Matérias Mais Lidas

David Gilmour: surpreendendo ao revelar sua música favorita de todos os temposDavid Gilmour
Surpreendendo ao revelar sua música favorita de todos os tempos

Chorão: quando o vocalista do Charlie Brown Jr tretou com Hermes e RenatoChorão
Quando o vocalista do Charlie Brown Jr tretou com Hermes e Renato

Myles Kennedy: um dos guitarristas favoritos dele é brasileiroMyles Kennedy
Um dos guitarristas favoritos dele é brasileiro

Rock in Rio: festival é adiado oficialmente para 2022; confira as novas datasRock in Rio
Festival é adiado oficialmente para 2022; confira as novas datas

Iron Maiden: como soaria se Enter Sandman, do Metallica, fosse deles? VejaIron Maiden
Como soaria se "Enter Sandman", do Metallica, fosse deles? Veja

Metal Hammer: revista elege Chop Suey! como a melhor música do século (até agora)Metal Hammer
Revista elege "Chop Suey!" como a melhor música do século (até agora)

Rodolfo Abrantes: ele sentiu presença maligna em shows do Slayer e Marilyn MansonRodolfo Abrantes
Ele sentiu presença maligna em shows do Slayer e Marilyn Manson

Baterista: quem é o mais injustiçado entre Ringo Starr e Peter Criss?Baterista
Quem é o mais injustiçado entre Ringo Starr e Peter Criss?

Epica: Simone Simons virou a rainha do lar durante a pandemiaEpica
Simone Simons virou a rainha do lar durante a pandemia

David Gilmour: Bis terá programação especial neste sábado, 75° aniversário deleDavid Gilmour
Bis terá programação especial neste sábado, 75° aniversário dele

Guns N' Roses: DJ Ashba recusou convite para ficar na banda após volta de SlashGuns N' Roses
DJ Ashba recusou convite para ficar na banda após volta de Slash

Queen: Brian May perdeu fita com solos de guitarra selecionados por Freddie MercuryQueen
Brian May perdeu fita com solos de guitarra selecionados por Freddie Mercury

Raphael Mendes: e se Bruce Dickinson cantasse Welcome To The Jungle, do Guns N' RosesRaphael Mendes
E se Bruce Dickinson cantasse "Welcome To The Jungle", do Guns N' Roses

Papa Roach: vocalista machuca pescoço ao mostrar como fazer shows em 2021; vejaPapa Roach
Vocalista machuca pescoço ao mostrar como fazer shows em 2021; veja

Women In Metal: de Lita Ford até Tarja, 10 clássicos do metal cantados por mulheresWomen In Metal
De Lita Ford até Tarja, 10 clássicos do metal cantados por mulheres


Stamp

Jack e os Estripadores: entrevista com integrante no PBI

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Edu Santos, Fonte: Projeto Banda Independente, Press-Release
Enviar Correções  

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

Angelo S, da banda JACK E OS ESTRIPADORES, que iniciou suas atividades nos anos oitenta, foi entrevistado pelo Projeto Banda Independente, confira alguns trechos:

Como foi a idéia lá no final dos anos 80 de montar uma banda?

"Foi natural, tínhamos todos os componentes prá receita: adolescentes cheios de energia, fanáticos por filmes de terror e rock’n’roll. Na verdade não éramos muito diferentes do resto da garotada a nossa volta, só acho que tínhamos mais vontade de expor nossas idéias que a maioria, éramos muito criativos e estávamos sendo estimulados a ler e escrever muito em uma aula de literatura na escola, isso foi fundamental prá começar a compor. Quando descobrimos a o punk rock e toda aquela rebeldia que a o acompanhava, vimos que aquele era o caminho a seguir. O rock brasileiro vivia seu auge, parecia que realmente era possível aprender a tocar e ser como aqueles caras que víamos na TV. Veja bem: ainda teríamos que aprender a tocar, mas isso até era meio comum na época. No nosso caso acho que a diferença é que nenhum de nós sabia tocar e não tínhamos nem dinheiro prá comprar os instrumentos ou fazer aulas, fomos autodidatas e a falta de verba dificultou muito as coisas no começo. Aliás, dificulta até hoje, hahaha..."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Qual a diferença do cenário punk gaúcho para os dias de hoje?

"Na época haviam muitas bandas de hardcore, no sentido 'Dead Kennedys' e 'Black Flag' da palavra, não essa porcaria que chamam de hardcore hoje em dia. Hardcore era o termo usado para pornografia, extremismo, e era isso que havia na música, pornografia, anti-religião, músicas recheadas de palavrões e ataques explícitos contra o governo e as convenções sociais. Não consigo entender como foram adaptar o nome para algo tão boçal quanto o hardcore que se faz hoje em dia. Quer dizer, na verdade todos entendemos... Mas não levem isto pro lado da intolerância, apenas estou dizendo que hardcore era OUTRA coisa".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O que sentem falta daquela época?

"Sentimos falta dos Ramones... Hahaha... Sério, era muito agradável saber que eles andavam por aí... Na época jamais imaginávamos poder assistir uma grande banda punk ao vivo, ainda mais em Porto Alegre: o DK tinha acabado, os Pistols e o Clash também, Ramones poucos conheciam, Toy Dolls e Misfits então, nem se fala. Dinheiro nós não tínhamos de maneira alguma para ir a SP ver um show. E então aconteceu dos Ramones virem a Porto Alegre, e duas vezes. No show de 1991 fomos ao hotel onde eles estavam hospedados e pudemos conhecê-los e bater fotos com todos eles, o CJ já era o baixista na época. Realmente aquele momento marcou a todos nós, acho que dificilmente será superado. Depois disto acabamos vendo o Toy Dolls e falando com eles também, Misfits e TSOL idem, conversei longamente com o Glen Matlock dos Pistols recentemente aqui em POA, tudo isso foi memorável, mas nada superou os velhos Ramones ali, ao nosso lado. Até hoje acho inacreditável que os três tenham morrido em tão curto espaço de tempo".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Flavio Maranhao
publicidade
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Depressão: 10 músicas que devem ser evitadasDepressão
10 músicas que devem ser evitadas

Slash: uso excessivo de drogas chocou David BowieSlash
Uso excessivo de drogas chocou David Bowie


Sobre Edu Santos

Eduardo gosta de classic rock, heavy metal e curte muito sons independentes, sempre a procura de novas bandas que consigam despertar interesse no publico em geral, atualmente dirige ao lado de sua esposa o site www.projetobandaindependente.com.br e mantém o blog loucurasdomeueu.blogspot.com onde às vezes tenta incorporar um poeta. Tocou em diversas bandas de rock, conhece muito sobre o circuito rock and roll independente. Trabalhou durante anos com música, realizando eventos de toda natureza, lombando caixas e dominando a técnica de sonorização de palco.

Mais informações sobre Edu Santos

Mais matérias de Edu Santos no Whiplash.Net.