Matérias Mais Lidas

imagemA resposta de John Lennon quando perguntado se retornaria aos Beatles em 1975

imagemO clássico dos Paralamas que Gilberto Gil escreveu a letra e ditou pelo telefone

imagemRitchie Blackmore em 1978 sobre o Kiss, Fleetwood Mac, Yardbirds e Led Zeppelin

imagemO clássico da Legião inspirado em novela da TV Globo e acusado de plagiar The Doors

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1984 é um ano vital para o metal

imagemBob Dylan explica a diferença entre suas composições e as de Paul McCartney

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1991 é um ano tão celebrado

imagemCadáveres, sangue e girombas: a história da capa de "Reign In Blood", do Slayer

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1988 é um ano inesquecível

imagemCinco curiosidades sobre "The Sick, The Dying... And The Dead!", do Megadeth

imagemKiss: Tommy Thayer responde se Gene Simmons e Paul Stanley se dão bem

imagemEric Clapton comenta a lenda do pacto com o diabo feito por Robert Johnson

imagemSteve Vai relembra um show "horrível" que ele fez com Frank Zappa

imagemQuantos discos o Guns N' Roses vendeu no Brasil e no mundo? Veja os números

imagemCinco músicas que são covers, mas você acha que são as versões originais - Parte 2


Stamp

"Fused": o auge da parceria entre Tony Iommi e Glenn Hughes

Por Diogo Bizotto
Fonte: Consultoria do Rock
Em 14/05/11

Já li por aí uma frase, creditada a GLENN HUGHES, onde o músico dizia que estar cantando no BLACK SABBATH seria tão absurdo quanto se PRINCE fosse o vocalista do SEPULTURA. Se essa frase realmente saiu da boca do baixista e vocalista eu não consegui comprovar, mas certamente ela não corresponde à realidade. Provas para isso não faltam. A amizade de TONY IOMMI com GLENN HUGHES data da época do gigantesco festival California Jam, ocorrido em abril de 1974, onde suas bandas, BLACK SABBATH e DEEP PURPLE, foram duas das atrações principais. Ambos atravessavam pontos altos em suas carreiras. O BLACK SABBATH de Tony vinha do lançamento de um de seus melhores álbuns, o criativo "Sabbath Bloody Sabbath" (1973), bem sucedido nos dois lados do Atlântico. GLENN HUGHES havia deixado o ótimo trio TRAPEZE para ser baixista e vocalista (junto a David Coverdale) de um DEEP PURPLE reestruturado e com gana de provar seu valor, confirmado no excelente "Burn" (1974).

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

O primeiro encontro entre Iommi e Hughes no estúdio não ocorreu nas mesmas condições. Em 1985 a carreira de ambos encontrava-se em crise. Após a saída do vocalista Ian Gillan depois da turnê para "Born Again" (1983), Tony foi abandonado pelos outros membros do BLACK SABBATH, incluindo seu parceiro de mais longa data, o baixista Geezer Butler. Após uma época de incertezas, onde alguns vocalistas entraram e saíram do grupo mal registrando sessões de fotos, e uma rápida reunião com os membros originais do BLACK SABBATH (incluindo o vocalista OZZY OSBOURNE e o baterista Bill Ward) para tocar algumas músicas durante o festival beneficente Live Aid, o guitarrista uniu-se a Glenn (no caso, apenas como vocalista) a fim de registrar aquele que, a princípio, seria seu primeiro álbum solo.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Continue lendo no blog Consultoria do Rock

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Deep Purple: Jon Lord, David Coverdale e Glenn Hughes tentaram fazer reunião

Glenn Hughes: "Aretha Franklin foi a 1ª mulher a me arrepiar ao cantar"

Glenn Hughes: "Cheguei à beira da insanidade real!"


Garimpeiro das Galáxias: Beldades globais e sua paixão pelo rock