Arch Enemy: Amott diz que banda quase mudou nome, e fala de Carcass

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis, Fonte: Roadie Crew
Enviar correções  |  Ver Acessos

Em entrevista exclusiva à Roadie Crew, Michael Amott, guitarrista e líder do ARCH ENEMY, afirmou que a banda quase mudou de nome após a entrada de Angela Gossow, antes do lançamento de "Wages Of Sin" em 2001. O músico falou também sobre a reunião do CARCASS. Acompanhe abaixo alguns trechos da matéria:

Arch Enemy: Jeff Loomis fala qual a primeira música que aprendeu a tocarPaula Fernandes: aos 19 anos ela ia em shows de Black Metal

Mudanças após entrada de Angela Gossow


"[Para 'Wages Of Sin'] chegamos a pensar em mudar o nome da banda, pois tudo estava diferente; músicas, visual, vocais. A entrada de Angela no lugar de Johan Liiva evidentemente virou as coisas de cabeça para baixo dentro e fora do grupo. Basicamente decidimos continuar como Arch Enemy apenas porque já éramos grandes e reconhecidos no Japão. No entanto, acredito que, no final das contas, conseguimos manter várias características que havíamos apresentado nos primeiros discos. 'Wages Of Sin' é o tipo de álbum que lançaríamos com prazer na atualidade."

Possível volta ao Brasil
"Eu adoraria fazer shows em seu país agora em 2008 na turnê de 'Rise Of The Tyrant', apresentando clássicos do Arch Enemy, assim como novas composições."

Mini-DVD e fãs brasileiros "eternizados"


"Os fãs sul-americanos, especialmente os brasileiros, estão eternizados em álbuns e DVDs de bandas como RUSH e IRON MAIDEN. Quando visitamos vocês, compreendemos o que encantou a todos esses grupos, pois os shows foram incríveis. (...) Logo que pensamos em um material bônus e especial [N. do E.: referindo-se ao mini-DVD "Live In South America"], concordamos que nada seria melhor do que imagens de nossa passagem pela América do Sul."

Reunião do CARCASS
"Da maneira como vejo as coisas, o retorno do Carcass é apenas para nos divertirmos, tocarmos grandes músicas que gravamos, e fazermos alguns shows por aí. Não penso em um novo álbum com eles."

A reportagem completa, incluindo todos os detalhes das gravações de "Rise Of The Tyrant", da volta do guitarrista Christopher Amott, e do cover de "The Oath" do KISS, além de discografia completa do ARCH ENEMY comentada por Michael Amott, encontra-se na edição 109 da revista Roadie Crew (capa: IRON MAIDEN), já nas bancas.



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Arch Enemy"Todas as matérias sobre "Carcass"


Arch Enemy: Jeff Loomis fala qual a primeira música que aprendeu a tocarNevermore: "Impossível voltar sem Warrel Dane", diz Jeff Loomis

Arch Enemy: Antes da fama, Alissa teve talento questionado no ÍdolosArch Enemy
Antes da fama, Alissa teve talento questionado no Ídolos

Arch Enemy: Angela fala sobre dificuldade em ser mãeArch Enemy
Angela fala sobre dificuldade em ser mãe


Paula Fernandes: aos 19 anos ela ia em shows de Black MetalPaula Fernandes
Aos 19 anos ela ia em shows de Black Metal

Legião Urbana: a versão de Renato Rocha sobre a sua saídaLegião Urbana
A versão de Renato Rocha sobre a sua saída


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.