Andreas Kisser: Air guitar, loucura imaginária ou arte real?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Emanuel Seagal, Fonte: Yahoo Música
Enviar Correções  

Andreas Kisser, guitarrista do SEPULTURA, escreveu em sua coluna no Yahoo! a respeito da prática de air guitar. Confira abaixo um trecho do artigo.

Andreas Kisser: Guitarras, guitarristas e suas experiências tocando ao redor do mundoGuns N' Roses: a história da saída de cada integrante

"Atire a primeira palheta quem nunca dedilhou um solo apoteótico ou "tocou" um riff arrebatador em uma guitarra invisível, sentindo-se por alguns instantes o próprio Jimmi Hendrix, Angus Young, Yngwie Malmsteen ou tantos outros virtuoses do instrumento de verdade.

Fingir tocar uma guitarra é um hábito provavelmente tão antigo quanto o próprio rock and roll. Guitarristas e não guitarristas de todo o mundo viajam em suas performances, turbinados normalmente pela energia que vem das músicas e pela reverência a suas bandas e ídolos favoritos, enquanto observadores desavisados manifestam as mais diversas reações, geralmente espanto, incredulidade e risos, muitos risos.

O air guitar é classe A. Talvez um dos temperos mais loucos originados do rock. Sua prática torna possível a qualquer pessoa experimentar a sensação de ser uma estrela do rock sem necessariamente ser uma. Não seria exagero afirmar que o air guitar ajuda a democratizar a música ao permitir que seus praticantes sintam-se como seus ídolos, independente da idade, sexo, profissão, preferências ou habilidades musicais. Acrescente profissionalismo a esses elementos, com palco, luzes, público, regras bem definidas e....pronto, temos um evento divertidíssimo, agitado e organizado: puro rock!

É o que acontece anualmente em mais de 20 países, quando air-virtuoses degladiam-se em campeonatos nacionais tentando faturar o grande prêmio: uma viagem à Finlândia para representar seu país no Campeonato Mundial de Air Guitar! À primeira vista pode parecer coisa de doido, mas enganam-se os que pensam desta forma.

Há alguns anos eu e o Roger (Ultraje a Rigor) fomos convidados a assistir uma amostra de air guitar no SESC, em São Paulo. Experiência foi muito divertida. A pessoa tem que ter muita coragem e desprendimento para fazer isto. Foi extremamente engraçado, nós rolamos de rir! Apareceu de tudo por lá, gente de terno tocando AC/DC, mulheres no death metal e até grupos com guitarra, baixo e bateria.

A matéria completa pode ser conferida aqui.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Andreas Kisser: Guitarras, guitarristas e suas experiências tocando ao redor do mundoAndreas Kisser
Guitarras, guitarristas e suas experiências tocando ao redor do mundo

Sepultura: Assista live com João Gordo, Andreas Kisser e Paulo Jr.Sepultura
Assista live com João Gordo, Andreas Kisser e Paulo Jr.

Paulo Baron: Andreas Kisser, Branco Mello e Carlinhos Brown em entrevista (vídeo)Paulo Baron
Andreas Kisser, Branco Mello e Carlinhos Brown em entrevista (vídeo)

Andreas Kisser: Andre Matos foi um grande amigo e uma grande inspiraçãoAndreas Kisser
Andre Matos foi um grande amigo e uma grande inspiração

Andreas Kisser: seus solos de guitarra preferidos no MetalAndreas Kisser
Seus solos de guitarra preferidos no Metal


Porta dos Fundos: Andreas Kisser e a cobrança dos metaleirosPorta dos Fundos
Andreas Kisser e a cobrança dos metaleiros

Andreas Kisser: Andre Matos tocava Iron Maiden numa época que poucos conseguiamAndreas Kisser
Andre Matos tocava Iron Maiden numa época que poucos conseguiam


Guns N' Roses: a história da saída de cada integranteGuns N' Roses
A história da saída de cada integrante

Rock, Revolução e SatanismoRock, Revolução e Satanismo


Sobre Emanuel Seagal

Descobriu o metal com clássicos como Iron Maiden e Black Sabbath. Hoje em dia, entre outros gêneros musicais, e sem se limitar a rótulos, ouve principalmente doom, viking e folk metal. Sempre que possível está em busca de novas bandas que tenham algo a transmitir alem de clichês, e mesmo em meio a tantas novidades não dispensa pérolas como o bom e velho Candlemass. Acompanha o Whiplash! desde os primórdios, tendo iniciado sua vida de internauta no mesmo ano de criação do site (1996). Há algum tempo está envolvido com metal, seja trabalhando com eventos, bandas, gravadoras ou imprensa, na tentativa de contribuir de alguma forma para o crescimento desse que é um dos segmentos mais apaixonantes da música, o metal.

Mais informações sobre Emanuel Seagal

Mais matérias de Emanuel Seagal no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin