Grave fala de cover de AIC e critica In Flames

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis, Fonte: Roadie Crew
Enviar correções  |  Ver Acessos

Em recente entrevista à revista Roadie Crew (Ed. 95, capa: Angra), Ola Lindgren, líder do GRAVE, lendária banda sueca de Death Metal, comentou sobre o cover que gravou para "Them Bones" do ALICE IN CHAINS, e fez críticas à nova geração do Death Metal sueco, e ao IN FLAMES. Confira alguns trechos da conversa logo abaixo:

Som ruim, fezes e urina: Um brinde à farsa de WoodstockRockstars que atacaram a igreja, Jesus Cristo e Deus

Sobre o cover de Alice In Chains

"Eu acho essa música excelente, e a tenho em mente há muitos anos. Sempre pensei em 'Them Bones' como uma composição com potencial para ser traduzida perfeitamente no estilo do Grave. Além disso, soa-me interessante e desafiador tocar um cover de uma banda que não está no Death ou Thrash, ou seja, na mesma vertente que nós."

Sobre a nova geração de bandas suecas

"Eles não produzem nada que realmente me interesse. Certamente são bandas que vendem muitos álbuns, até porque a música que fazem é mais fácil do que a dos grupos precursores do Death Metal na Suécia. Difícil é entender porque o In Flames, que está aí há tanto tempo, mantém o mesmo nome após mudar totalmente seu estilo. Digo, é comercialmente compreensível, mas... Enfim, não me importa."




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Covers e Versões"Todas as matérias sobre "Grave"


Mais true que o original: Gangnam Style em versão MetalMais true que o original
Gangnam Style em versão Metal

Minha mulher não deixa não em versão Metal"Minha mulher não deixa não" em versão Metal
"Minha mulher não deixa não" em versão Metal

Slayer: o que acontece quando tentam tocar com um violão?Slayer
O que acontece quando tentam tocar com um violão?


Som ruim, fezes e urina: Um brinde à farsa de WoodstockSom ruim, fezes e urina
Um brinde à farsa de Woodstock

Rockstars que atacaram a igreja, Jesus Cristo e DeusRockstars que atacaram a igreja, Jesus Cristo e Deus
Rockstars que atacaram a igreja, Jesus Cristo e Deus

R.E.M.: banda é dona da faixa que mais faz o homem chorarR.E.M.
Banda é dona da faixa que mais faz o homem chorar

A História do BurzumHistória do rock: Sexo bizarro, drogas, mortes e outros boatosA história do órgão Hammond e das caixas LeslieAs regras do Power Metal - Parte I

Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.