Acheron: comentários do grupo sobre a turnê brasileira

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por César Enéas Guerreiro, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar Correções  

Vincent Crowley, fundador do ACHERON, divulgou a seguinte nota:

"No fim de semana passado tivemos a turnê brasileira GRAVE / ACHERON 2008. Mas as coisas não começaram muito bem. Kyle [Severn; INCANTATION, WOLFEN SOCIETY] e eu não pudemos decolar de Columbus, Ohio, por causa do tempo, o que atrasou nosso vôo para Newark, Nova Jérsei, e acabamos perdendo nossa conexão para São Paulo. Tentamos a noite toda embarcar em outro vôo, mas não conseguimos. Por isso o ACHERON teve que cancelar seu primeiro show em São Paulo. A banda gostaria de pedir desculpas a todos os fãs por não termos conseguido fazer o show. Mas não pudemos fazer nada. O ACHERON promete voltar no ano que vem para compensar o show que foi cancelado! Esperamos vê-los nessa oportunidade!"

publicidade

"Mas ficamos muito satisfeitos por termos tocado nos dois últimos shows em Belo Horizonte e Porto Alegre com a banda sueca de death metal GRAVE! Mesmo dormindo pouco e ficando em aeroportos e hotéis a maior parte de nosso tempo livre, o ACHERON gostou muito de ter tocado no Brasil. Mal podemos esperar para voltarmos!"

"Gostaríamos de agradecer a Ola, Fredrik, Magnus e Ronny do GRAVE, nosso road manager Victor Barbosa e a todos os nossos fãs por terem feito dessa uma experiência matadora. E um muito obrigado especial a Eduardo Lane, da Tumba Records, que ajudou para que tudo isso acontecesse! Obrigado por ter nos tratado tão bem e por ter nos mostrado São Paulo depois dos shows! E por último, mas não menos importante, obrigado a todas as belas mulheres do Brasil! Acreditem, o ACHERON estará de volta em breve!"

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Legião Urbana: a versão de Renato Rocha sobre a sua saídaLegião Urbana
A versão de Renato Rocha sobre a sua saída

Manowar: o dia em que a banda arregou pro Twisted SisterManowar
O dia em que a banda arregou pro Twisted Sister


Sobre César Enéas Guerreiro

Nascido em 1970, formado em Letras pela USP e tradutor. Começou a gostar de metal em 1983, quando o KISS veio pela primeira vez ao Brasil. Depois vieram Iron, Scorpions, Twisted Sister... Sua paixão é a música extrema, principalmente a do Slayer e do inesquecível Death. Se encheu de orgulho quando ouviu o filho cantarolar "Smoke on the water, fire in the sky...".

Mais informações sobre César Enéas Guerreiro

Mais matérias de César Enéas Guerreiro no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin