Aerosmith: Withford diz que Hendrix foi enorme influência

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por João Paulo Ramos, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Após a apresentação de diversos artistas tocando a música "Fire" de Hendrix no programa de tv da NBC "The Tonight Show with Jay Leno", Brad se lembrou da primeira vez que seus olhos viram Jimmy Hendrix no palco: "Eu fui assistir Hendrix tocar em 1968, no Boston Garden, e a minha reação foi: Wow! No dia seguinte, minha primeira ação foi comprar uma Fender" - disse o guitarrista. "Desde a primeira vez que eu o ouvi até os dias de hoje, ele (Hendrix) tem sido uma influência enorme para mim - e para todos nós."

Gastão Moreira: A coleção do VJ, apresentador e jornalista musicalTrollagem: quando as bandas decidem zoar com o playback

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O programa "The Pulse of Radio" embarcou com Withford na estrada e pediu a ele que explicasse o quanto ver Hendrix tocando o inspirou como músico e fã: "Para mim - e eu poderia falar por todos aqui - é grande, muito grande a influência em muitas coisas que eu escolho fazer, desde o modo de tocar até a escolha das próprias guitarras e os amplificadores que ficariam bem com elas."




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Aerosmith"Todas as matérias sobre "Jimi Hendrix"


Aerosmith: As 20 frases mais ultrajantes de Steven TylerAerosmith
As 20 frases mais ultrajantes de Steven Tyler

Aerosmith: Um desabafo de Joe Perry sobre Steven TylerAerosmith
Um desabafo de Joe Perry sobre Steven Tyler


Gastão Moreira: A coleção do VJ, apresentador e jornalista musicalGastão Moreira
A coleção do VJ, apresentador e jornalista musical

Trollagem: quando as bandas decidem zoar com o playbackTrollagem
Quando as bandas decidem zoar com o playback


Sobre João Paulo Ramos

Carioca, estudante de arquitetura. A paixão pelo Metal surgiu aos 6 anos ao ouvir um K7 do álbum "Somewhere In Time", do Iron Maiden. Nos anos seguintes, álbuns como "No Prayer for the Dying" e "Fear of the Dark" consolidaram essa paixão, levando a uma busca às raizes do Metal. Atualmente fã incondicional do Metal Tradicional produzido por Iron Maiden, Judas Priest, Accept e Motorhead. Cultua com nostalgia mestres como Beatles e Pink Floyd e se empolga com o Thrash de bandas como Exodus, Megadeth, Slayer e Pantera. Publica suas crônicas e poemas na página New Poetry of Misery e outros trabalhos em seu site pessoal.

Mais matérias de João Paulo Ramos no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336