Slash: várias músicas do Guns em sua nova turnê solo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Milena Dias de Paula, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 16/02/10. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Todd Martens, do the Los Angeles Times, recentemente conduziu uma entrevista com o legendário guitarrista Slash (GUNS N' ROSES, VELVET REVOLVER). Alguns trechos da conversa podem ser conferidos abaixo.

5000 acessosChester Bennington: Slash comenta a morte do vocalista5000 acessosHeavy Metal Fail: os Trues também saem mal na foto

A respeito da performance de "Sweet Child O' Mine", marca registrada do GUNS N' ROSES, com Fergie e o THE BLACK EYED PEAS quando a banda pop abriu o show do U2 no Rose Bowl, em 2009:

"Isso foi novo pra mim. Sair e tocar 'Sweet Child O' Mine' em frente a milhares de pessoas no Rose Bowl com um grupo diferente. Eu nunca tinha tocado essa música com ninguém além do GUNS N' ROSES. Fergie me perguntou se eu toparia tocar com ela, e ela é, honestamente, uma das poucas cantoras a quem eu confiaria essa música."

A respeito do seu novo álbum, no qual ele se juntou com artistas de vários gêneros, incluindo Ozzy Osbourne, Kid Rock e Adam Levine, vocalista do MAROON 5:

"Eu não estava tentando, conscientemente, construir qualquer tipo de ponte entre as gerações ou tentando ser eclético. Eu escrevi as músicas primeiro e então eu peguei os diferentes estilos dessas músicas que eu estava escrevendo e designei a cantores que eu pensei que poderiam gostar delas ou para quem eu achei que seria apropriado. Então, por exemplo, eu disse, 'Adam Levine iria ficar fantástico nesta música'. Assim, uma vez que isso poderia ser fora dos padrões do Slash, eu soube que seria ótimo."

"Como um artista solo eu poderia fazer diversas coisas que não são apropriadas aos parâmetros de uma banda. Isso é uma expressão musical pra mim. Eu forneci música para os cantores e eles poderiam usar elas como quisessem. Nós colaboramos com algumas pessoas quanto a música e fizemos o que foi necessário para fornecer o máximo de informações ao cantor e, em alguns momentos, o arranjo que eu fiz na demo foi exatamente o que apareceu na gravação. Eles tiveram passe livre quanto a letra e a melodia dos vocais."

A respeito de como ele quis que seu novo álbum solo fosse o mais independente possível, tanto para os fins da criatividade, quanto para os negócios:

"Em virtude das minhas experiências nesses últimos 20 anos, eu obtive um novo ponto de vista na vida. Não há drama. Não há complicação ou situações complexas para escrever ou gravar. Foi tão indolor. Isso mudou toda a minha perspectiva sobre o quão complicado trabalhar sozinho pode ser."

A respeito do seu plano de tocar várias músicas dos tempos de GUNS N' ROSES em sua nova tour solo com Myles Kennedy, do ALTER BRIDGE, nos vocais:

"Mais do que tudo, isso é porque Myles é um cantor extremamente capaz. Ele conhece aquelas músicas e ele as canta perfeitamente. Muitas dessas músicas estão em condições em que a maioria das pessoas não consegue cantar, mas Myles consegue e ele pode fazer isso do coração. Essa é a razão verdadeira para desempacotar certo material que eu nunca tinha tocado com ninguém mais."

Leia a entrevista completa do Los Angeles Times.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Chester BenningtonChester Bennington
Slash comenta a morte do vocalista

1800 acessosGuns N' Roses: os 30 anos de Appetite na capa da nova Kerrang!2682 acessosWagner Nascimento: Tocar como o Slash?? Muito fácil!!0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Guns N' Roses"

Guns N RosesGuns N' Roses
O código na capa de The Spaghetti Incident

Lemmy no GrammyLemmy no Grammy
Um tributo digno com Alice Cooper, Johnny Depp e Duff McKagan

Guns N RosesGuns N' Roses
"Ele me deu esta oportunidade, se quiser pode me demitir amanhã"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Slash"0 acessosTodas as matérias sobre "Guns N' Roses"

Heavy Metal FailHeavy Metal Fail
Os Trues também saem mal na foto

MetallicaMetallica
A letra que fez Hammett e Hetfield chorar

Death MetalDeath Metal
As 10 melhores bandas de acordo com a AOL

5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 20095000 acessosEmo: gênero que todos amam odiar sem conhecer absolutamente nada5000 acessosRoqueiro poser: 100 regras essenciais para se tornar um5000 acessosUltraje a Rigor: Roger diz que foi tratado como lixo pela equipe dos Stones5000 acessosAnimais e rockstars: você consegue identificar quem é quem?3834 acessosÁlbuns Homônimos: algumas pérolas que levam o mesmo nome da banda

Sobre Milena Dias de Paula

Nascida em 1988, formada em Letras pela USP, é revisora, tradutora e escritora, cheia de sonhos e projetos pra escrever seus muitos livros. Apaixonada por literatura, línguas e culturas estrangeiras, fotografia, escrever e música. Heavy/Power/Speed Metal e Hard Rock são praticamente como o ar que respira. Acha que os anos 80 são a melhor época da música e praticamente tudo o que é relacionado a esse período a fascina. No topo das bandas preferidas estão Edguy, Mr. Big e Gotthard.

Mais informações sobre Milena Dias de Paula

Mais matérias de Milena Dias de Paula no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online