Matérias Mais Lidas

imagemAs seis músicas do Metallica que Dave Mustaine ajudou a escrever

imagemAnitta é a maior roqueira que existe hoje no Brasil, diz integrante do Titãs

imagemSérgio Moro elege banda clássica de Rock como sua favorita

imagemJoão Gordo relembra proposta de fazer propaganda de calmante com Dado Dolabella

imagemAs faixas do "Black Album" que James Hetfield e Lars Ulrich não curtem

imagemJanis Joplin: última gravação dela em vida foi feita para um Beatle

imagemRock in Rio: Pitty alfineta a produção do festival ao revelar qual seria sua exigência

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemRegis Tadeu expõe como Spotify e YouTube fazem falcatrua para fraudar views

imagemJoão Guilherme, filho do Faustão, critica atual falta de interesse dos jovens pelo rock

imagemO hit da Legião que Renato Russo compôs para Cássia Eller e traz coincidência trágica

imagemMichael Sweet posta nude cristão para satirizar foto de Tommy Lee com a baqueta de fora

imagemBruce Dickinson revela qual é sua música preferida do Iron Maiden

imagemVídeo de clássico do Kiss é disponibilizado no canal oficial da banda

imagemPrika diz que fez "tudo errado" na primeira turnê da Nervosa, mas aprendeu lição


Stamp

AC/DC: "Não subimos ao palco para conversar!"

Por Anderson Alves
Fonte: AC/DC Brasil
Em 14/02/10

O vocalista Brian Johnson tem mais motivos para odiar o remake inexplicável de "You Shook Me All Night Long" que Celine Dion fez - Brian escreveu a canção única e a diva a assassinou a sangue frio.

O remake foi eleito um dos piores covers de todos os tempos. E Brian lidera os que o odeiam. "Ouvi dizer que foi o irmão dela quem disse pra cantar esta canção. Ele provavelmente disse: "Você irá matá-los em Las Vegas"." Disse Brian Johnson sobre o cover feito por Celine. "Aposto que ele ainda procura pelo testículo que está faltando. Jesus! Ainda deve falar sobre as más decisões tomadas. Nunca envolva sua família na música. Oh, e Celine, por que seu rosto é comprido?"

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Brian Johnson está em forma novamente, em seu posto, cantando pelo AC/DC que é a banda de hard rock favorita e a banda que já vendeu meros 200 milhões de álbuns no mundo todo até a última contagem. O álbum "Black Ice" (com 6 milhões de cópias vendidas) mostrou que, mesmo no clima desleal da música atual os nove anos que a banda ficou fora das cenas só aumentou sua base de fãs.

O AC/DC ganhou neste ano o seu primeiro prêmio Grammy, o de "Best Hard Rock Performance" para a música "War Machine", lado B de "Rock N Roll Train".

O vocalista admite que se o Brian de 30 anos de idade pudesse ver o Brian de 62 anos no palco, ele seria o primeiro a importuná-lo. "Eu diria: "Que diabos aquele velhote está fazendo lá em cima!?" Brian ri. "A juventude é uma coisa maravilhosa, mas é desperdiçada pelos jovens. E é surpreendente como muitas das bandas antigas ainda estão por aí."

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Durante a longa pausa do AC/DC Brian se dedicou a sua outra paixão: dirigir carros de corrida. Rápidos. Quando recebeu o chamado dos irmãos Angus e Malcolm Young, dizendo que a banda já estava pronta para gravar o álbum de número quinze - "Black Ice" - Brian já se preparava para a esgotante turnê mundial. "Quando estávamos prestes a gravar este álbum, eu realmente me perguntei se eu conseguiria. Não é só fazer novas canções, é ter que cantar as músicas da maneira que eu cantava há 30 anos atrás." diz Brian. "E as pessoas esperam que você soe o mesmo. Elas não esperam uma versão adaptada barata, ou então eu pensando: "Eu vou enganá-los, vou arrumar alguns cantores de apoio e colocá-los atrás do palco. E acredite isso acontece muito. Orgulho é o que é. Você não quer deixar você, a banda ou os fãs tristes."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

No ano passado rumores sobre a aposentadoria de Brian vazaram na mídia após uma entrevista que ele fez com uma revista britânica - o cantor disse que o jornalista usou as perguntas para preparar um "sanduíche sensação". "Por que eu iria quer me aposentar?" diz Brian. "Mas se a voz ou o corpo empacotarem não haverá nada que eu poderei fazer. Vou continuar enquanto eu puder. Agradeço às velhas cordas vocais que ainda estão funcionando. Elas estão mais 'blues', isso acontece como o passar dos anos. Fico feliz por ainda poder fazer isto, mas acredite em mim, vou pular do navio na primeira vez que eu deixar alguém magoado."

