Chris Caffery: "CD parece Zappa tocando Heavy"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por César Enéas Guerreiro, Fonte: Brave Words, Tradução
Enviar Correções  

O guitarrista do SAVATAGE / DOCTOR BUTCHER / TRANS-SIBERIAN ORCHESTRA Chris Caffery está no momento fazendo uma turnê promocional para seu novo álbum solo, "Pins And Needles". Ele divulgou a seguinte mensagem:

"Olá!"

"OK... agora não tenho a mínima idéia de onde estou!"

"Saímos de Frankfurt na noite passada para chegarmos ao hotel onde as bandas estão hospedadas para o show. Estou no meio de lugar nenhum aqui na Alemanha!"

publicidade

"Lugar agradável... Estou usando uma conexão sem fio, que não é muito rápida, para trabalhar aqui no meu quarto. É, estou aqui sentando num sofá no corredor, perto das escadas!"

"Acabei de tomar o meu típico café da manhã europeu... cereais, pão, queijo, ovos cozidos com a gema mole, suco multi-vitamínico, café... todos os hotéis pequenos oferecem praticamente as mesmas coisas. Mas eu tento sempre preparar algum tipo de sanduíche".

publicidade

"Peguei os posters para a turnê na noite passada, a minha foto no MySpace não é a versão final. Ficaram bem legais".

"Não tenho muita certeza, mas acho que tenho que chegar ao local mais ou menos às 2:30 para um ensaio/passagem de som. Só vou tocar 4 músicas, então acho que vai dar tudo certo. Os dois shows estão com lotação esgotada, uns 2.000 ingressos, eu acho".

publicidade

"Haverá reviews e entrevistas o tempo todo para o "Pins". Uma certa revista daqui não entendeu muito bem. Eu traduzi o review e acho que o cara disse que não era uma boa estratégia comercial porque não parecia um CD do Jon Oliva’s Pain ou do Savatage. Você provavelmente não é um bom homem de negócios se a sua música é diferente".

"Depois eu dei uma entrevista a um cavalheiro na Bélgica que disse que o CD era fascinante e que a cada vez que escutava ele gostava mais e mais. Ele disse que chega a ser parecido com Frank Zappa tocando Heavy Metal. Nunca tinha pensado dessa forma, mas dá pra perceber se você escutar o CD com isso em mente. Ele captava o senso de humor no peso. É legal quando alguém realmente escuta a sua música antes de decidir escrever alguma opinião. O engraçado é que eu realmente tenho uma música chamada ‘The Ink’, que é mais bizarra do que qualquer outra coisa neste CD. Eu ia gravá-la mas não tive tempo. Ela fala sobre os críticos e o que eles dizem. Tive essa inspiração quando as pessoas estavam reclamando da quantidade de músicas nos álbuns ‘Faces’ e ‘WARPED’. Fiquei realmente aborrecido em saber que oferecer músicas extras era algo que gerava críticas..."

publicidade

"Então até agora há quatro idéias bem definidas: ‘Muito pesado’, ‘muito diferente’, ‘Depois de escutar mais de uma vez eles realmente adoraram’ e ‘Não soa como o Savatage’. Essas pessoas obviamente não leram os meus informes do estúdio, ou saberiam que eu já dizia quase tudo isso faz tempo!"

"Como já disse, obrigado... tudo isso me inspira a fazer com que o próximo CD seja do car*lho!"

publicidade

"Agora vou tentar dormir um pouco...".

"Fiquem em paz!"

C




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Kiss: Perguntas, respostas e curiosidades diversasKiss
Perguntas, respostas e curiosidades diversas

Iron Maiden: os álbuns da banda, do pior para o melhorIron Maiden
Os álbuns da banda, do pior para o melhor


Sobre César Enéas Guerreiro

Nascido em 1970, formado em Letras pela USP e tradutor. Começou a gostar de metal em 1983, quando o KISS veio pela primeira vez ao Brasil. Depois vieram Iron, Scorpions, Twisted Sister... Sua paixão é a música extrema, principalmente a do Slayer e do inesquecível Death. Se encheu de orgulho quando ouviu o filho cantarolar "Smoke on the water, fire in the sky...".

Mais informações sobre César Enéas Guerreiro

Mais matérias de César Enéas Guerreiro no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin