fui sortudo, pois não poderia ser diferente. Todos sabiam que eu não começaria o show falando 'Oi, eu sou Rob Halford, o Deus do Metal, e sou Gay,’ pois não havia necessidade disto. Nunca sofri nenhuma intolerância pela banda ou comentários maldosos. Eu certamente sofri um pouco com isso nas primeiras turnês que fiz com outras bandas, quando escutava comentários feitos pelas minhas costas. Não me afetava. Eu dizia 'fodam-se'"

"Ainda existem estereótipos de que todo homem Gay é afeminado, fraco e fresco, infelizmente é o tipo de retrato que ainda é passado ao público em geral. No meu mundo, você não conseguiria nada mais forte ou masculino e intenso. Sem querer me bajular, eu ainda acho que esteja rompendo barreiras neste mundo do Metal, embora tenhamos um longo caminho a percorrer. Por aqui no Reino Unido e outras partes na Europa, os Gays foram assimilados pela sociedade pois este realmente deveria ser o objetivo principal – não rotular ou orientar a sexualidade das pessoas. Somos apenas pessoas, todos fazemos parte da raça humana. Seria uma conquista maravilhosa. Ainda acho, que na América, exista um tremendo caminho a ser percorrido."

Porém, antes que alguém pense que Halford planeja lutar pela causa Gay, ele encerra dizendo: "Eu não sou um desses caras Gays com uma causa. Poderia e às vezes realmente penso em subir numa caixa e começar a gritar e protestar, mas não faz parte da minha personalidade. Eu não faço coisas como essa. Francamente, não sou muito eficiente nisso. Existem pessoas mais talentosas que eu na comunidade Gay que possuem uma voz ativa e uma maneira melhor de se explicar. Mas ainda estamos rodeados por vários problemas".

Mais informações podem ser vistas no link abaixo.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Judas Priest: Rob Halford comenta a influência de David Bowie e Alice Cooper

Mark Morton esqueceu intro de música do Lamb Of God e foi salvo por um celular

Rob Halford compartilha a foto mais metal da semana; "O Rei e Eu"

Metralhadora, celebridade algemada: a louca turnê de "British Steel", do Judas Priest

Dez clássicos do rock e do heavy metal que não têm bateria

Max Cavalera diz que deseja trabalhar com Bruce Dickinson e outros dois ícones do metal

Judas Priest: Rob Halford comenta a influência de Led Zeppelin e Queen

Regis Tadeu analisa "Screaming For Vengeance", um dos maiores clássicos do heavy metal

Judas Priest: Produtor relembra rivalidade positiva entre Glenn Tipton e K. K. Downing

Halford ficou jururu ao saber que Judas vai receber "prêmio de consolação" do Rock Hall

Rob Halford relembra as loucuras do passado; "Nós estávamos dançando com a morte"

Rob Halford mostra a imagem mais pesada que você vai ver nesta semana

Metal FC: confira como seria um time de futebol formado por onze ícones do heavy metal

Judas, Megadeth e Van Halen aparecem em lista de "50 piores músicas" de grandes artistas

"O Iced Earth era tão grande quanto o Judas Priest", diz Tim Ripper Owens

Guns N' Roses: Éramos mais Judas Priest que o Judas Priest!

Dez álbuns lançados nos anos 80 que todo headbanger deveria ouvir ao menos uma vez

Björn Strid ficou emocionado quando Halford elogiou o Soilwork; "Chorei por duas horas"

Fotos de Infância: Gene Simmons, do Kiss

Marilyn Manson: ele removeu costelas para praticar autofelação?


Sobre Vitor Rangel

Um carioca apaixonado pela boa música que no momento está cursando o 5º período de Publicidade na PUC-Rio. Teve seu primeiro contato com o rock ainda na infância, quando sua irmã colocava os discos de Iron Maiden e Pantera no toca-fitas de sua casa. Nos últimos anos, tem se dedicado inteiramente à música e à guitarra. Sua banda favorita é Metallica e também é fã incondicional de Zakk Wylde, Steve Vai e John Petrucci. Escuta de tudo um pouco, desde Madonna até Sepultura. Espera que um dia o Metallica ainda venha fazer um show no Brasil e não tem vergonha em dizer que chorou no show do Black Sabbath, em 2004, no Ozzfest.

Mais matérias de Vitor Rangel.