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Brian trabalhou com seu treinador de competição para se preparar para as duas horas de show do AC/DC. "Ele me fez passar um apertado dos infernos" diz Brian. "Ele disse que o que eu preciso é de resistência, e não de músculos. Músculos não são nada. Os músculos apenas fazem você parecer um idiota maluco. Resistência para agüentar duas horas - é isso que um piloto de Fórmula 1 precisa para correr um corrida. Você não pode perder a concentração, especialmente nos shows em estádios. Não somos o U2, não subimos ao palco para conversar. Somos touros - caminho livre lá em cima. É assim que têm que ser. Você tem que estar em forma para fazer isto. Tenho 62 anos e sei disso. Mas qual é a melhor maneira de ficar velho?"

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Brian entrou para a banda em 1980 após a morte de Bon Scott no mesmo ano. Brian estava querendo esquecer o rock quando conheceu os irmãos Young, e estava cantando para um comercial dos aspiradores Hoover. "Minha banda, Geordie, tinha alguns hits, mas saí com menos dinheiro do que quando eu havia entrado. Jurei que nunca mais seria abocanhado pelo mal do rock and roll novamente." diz Brian. "Mas eu tinha 32 anos quando conheci Mal e Angus. Pensei "O que pode acontecer de errado se eu cantar algumas músicas com eles? Quando cantei, senti arrepios que nunca havia sentido antes. Esses caras me arrepiaram - me deixaram fora de mim. Então achei que poderia tentar novamente. "Estou satisfeito que consegui."

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

O primeiro álbum de Brian com a banda, "Back In Black", vendeu mais de 50 milhões de cópias incluindo a notável venda de 22 milhões de cópias só nos EUA, e continua sendo um dos álbuns mais vendidos em todo o mundo. Mesmo assim Brian está consciente de sua posição na história do AC/DC, especialmente na Austrália. "Neste ano faz 30 anos que entrei e ainda sou um jovem garoto!" ele ri, se referindo a Bon. "Deus o abençoe, vai fazer 30 anos que ele morreu quando a gente for tocar na Austrália."

Durante o tempo de inatividade do AC/DC, Brian se tornou um escritor raro. Em seu livro, "Rockers e Rollers" ele conta sua história de vida através de vários carros que teve e dirigiu. Alguém te propôs diretamente uma biografia de rock and roll? "Ninguém me propôs porra." Brian ri, "Eu estava fazendo 'Black Ice'. Estava entediado pra caramba. Outro álbum... Minha memória é um lixo. É um lixo. Eu conversava com as pessoas na mesa de jantar e elas perguntavam: "Você se lembra daquela ave na França em 1984?"e eu respondia: "Não sei do que você está falando" e eles diziam: "Você tinha um jipe alugado..." e eu falava: "Ah, ela!". Minha memória é uma merda, mas quando penso nos automóveis, de repente começo a me lembrar das coisas. Então escrevi o livro inteiro em pequenos pedaços de papeis."

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Um amigo, o ator Jimmy Nail, escaneou os papeis que Brian havia escrito e os enviou para uma editora. E assim um acordo para um livro foi negociado. "É uma coisa bacana. Estou impressionado que foi publicado. É um livro que você pode levá-lo ao banheiro para ler alguns capítulos, guardá-lo e lê-lo outra vez."

A única coisa que deixou Brian irritado foi quando o informaram sobre uma petição de alguns fanáticos pelo AC/DC que estavam irritados com a banda por tocarem o mesmo set list todas as noites na turnê "Black Ice - o que virou um problema quando alguns fãs viajam o mundo para ver os shows. A carta dos fanáticos dirigida à banda dizia que o setlist era para os fãs casuais. "Eles tem que aproveitar os concertos, pra poderem ir para a casa feliz... mas eles aparecem apenas para ouvir 'Thunderstruck'. Eles não comem, dormem e cagam AC/DC como nós."

