Velvet Revolver: "mais rápido que o Metallica"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Rangel, Fonte: Blabbermouth
Enviar correções  |  Ver Acessos

Apesar de Rick Rubin estar atualmente trabalhando com o U2 em Londres, ele se desdobrou para estar com o METALLICA e o VELVET REVOLVER ao mesmo tempo, disse o baterista do VR, Matt Sorum para o site RollingStone.com no dia 18 de Setembro, durante o aniversário de 35 anos do Hard Rock Café: "Acho que nós iremos ultrapassar o METALLICA no estúdio pois escrevemos músicas mais rápido do que eles," ele comentou.

Andre Matos: "Fui praticamente coagido a ser vocal do Viper!"Lemmy: sob investigação, em 2008, por exibir insígnia nazista

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O título do próximo trabalho do VELVET REVOLVER continua sendo "Libertad", apesar de Sorum ter desmentido os comentários do vocalista Scott Weiland de que o álbum seria conceitual.

"Scott disse algo sobre um álbum conceitual", Sorum disse a ABC Radio. "Mas na verdade, o conceito é deixar tudo pronto, você me entende? (risadas)"

O primeiro álbum do VELVET REVOLVER, "Contraband", foi premiado com disco duplo de platina por vender mais de duas milhões de cópias nos Estados Unidos.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Velvet Revolver"Todas as matérias sobre "Metallica"


Metallica: por que a banda continua na estrada se todos estão ricos?Metallica
Por que a banda continua na estrada se todos estão ricos?

Indústria Fonográfica: as picaretagens das bandas mais velhasIndústria Fonográfica
As picaretagens das bandas mais velhas


Andre Matos: Fui praticamente coagido a ser vocal do Viper!Andre Matos
"Fui praticamente coagido a ser vocal do Viper!"

Lemmy: sob investigação, em 2008, por exibir insígnia nazistaLemmy
Sob investigação, em 2008, por exibir insígnia nazista


Sobre Vitor Rangel

Um carioca apaixonado pela boa música que no momento está cursando o 5º período de Publicidade na PUC-Rio. Teve seu primeiro contato com o rock ainda na infância, quando sua irmã colocava os discos de Iron Maiden e Pantera no toca-fitas de sua casa. Nos últimos anos, tem se dedicado inteiramente à música e à guitarra. Sua banda favorita é Metallica e também é fã incondicional de Zakk Wylde, Steve Vai e John Petrucci. Escuta de tudo um pouco, desde Madonna até Sepultura. Espera que um dia o Metallica ainda venha fazer um show no Brasil e não tem vergonha em dizer que chorou no show do Black Sabbath, em 2004, no Ozzfest.

Mais matérias de Vitor Rangel no Whiplash.Net.

Goo336x280