Guns N' Roses: release da auto-biografia de Steven Adler

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Imprensa Rocker - www.imprensarocker.wordpress.com, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 14/07/10. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Segue abaixo o “release” da auto-biografia de Steven Adler, baterista original do Guns N' Roses. Como é um “release” – escrito pela assessoria da editora – , vocês devem encará-lo como tal. Para quem se interessa pelos bastidores das bandas, é uma boa pedida.

5000 acessosChester Bennington: Slash comenta a morte do vocalista5000 acessosMulheres no Rock: as mais importantes segundo rádio inglesa

De Steven Adler, o baterista original do Guns N' Roses, vem “My Apettite for Destruction: Sex, and Drugs, and Guns N' Roses”, uma estória sobre os bastidores do Guns. Oferecendo uma perspectiva diferente do campeão de vendas Slash, Adler fala de sua vida com a banda, a briga intensa com o vício, como visto em Dr. Drew’s Celebrity Rehab e no Sober House (Nota do Tradutor: Reality Shows americanos de que Adler participou).

Após 40 anos, 28 overdoses, três tentativas de suicídio, dois infartos, algumas passadas na prisão, dois AVC’s debilitantes, Steven Adler, o “rockstar” mais autodestrutivo da história, está pronto para dividir a esmagadora verdade não contada, em “My Appetite for Destruction”.

Quando Adler tinha 11 anos de idade, ele contou aos seus dois melhores amigos que seria um “rockstar” na maior banda de Rock n’ Roll do mundo. Junto com quatro músicos de talento único – mas muito complicados e exigentes – Adler ajudou a formar o Guns N' Roses. Eles emergiram das ruas – rockers primitivos que extinguiram o Glam Rock e seus cabelos enormes para ressuscitar o verdadeiro Rock com raízes no Blues.

Eles eram “rockstars” implacáveis, dentro e fora dos palcos, levando o lema “sexo, drogas e Rock n’ Roll” a um nível obsceno de indiferente abandono. No final dos anos 80 o Guns N' Roses era uma das maiores bandas no mundo, ganhando manchetes, prêmios e shows esgotados, com um dos melhores álbuns de Rock n’ Roll de todos os tempos: “Appetite for Destruction”. Mas havia um preço a pagar. Para Adler foi sua saúde e sanidade, culminando em uma brutal expulsão por parte de seus irmãos de música, tão adorados uma vez. Adler vai fundo, revelando os últimos segredos, não só os seus mas de todo o Guns N' Roses: a traição de Slash, o temperamento imprevisível de Axl, e a vingança de Duff. Ele desnuda tudo isto com esta chocante exposição que mapeia sua meteórica ascensão e devastador colapso.

Adler foi humilhado e desonrado quando Axl chutou ele for a do Guns N' Roses em frente a um público de milhões de telespectadores na MTV. Adler mergulhou no lado negro, passando a maior parte dos próximos 20 anos num inferno movido a drogas. Mas ele finalmente derrotou seu épico vício por crack e heroína, sob os cuidados do Dr. Drew Pinsky.

Com sua recém descoberta “claridade”, veio uma feroz determinação de contar tudo. Revelador, desolador, hilário e definitivamente inspirador, você nunca lerá nada mais absurdamente honesto do que “My Apettite for Destruction”.

“My Appetite for Destruction: Sex, and Drugs, and Guns N’ Roses” será lançado no dia 27 de julho, nos Estados Unidos. O livro – 304 páginas e capa dura – já está disponível para pré-venda no site “harpercollins.com”, por U$25.99. Ainda Não há previsão para o lançamento aqui no Brasil.

Os outros membros do Guns N' Roses o expulsaram da banda em 1989, dizendo que seu abuso de drogas estava atrapalhando sua performance. Em 1993, a banda concordou em pagá-lo U$ 2,3 milhões para acabar com um processo movido por Adler, que reclamava que um acordo no qual ele desistia do interesse na banda foi lido e assinado sem a presença de sue advogado.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Chester BenningtonChester Bennington
Slash comenta a morte do vocalista

1801 acessosGuns N' Roses: os 30 anos de Appetite na capa da nova Kerrang!2682 acessosWagner Nascimento: Tocar como o Slash?? Muito fácil!!0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Guns N' Roses"

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1987

KerrangKerrang
Os 12 melhores covers feitos por crianças

SlashSlash
Abençoado por ter trabalhado com os melhores vocalistas

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Guns N' Roses"

Mulheres no RockMulheres no Rock
As mais importantes segundo rádio inglesa

Ratos de PorãoRatos de Porão
O elogio de João Gordo aos garotos do Restart

MetalMetal
Nomes do gênero que assumiram ser cristãos

5000 acessosFotos de Infância: Red Hot Chili Peppers5000 acessosRock in Rio: algumas das maiores vaias em edições nacionais5000 acessosOcultismo e Satanismo no Rock e Heavy Metal5000 acessosJudas Priest e Motorhead: Faulkner e Campbell em foto suspeita!5000 acessosTime Magazine: os 100 maiores álbuns de todos os tempos5000 acessosBlack Sabbath: os agradecimentos no encarte do "13"

Sobre Imprensa Rocker - www.imprensarocker.wordpress.com

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online