Tom Araya: "Se Hetfield propor 'The Four Horsemen' eu topo"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nathália Plá, Fonte: Blabbermouth.net, Tradução
Enviar Correções  

Steve Appleford da LA Weekly entrevistou recentemente o baixista/vocalista do SLAYER Tom Araya. Seguem trechos da conversa.

LA Weekly: Quais são as últimas do Jeff Hanneman «guitarrista do SLAYER que recentemente foi forçado a se afastar dos shows após contrair uma infecção aparentemente causada por uma picada de aranha»? Ele vai conseguir tocar no show do "Big Four" em Índio, Califórnia em 23 de abril?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Tom: Do que me falaram, ele quer fazer o show, mas nós não sabemos ao certo as condições dele. Ele obviamente está bem o bastante para tocar sua guitarra, então isso diz muito da determinação dele em tocar no show. Aparentemente ele está se curando bem. Ele tem duas areas no braço que doem quando ele toca guitarra, mas ele quer tocar, ele quer voltar para a estrada conosco. Eu sei que ele está se curando bem o bastante para querer fazer o show. Vamos ver.

LA Weekly: Enquanto isso, vocês estão tocando com outra pessoa.

Tom: Nesse momento estamos tocando com o Pat O'Brien, o guitarrista do CANNIBAL CORPSE. Antes dele tivemos o Gary Holt do EXODUS. O Gary Holt caiu bem, foi uma decisão fácil de tomar. Ele é um amigo, e isso significa muito para mim. Então veio o Pat O'Brien porque o Gary tinha recomendado ele. Ele disse que poderia fazer e que ele era um bom cara. Aquelas palavras significaram muito vindas dele. Acho que o Gary virá ao show em L.A. e nos compromissos que temos até que o Jeff se sinta bem o bastante para vir e tocar. O Gary se comprometeu a isso. Veremos como o Jeff se sente ou toca no dia do show. Espero que ele esteja bem. O que ele está passando, há muita recuperação a ser feita no braço dele. Eu apenas quero que o Jeff melhore e fique saudável.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

LA Weekly: A maioria do SLAYER não participou quando as bandas do "Big Four" se juntaram no palco em Sofia, Bulgária para tocar a "Am I Evil?" Por que?

Tom: O Dave Lombardo «baterista do SLAYER» toca com outros. Eu não sou fã disso. Eu não queria subir no palco e fuder com o set de outro. «Risos» E então a música 'Am I Evil?' ... se eles dissessem 'Ei, queremos tocar a 'The Four Horsemen'', eu toparia. Merda, essa eu mando! Era a música que eu esperava ouvir. Quando eles disseram que queriam tocar a 'Am I Evil?', uhmmm... Para mim não representava os quatro. Não representava o que fazemos como bandas. Nós tocamos coisa mais pesada que aquilo. "The Four Horsemen" teria sido mais apropriada porque representava as bandas. É o que fazemos, os quatro cavaleiros andam.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

LA Weekly: Se o James «Hetfield» viesse dessa vez e dissesse "Ei, vamos tocar a 'The Four Horsemen'" você teria uma resposta diferente dessa vez?

Tom: Eu teria uma reação diferente sim.

Leia a entrevista na íntegra (em inglês) na LA Weekly.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Mötley Crüe: a ousada tattoo de modelo paulista em tributo à bandaMötley Crüe
A ousada tattoo de modelo paulista em tributo à banda

Contra Costa Times: Os 25 melhores guitarristas da Bay AreaContra Costa Times
Os 25 melhores guitarristas da Bay Area


Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

Cli336 CliHo Cli336 Cli336 Cli336