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

"Quando você conta todos os caras de iluminação, ajudantes e técnicos - há 85 indivíduos que tem que saber o que acontece se você mudar uma música. Por mim tudo bem, bonito ir e 'Vamos tocar 'What's Next To The Moon' esta noite' e assim os rapazes da iluminação se ferram. Isso é do jeito que tem que ser. É difícil."

O cantor lembra que um fã na Alemanha foi até o Hotel que estavam para discutir sobre o setlist. "As pessoas aparecem algumas vezes e de repente se tornam seu patrão. Claro que é difícil. Eu gostaria de poder agüentar por quatro horas, faço o máximo que posso, mas continuo ouvindo reclamações", diz Brian.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A banda alterou o setlist quando chegaram para a turnê na Nova Zelândia na semana passada, substituindo "Dog Eat Dog" por "High Voltage" de 1975. "O público australiano ganhou a sua primeira banda. As músicas que os rapazes fizeram antes de mim, são as favoritas do público por aqui. Então vamos ver o que acontece." diz ele. "Ainda tocamos algumas das canções antigas, como 'The Jack' e 'Shot Down In Flames'. Não somos estúpidos. Sabemos que os fãs gostam das músicas antigas como 'TNT', que continua pesada. Mas rapaz, o que me tira do sério é quando as pessoas criam essas petições. Não somos um partido político, somos apenas uma banda de rock and roll à procura de um pouco de diversão."

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Brian Johnson diz que eles já conversaram sobre um sucessor de 'Black Ice' que deve ser lançando enquanto Brian ainda estiver na casa dos 60 (anos). "Mal e Ang sempre aparecem com novas idéias, eles sempre tem algo novo. É por isso que nunca houve um 'greatest hits'. Isso já foi pedido muitas vezes, mas eles abanam a cabeça e 'Não, tenho alguns riffs novos, vamos pro estúdio'", diz Brian. "Para eles é voltar no tempo. É assim que foram criados. Os Youngs não pegam o caminho mais fácil. Eles colocaram isto na banda."

"É difícil se livrar de nós. O AC/DC é um pouco como os insetos, as baratas. Nada pode nos matar."

Fonte: News.co.au

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Lars Ulrich explica por que Bon Scott é seu vocalista preferido de todos os tempos

Músicos famosos fizeram teste para o AC/DC sem que ninguém soubesse, conta baterista

Além de Axl Rose, outros quatro vocalistas fizeram teste para o vocal do AC/DC

No AC/DC todos recebiam instruções do que devia fazer, ninguém criava nada

AC/DC: Angus Young explica no violão a composição de "High Voltage"

"Phil Rudd sempre foi um dos meus bateristas favoritos", afirma Charlie Benante

AC/DC: Para Angus Young "Malcolm é incrivelmente subestimado"

Dia Mundial do Rock: relembre 100 clássicos lançados na década de 90

Brian Johnson, do AC/DC, foi fotografado nos bastidores de show dos Rolling Stones

AC/DC: Angus Young comenta três dos guitarristas que mais o influenciaram

AC/DC: Angus Young conta como é para ele o antes, o durante e o depois de um show

Vídeo mostra o Guns N' Roses novamente tocando "Back in Black" do AC/DC

AC/DC: Angus Young comenta a capa de "Highway to Hell" e a morte de Bon Scott

O que disse Malcolm Young sobre Céline Dion cantando um clássico do AC/DC?

Scott Ian, guitarrista do Anthrax, exalta a genialidade de Malcolm Young, do AC/DC

Formações originais: e se tivessem sido mantidas por grandes bandas?

Kerrang: as melhores músicas para o metaleiro soltar a voz no karaokê

JJ's One Girl Band: treze riffs do "Black Album", do Metallica

Power Metal: os dez álbuns essenciais do gênero

Andreas Kisser: "Eloy Casagrande talvez não seja humano"


Sobre Anderson Alves

Anderson Alves, nascido em 1990, é fã incondicional e apaixonado por rock and roll. O seu primeiro contato com o rock and roll foi quando conheceu o som de AC/DC, Ozzy Osbourne e Creeedence por volta do ano 2000 nos discos de vinis que encontrara em sua casa. Mais tarde conheceu a raíz do estilo, indo de Big Joe Turner, Hank Williams até Creedence e Elvis Presley. É também administrador, redator e editor de vídeos do fã site AC/DC Brasil.net, onde dedica uma parcela de seu tempo em tributo ao AC/DC e colaborador constante do site wiki brasileiro do rock e metal, Whiplash.net.

Mais matérias de Anderson Alves.