AC/DC: mãe leva cinzas do filho para show da banda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Daniel Faria, Fonte: Canoe, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

A matéria a seguir foi publicada no Canoe em janeiro de 2009:

3106 acessosPhil Rudd: por que ele se recusa a fazer solos de bateria5000 acessosManowar: o dia em que a banda arregou pro Twisted Sister

“For those about to rock, we salute you!”.

Mantendo um pingente de clave de Sol com cinzas do seu filho próximo ao coração, Tracey Hart curtiu o AC/DC ontem à noite no Rogers Centre, pois ele não pôde.

Devon, o filho, morreu de fibrose cística em março de 2006, aos 15 anos de idade, depois de ver sua saúde se deteriorar em um curto período de duas semanas. E seu único desejo era de ver um show de sua banda favorita.


Hart, 41, planejou assistir o show com a enteada dela, usando a jóia contendo as cinzas de Devon e em companhia de um dos melhores amigos do filho, Justin. Os três usaram camisas que diziam "Estamos aqui por Devon Lee Riley. Nós o saudamos".

"Ele vivia e respirava AC/DC", Hart disse antes do show. "Tocaram 'Thunderstruck' no seu funeral, e ele foi cremado com uma camiseta do AC/DC. Se Devon tivesse uma música-tema, seria 'Thunderstruck'".

Quando o AC/DC veio para Toronto em 2003 para tocar no SARStock, Devon perdeu a oportunidade de vê-los. Sua mãe prometeu que ela o levaria da próxima vez, mas ele morreu antes.

"Eu chorei até dormir por volta das 6 da manhã, pois fiquei realmente triste por ele não poder estar aqui", ela disse.

Diagnosticado com a doença depois de quatro dias de vida, Devon teve uma existência curta, mas fez muitos amigos na sua cidadezinha natal de Forest. Um estudante exemplar, ele gostava de videogames, filmes e tocar guitarra.

"Ele era obcecado por zumbis", Hart ri. "Então agora nós vamos sair para jantar no aniversário dele e assistiremos um filme de zumbis horrível em sua honra".

Os tickets do show de ontem irão para uma "shadow box" que também contém outras memórias de Devon -- uma foto autografada de Dane Cook, doces Fuzzy Peach, um pedaço do cabelo dele e a carta do Eye Bank of Canada, que dizia que a doação de córneas do filho dela deram a visão a dois adolescentes cegos.

A única coisa para completar seria uma palheta autografada por Angus Young do AC/DC. "Eu tentei em vão durante um ano entrar em contato com alguém que pudesse arrumar, e eu nunca tive nenhum dos meus e-mails respondidos, então eu finalmente desisti", ela disse.

Hart afirmou que ela estava se preparando para uma música em especial durante o show: "Nós provavelmente éramos as únicas três pessoas chorando quando eles começarem a tocar 'Thunderstruck'", afirmou. "Eu acredito (que o espírito dele) estava vivendo no ônibus da tour com a banda".

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 10 de janeiro de 2013
Post de 10 de janeiro de 2015

Phil RuddPhil Rudd
Por que ele se recusa a fazer solos de bateria

1468 acessosRock: gênero é um trintão decadente, segundo Spotify753 acessosAC/DC: a primeira vez com "Let There Be Rock"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "AC/DC"

AC/DCAC/DC
Segurança mostra o espírito de um verdadeiro fã

AC/DCAC/DC
Vocalista original teria voltado se pagassem bem

Guns N Roses e AC/DCGuns N' Roses e AC/DC
Axl Rose tem uma bengala pornô

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "AC/DC"

ManowarManowar
O dia em que a banda arregou pro Twisted Sister

Total GuitarTotal Guitar
Os melhores e piores covers da história

Capas de álbunsCapas de álbuns
As mais obscuras e marcantes da história

5000 acessosManowar: o dia em que a banda arregou pro Twisted Sister5000 acessosTotal Guitar: os melhores e piores covers da história5000 acessosCapas de álbuns: as mais obscuras e marcantes da história3210 acessosIron Maiden: cerveja Trooper em latão de 500ml5000 acessosHall Of Fame: 500 Músicas Que Marcaram o Rock and Roll5000 acessosArch Enemy: "nós não queremos ser o próximo Metallica"

Sobre Daniel Faria

Nascido em 1977, cresceu em um lar onde rock progressivo dominava as ondas do ar. Aos 12 anos, com a compra de "Paranoid" (Black Sabbath) tudo mudou e o metal gradualmente passou a ser o som predominante em casa. Estudou Computer Science / Applied Science pela Concordia University (Montreal, Québec, Canada) e hoje vive em um vilarejo rural em Simcoe County, centro-sul de Ontario, Canada.

Mais matérias de Daniel Faria no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online