Iggor Cavalera fala sobre reencontro com Max

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Maurício Dehò, Fonte: Revista Trip
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 12/10/06. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

O ex-baterista do SEPULTURA, Iggor Cavalera, comentou em entrevista à Revista Trip sobre o reencontro com o irmão Max. Iggor se juntou ao ex-guitarrista e vocalista, além de fundador da banda mineira, para um show do SOULFLY em Phoenix, no mês de agosto.

673 acessosMax&Igor contra Sepultura: vídeo compara performances ao vivo5000 acessosFotos de Infância: Kurt Cobain, do Nirvana

Eles não se reuniam havia dez anos, quando o irmão mais velho deixou o SEPULTURA. Confira um trecho da entrevista:

Trip: Como rolou sua visita ao Max?

Iggor: Tudo meio que conspirou. A idéia inicial era ir trocar umas idéias com meu irmão. A gente vinha se falando bastante por telefone, eu já de saco cheio da banda há um tempo, queria fazer coisas novas. Aí decidi sair da banda, liguei para o meu irmão e disse que queria ir. Depois ele me ligou dizendo para participar do show... Se eu tivesse ido só para trocar idéia, ninguém ficaria sabendo. O fato de termos subido juntos no palco, dez anos depois, virou um pandemônio!

Trip: Como foi a conversa?

Iggor: O lance que rolou, que foi o mais chato da história toda, foi com a mulher dele, de ela ser a empresária e a gente achar que não estava sendo legal na época. Isso criou um puta mal-estar. O Max falou: “Ou vou ficar com a minha mulher, ou com os caras e, porra, vou me fuder”. Ficou numa situação horrível, mas que não chegava a ser uma treta, de bater boca. Era um lance que saía na mídia: um falava uma coisa, outro falava outra e aí virava um clima tosco. Agora a gente trocou uma idéia legal, e não só pela parte do “vamos fazer um lance juntos”, que era um desejo meu e dele. Em todas as entrevistas, a gente sempre expressou isso. Ele nunca falou: “Estou bem com o Soulfly, não quero mais ver meu irmão”, ou eu: “Estou bem com o Sepultura, meu irmão faz o lance dele e foda-se”. Ele sempre falou que ia ser legal tocar junto, alguma hora. Só não sabíamos como seria o formato ou a hora. Aí colocamos tudo isso em dia. Ano que vem, vamos sentar e fazer um plano para a destruição total da Terra! [Risos.] A gente sabe que nossa química é foda. Desde molequinho, tínhamos uma visão que era única dos dois. Isso daí vai ser legal pra caralho retomar.

Leia a entrevista completa no link abaixo.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Max&Igor contra SepulturaMax&Igor contra Sepultura
Vídeo compara performances ao vivo

2468 acessosSepultura: Jean Dolabella comenta sobre documentário da banda0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Sepultura"

SepulturaSepultura
O que aconteceria se Max não tivesse saído em 1996?

Roots Bloody RootsRoots Bloody Roots
Versão arrasadora com Soulfly e Igor Cavalera

SepulturaSepultura
Em plena forma e com mais um disco brilhante

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Sepultura"0 acessosTodas as matérias sobre "Soulfly"

Fotos de InfânciaFotos de Infância
Kurt Cobain, do Nirvana, muito antes da fama

Rolling StoneRolling Stone
Revista lista os 100 melhores álbuns dos anos 90

MetallicaMetallica
A letra que fez Hammett e Hetfield chorar

5000 acessosCinema: As 10 melhores aparições de bandas em filmes5000 acessosAC/DC: Brian revela segredo obscuro de Angus Young5000 acessosIron Maiden: veja a banda como você não gostaria de vê-la5000 acessosMetallica: Hetfield explica por que não gosta de bater fotos com fãs5000 acessosPearl Jam: A verdadeira origem do nome da banda5000 acessosIron Maiden: Bruce passou um mês gravando "Empire of the Clouds"

Sobre Maurício Dehò

Nascido em 1986, é mais um "maidenmaníaco". Iniciou-se no metal ao som da chuva e dos sinos de "Black Sabbath", aos 11 anos, em Jundiaí/SP. Hoje morando em São Paulo, formou-se em jornalismo pela PUC e é repórter de esportes, sem deixar de lado o amor pela música (e tentando fazer dela um segundo emprego!). Desde meados de 2007, também colabora para a Roadie Crew. Tratando-se do duo rock/metal, é eclético, ouvindo do hard rock ao metal mais extremo: Maiden, Sabbath, Kiss, Bon Jovi, Sepultura, Dimmu Borgir, Megadeth, Slayer e muitas, muitas outras. E é de um quarteto básico que espera viver: jornalismo, esporte, música e amor (da eterna namorada Carol).

Mais matérias de Maurício Dehò no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online