Jimmy Page, The Edge e Jack White: comentários sobre filme

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ligia Fonseca, Fonte: Brave Words, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 10/10/08. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

“It Might Get Loud”, novo documentário do ganhador do Oscar Davis Guggenheim (de "Uma Verdade Inconveniente"), fez sua estréia mundial no Festival Internacional de Cinema de Toronto 2008 em 5 de setembro e será lançado nos cinemas no ano que vem. O filme conta com Jimmy Page (LED ZEPPELIN), The Edge (U2) e Jack White (WHITE STRIPES).

1006 acessosBanda dos sonhos: qual seria a sua?5000 acessosFotos de Infância: Pantera

O moderador da coletiva de imprensa do Festival, George Stromboulopoulos, perguntou a Page como ele se envolveu no projeto. "Fiquei fascinado com a idéia, e quando soube que Jack e The Edge iam participar, fiquei mais fascinado ainda. É claro que conhecia o trabalho de Davis antes disso. Devo dizer que a forma com que Davis apresentou isso a mim foi bem peculiar. Meu ponto forte é tocar música. Eu me sinto mais em casa tocando no palco, gravando ou compondo música do que falando sobre ela. Obviamente ele pensou bastante nisso e disse: 'nossa abordagem será gravar isso como uma entrevista em áudio. Isso nos deu uma chance de nos conhecermos e quebrou o gelo, de alguma forma", disse Page.

Stromboulopoulos: Tenho que falar sobre isso, sobre o elefante na sala. O que está acontecendo com a reunião do Led Zeppelin, você consideraria uma reunião com Jack e The Edge no palco, ou como um álbum?

White: "Bom, eu fico com a bateria!"

Edge: "Eu faria algo se o dinheiro fosse ótimo [risos]. Acho que o que você vê ao longo do filme são três pessoas que têm o mesmo amor pela música e que, no final do filme, gostam mesmo umas das outras. Quem sabe aonde isso pode ir? Não quero falar nada, mas é claro que há respeito ali".

White: "Era sobre aproveitar aquele momento. Eu me vi no filme assistindo a Jimmy tocar 'Whole Lotta Love', e pensei 'pare de sorrir'. Eu estava com um sorriso tão estúpido".

Leia mais sobre a coletiva de imprensa neste link.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Fatos DesconhecidosFatos Desconhecidos
Personalidades que supostamente fizeram pacto com o diabo

1006 acessosBanda dos sonhos: qual seria a sua?4408 acessosEm 07/07/1980: O último show de John Bonham474 acessosLoudwire: em vídeo, 10 maiores riffs de metal dos anos setenta0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Led Zeppelin"

Led ZeppelinLed Zeppelin
Myles Kennedy conta de seu teste para vocalista

Fotos de InfânciaFotos de Infância
Robert Plant, do Led Zeppelin, muito antes da fama

GrammyGrammy
Artistas amados que nunca ganharam um

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Cinema e TV"0 acessosTodas as matérias sobre "Led Zeppelin"0 acessosTodas as matérias sobre "U2"0 acessosTodas as matérias sobre "White Stripes"

Fotos de InfânciaFotos de Infância
Phil Anselmo, Dimebag, Rex Brow e Vinnie Paul

Dave MustaineDave Mustaine
A bizarra semelhança com um Cocker Spaniel

Paula FernandesPaula Fernandes
Aos 19 anos ela ia em shows de Black Metal

5000 acessosAfinal de contas, o que é um riff?5000 acessosSeparados no nascimento: Paul Stanley e Sidney Magal5000 acessosAC/DC: isso sim é uma bela estrada para o inferno4661 acessosStone Sour: Corey Taylor acha que o Grammy é ridículo5000 acessosKorn: Jonathan Davis ficou chocado com comentários de Obama5000 acessosCasamento homoafetivo: rockstars postam mensagens sobre decisão

Sobre Ligia Fonseca

Tradutora, formada em Jornalismo pela PUC-SP, resolveu mudar de carreira quando percebeu que gostava mais de traduzir do que de escrever textos. Descobriu o rock aos 5 anos, ao assistir o clipe de “I Love it Loud” do Kiss.

Mais matérias de Ligia Fonseca no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online