Motley Crue: As críticas de Vince Neil a Nikki Sixx e Tommy Lee

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: Site Rock Confidential, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Em sua autobiografia “Tattoos & Tequila: To Hell and Back with One Of Rock’s Most Notorious Frontmen”, o frontman do MÖTLEY CRÜE Vince Neil mira no baixista e principal compositor da banda Nikki Sixx por supostamente “retratar-se como o messias” e por “adorar esse lance todo de fama.”.

3501 acessosMötley Crüe: Nikki Sixx anuncia aposentadoria5000 acessosLoudwire: as dez melhores bandas da era Grunge

Na página 78 da autobiografia, que tem alguns trechos disponíveis no web site da editora Hachette Book, Neil escreve, “Eu não acho que Nikki tenha mudado muito ao longo dos anos. Ele ainda gosta de se pintar como o Messias. Tudo é dele. Tudo é ideia dele. Eu olho pra ele e penso: Porra! Ele adora encarnar esse personagem. E meu sentimento é: Eu realmente não me importo de um jeito ou de outro. Se ele quiser ser assim, beleza. Eu faço meu trabalho, e eu me divirto pra cacete. Mas no mundo de Nikki, ele tem que ser o ‘pensador’ ou o ‘criador’. Ele precisa ser visto como o Senhor-Todo-Poderoso. Nikki Sixx, alma atormentada. Igual ao Tommy [Lee, baterista do MÖTLEY CRÜE], ele é outro desses caras que adora o lance de fama. Ele não teria ficado com a tatuadora Kat Von D se ela não fosse famosa. E [atriz do finado seriado ‘SOS Malibu’] Donna D’Errico antes dela; ela era uma grande estrela na época que ele casou com ela. Ele só gosta muito de ver a cara dele no jornal. Ele gosta de burburinho na imprensa. Ele curte ser aquele cara da banda com namoradas famosas.”

Neil não para por ai.

“Quero dizer, você devia ler os e-mails que Nikki manda sobre o Mötley,” Vince continua. “Ele manda, ‘Eu analisei os números, e acho que deveríamos fazer isso...’ e eu digo, ‘O quê? Ele é a porra do meu contador agora? Que porra é essa?’ Ele toma essas decisões pelo Mötley Crüe que eu acho que são estúpidas. Eu ligo pra ele e digo, ‘Você é o pior homem de negócios na porra do mundo. Você é uma porra dum idiota!’ e ele vem, ‘Como é que você diz isso?’ E eu respondo, ‘Porque você é uma porra dum idiota.’ Não é porque algo parece bom no papel com o seu nome que quer dizer que vá funcionar.”.

“Tattoos & Tequila: To Hell and Back with One of Rock’s Most Notorious Frontmen” (ainda sem título em Português) está programado pra ser lançado no dia 23 de setembro pela Grande Central Publishing.

Quanto a sua autobiografia, Vince Neil disse em entrevista com o site Sonic Shocks, “The Dirt” foi escrita por quatro caras; essa é a MINHA história. Eu toquei em muitas coisas no “The Dirt”, mas não entrei em detalhes; minha criação, minha vizinhança... eu cresci em Compton (bairro da região Sul de Los Angeles conhecido por sua extrema taxa de criminalidade) e haviam os assassinatos e tal... é a história da minha criação, me ligando no rock n’ roll, as tragédias da minha vida, coisas dentro e fora do Mötley Crüe, e também é 10 anos depois, então muita coisa aconteceu desde então. Não é somente minha perspectiva de minha vida, muitas pessoas estão lá: minha mãe, meu pai, ex-esposas, empresários, amigos, músicos de outras bandas...”

O disco solo de Vince, “Tattoos & Tequila”, vendeu 7,500 cópias nos EUA em sua primeira semana de lançamento e entrou na posição de número 57 da parada de Top 200 da revista Billboard.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 30 de setembro de 2016

Mötley CrüeMötley Crüe
Nikki Sixx anuncia aposentadoria

1965 acessosMötley Crüe: John Corabi explica fiasco comercial do disco de 1994755 acessosMötley Crüe: edição de 30 anos de Girls Girls Girls560 acessosMötley Crüe: "Girls, Girls, Girls" será relançado0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Motley Crue"

Rock e MetalRock e Metal
Algumas das exigências bizarras das turnês

Motley CrueMotley Crue
Como a banda aperfeiçoou a arte de beber e se drogar

Rock In RioRock In Rio
A primeira impressão de Tommy Lee sobre o Rio de Janeiro

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Motley Crue"

LoudwireLoudwire
As dez melhores bandas da era Grunge

Black SabbathBlack Sabbath
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Guitar WorldGuitar World
As 50 melhores canções de Rock de todos os tempos

5000 acessosGuns N' Roses: o código na capa de The Spaghetti Incident5000 acessosSeparados no nascimento: Paul Stanley e Sidney Magal5000 acessosSeparados no nascimento: Robert Plant e Patrícia Pillar4245 acessosHeadbang: 10 formas de bater cabeça (para iniciantes)5000 acessosGaleria - Musas do rock/metal nacional (Blog Sutil Como Uma Granada)5000 acessosBeatles: como seriam as mensagens por celular entre eles?

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online