Carcass: "reunião é viável", diz Michael Amott

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por César Enéas Guerreiro, Fonte: MTV.com, Tradução
Enviar Correções  

Michael Amott, guitarrista do ARCH ENEMY, falou recentemente ao site MTV.com sobre a possibilidade de uma reunião do CARCASS, a legendária banda britânica de grindcore na qual ele tocou no começo dos anos 90.

"Parece que isso nunca desaparece – como se fosse um fantasma que nunca larga de mim", Amott explicou sobre a banda, que foi formada por Bill Steer, guitarrista do NAPALM DEATH, e pelo baterista Ken Owen em 1985. "Mas isso é bom. É um fantasma agradável, já que o CARCASS é uma banda da qual eu me orgulho, porque foi uma das melhores bandas que surgiram dentro daquele estilo de música naquela época. A própria banda parece maior agora do que quando paramos [em 1995]. Mal posso acreditar".

publicidade

"No caso do CARCASS, temos quatro pessoas que seguiram em frente e agora fazem coisas diferentes", disse. "Nos últimos anos tenho sido bem aberto em relação ao meu desejo de reunir o CARCASS... Não é uma questão de ‘Eu realmente quero tocar esse tipo de música?’, porque eu ainda amo completamente o Metal. Eu adoraria fazer isso".

"Nós pensamos ‘Vamos tentar organizar nossas agendas, fazer umas jams e ver se ainda é viável’. Essa questão sempre surge em entrevistas e acabamos ficando intrigados ao pensar se realmente poderia dar certo. Então nos encontramos, ensaiamos durante uma semana e ao final tudo soou incrível. Isso pode ser feito, mas eu não sei – como as agendas de todos mudaram novamente, as coisas meio que saíram dos trilhos. Mas é perfeitamente viável".

publicidade



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Raul Seixas: Perguntas e respostas e curiosidades diversasRaul Seixas
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Slipknot: Ozzy quis entrar pra banda segundo Corey TaylorSlipknot
Ozzy quis entrar pra banda segundo Corey Taylor


Sobre César Enéas Guerreiro

Nascido em 1970, formado em Letras pela USP e tradutor. Começou a gostar de metal em 1983, quando o KISS veio pela primeira vez ao Brasil. Depois vieram Iron, Scorpions, Twisted Sister... Sua paixão é a música extrema, principalmente a do Slayer e do inesquecível Death. Se encheu de orgulho quando ouviu o filho cantarolar "Smoke on the water, fire in the sky...".

Mais informações sobre César Enéas Guerreiro

Mais matérias de César Enéas Guerreiro no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin