Kiss: "Onze músicas, onze campeãs!", relata Paul Stanley

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Thiago Coutinho e Karina Detrigiachi, Fonte: Website oficial, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 07/07/09. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Após o baterista do KISS, Eric Singer, comentar o processo de composição do novo álbum do grupo, cujo lançamento deve acontecer no segundo semestre, agora é a vez do vocalista Paul Stanley falar sobre o vindouro trabalho. O texto foi publicado no website oficial da banda estadunidense, o KissOnline.com.

529 acessosMarcos de Ros: Gene Simmons, o Capitalista Malvadão5000 acessosContra-baixo: as melhores introduções do Heavy Metal

“Finalizamos o novo álbum. O que pode ser uma surpresa para todos é que o trabalho foi feito com o nosso melhor. Por mais que outras vezes tentássemos alcançar isso, a química, a formação ou a total falta de comprometimento de todos os envolvidos possa ter sido a causa por tornar isso impossível. Não agora. Não dessa vez”, afirmou Stanley.

“Sei que vocês concordarão com isso quando ouvirem o álbum”, disse o cantor. “Antes de começarmos a gravá-lo, eu disse que só estaria interessado em fazê-lo se seguíssemos certas regras, um total comprometimento de todos os envolvidos, que fosse um álbum tradicional do KISS, orientado para as guitarras, sem músicos de fora e que a minha opinião fosse a final. Todos concordaram e sei que todos dirão que nunca nos divertimos tanto”, reiterou.

“Nós quatro fizemos desse trabalho a nossa prioridade. Todos se envolveram dia após dia. Do primeiro dia de composição ao último de gravação, todos estavam lá dando 100% de si para fazermos um álbum que estava em nós. Nunca vi Gene [Simmos, baixista] tão altruísta (sim, o Gene), focado e trabalhando duro. Seu modo de tocar baixo e toda a sua contribuição ajudaram a fazer este o álbum que vocês quiseram por muito tempo. Sem este espírito, isso nunca teria acontecido”.

“Quanto ao Tommy [Thayer, guitarrista] e seu modo de tocar, que está firmemente enraizado em nossa história, enquanto também pôde deixar a sua própria marca. O modo como ele cantou, suas contribuições no processo de composição e seu total envolvimento deixaram claro o que há tanto tempo estava perdido”.

“E nesses vinte anos que conheço Eric [Singer, baterista], nunca o vi tão relaxado e criativo. Seu modo de tocar nesta fundação foi o nosso próximo passo à frente. Sem cansaço e cheio de espírito e swing. Muitos cantores por aí não têm o alcance vocal de Eric. Seu modo de cantar está demais em sua música e em todo o restante do álbum. Esperem até conferirem o que temos para vocês. Eu sôo orgulhoso de todos e do que fizemos juntos? Sim, eu sôo, e devia soar. Onze músicas, onze campeãs. Este é o KISS, o KISS clássico. Há um longo tempo chegando”, findou o vocalista.

Ainda não há data definida do lançamento do vindouro álbum ou o seu título.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Paul StanleyPaul Stanley
"Guitarristas não aprendem a fazer base"

529 acessosMarcos de Ros: Gene Simmons, o Capitalista Malvadão493 acessosAce Frehley: "Anomaly" ganha versão deluxe; ouça música inédita765 acessosKiss: bicicleta de triathlon em edição limitada0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Kiss"

KissKiss
Minions cantando "Rock N' Roll Al Nite" em animação

Paul StanleyPaul Stanley
O defeito congênito nas orelhas do músico

Sexo e rockSexo e rock
Paul Stanley: "Tire as drogas e me dê os outros dois!"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Kiss"

Contra-baixoContra-baixo
As melhores introduções do Heavy Metal

HumorHumor
Você está ouvindo rock progressivo demais quando...

Rolling StoneRolling Stone
As melhores faixas que fazem parte de álbuns ruins

5000 acessosQuais são os rockstars mais chatos do mundo?5000 acessosSlash: guitarrista enumera seus 10 riffs favoritos5000 acessosEsquire: Integrantes do Metallica fingem ser do Led Zeppelin5000 acessosW. Axl Rose: antes do Hollywood Rose e do Guns houve o Rapidfire5000 acessosFotos de Infância: Red Hot, Pearl Jam, Blink, Faith no More, RATM e mais5000 acessosGuns N' Roses: Steven Adler diz que já deu, encerrou o assunto

Sobre Thiago Coutinho

Formado em Jornalismo, 23 anos, fanático por Bruce Dickinson e seus comparsas no Maiden. O heavy metal surgiu na minha vida quando ouvi o vocalista da Donzela de Ferro em "Tears of the Dragon", em meados de 1994. Mas também aprecio a voz de pato bêbado do controverso Dave Mustaine, a simplicidade do Ramones, as melodias intrincadas do Helloween, a belíssima voz de Dio ou os gritos escabrosos de Rob Halford. A Whiplash apareceu em minha vida sem querer, acho que seus criadores são uns loucos amantes de rock e acredito que este seja o melhor site de rock do país, sem qualquer demagogia!

Mais matérias de Thiago Coutinho no Whiplash.Net.

Sobre Karina Detrigiachi

Designer, nascida na cidade de São Paulo, Kari como é mais conhecida, cresceu ouvindo Deep Purple, Led Zeppelin, Skid Row e Alice Cooper. É apaixonada por todas as vertentes do Metal, porém ouve de tudo um pouco sem se prender a rótulos.

Mais matérias de Karina Detrigiachi no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online