Black Label Sociery: próximo álbum não sai antes de 2014

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nathália Plá, Fonte: blabbermouth.net, Tradução
Enviar Correções  


Na sexta-feira, dia 25 de maio, Niclas Müller-Hansen do Metalshrine entrevistou Zakk Wylde (BLACK LABEL SOCIETY, OZZY OSBOURNE). Seguem alguns trechos da conversa.

Metalshrine: Você vai fazer alguma coisa com o Kerry King [SLAYER]?

Zakk: Bem, quero dizer, eu sempre converso com o Kerry, especialmente durante a temporada de futebol americano, porque ele é um grande fã dos Raiders... sabe, tem uma piada por aí... sobre ele e essa coisa toda de satanismo e eu sendo católico, [risos] é incrível, cara! A esposa dele, me manda fotos deles com, tipo, crucifixos de ponta cabeça e tudo e eu vou, "Isso é tão modesto de sua parte". É a coisa mais modesta que se pode fazer. Você sabe que é a cruz de São Pedro, o primeiro pontífice, o primeiro papa, e eu digo "Você vai marcar uns pontos quando for para o andar de cima". E ele vem "Vai te fuder, cuzão!" [risos] E então quando os Broncos acabaram batendo os Raiders, porque ele é tão fanático com os Raiders e é da Nação Raider, eu comecei a chamar de Nação Satânica, e essa coisa toda... e o Tim Tebow é um cristão fervoroso e quando ele se curva eu digo "É um dia triste para a Nação Satânica quando você é derrotado por um quarterback calouro católico!" [risos] Eu fiquei ligando para ele porque ele nem sequer estava respondendo às sms e ele ficava tipo, "Vai te fuder, cuzão!" [risos] Você sabe que ele tem uma tatuagem escrito "God hates us all" (Deus odeia a todos nós, em português), e eu disse a ele, "Cara, no outro braço você tem de por, 'Satan ain't too fond of us either' (Satã também não gosta muito de nós, em português)" [risos] E ele fica tipo "Ei, cara, não me culpe por essa bobagem!"

publicidade

Metalshrine: Mas se vocês fossem fazer algo juntos, seria mais em direção a seu estilo ou na veia mais agressiva do SLAYER?

Zakk: Bem, com o Kerry… eles foram os criadores dessa coisa do thrash, mas originalmente com o Dime [falecido guitarrista do PANTERA, "Dimebag" Darrell Abbott] e o Kerry, [nós] íamos fazer uma coisa tipo como o G3 do Steve Vai e os caras... ou ele vem aos shows ou vamos vê-lo quando está com o SLAYER ou como quando eu o encontrei com o Kerry no Zakk Wylde Roast [em janeiro, em Anaheim, Califórnia], você sabe que ele estava lá no negócio. Mas é que tipo, eu estou aqui e eles estarão aqui umas duas semanas depois com o MARILYN MANSON ou algo assim. Eles vão tocar aqui, certo?

publicidade

Metalshrine: Em Gotemburgo, no Metaltown festival.

Zakk: O que eu quero dizer é que ele está trabalhando o tempo todo e ele não para de trabalhar. Se ele não está na estrada, eles estão preparando um disco e então voltam a fazer turnê. Aqueles caras nunca saem da estrada. É um milagre encontrar o Kerry e conversar com ele tanto quanto eu converso.

publicidade

Metalshrine: E alguma coisa do BLACK LABEL, então? Vocês estão trabalhando em algo?

Zakk: Não, mas em agosto vamos fazer o DVD "Unblackened" e vai ter cordas, piano, acústico, mas ainda assim com coisas elétricas com solos e coisas assim. Ainda assim é elétrico. Como no "The Song Remains Not The Same" em que é tipo a versão pesada de músicas retrabalhadas no piano e coisa do tipo. Então essa vai ser a próxima coisa que faremos e então vamos partir e fazer as etapas da turnê no Canadá e na América do Sul depois e obviamente vamos estar fora, ainda estaremos fora fazendo turnê e obviamente eles vão querer que a gente promova essa coisa também, então eu imagino que em 2014 será o próximo álbum de estúdio com coisa pesada. Eu estava vendo meu cronograma e tem uns dois ou três anos, mas já está mapeado. Obviamente as coisas mudam e vamos ver o que vamos fazer, mas já está mapeado. É realmente uma loucura quando você pensa a respeito. Tudo que você planeja tem de ser com uns seis meses de antecedência. Quero dizer, assim que acabar a temporada de futebol, eles já estão preparando a próxima. É assim que é. Mas nesse momento num futuro próximo, depois que terminamos essa cruzada de oito semanas e tivermos tocado com o Chefe [como parte da turnê "Ozzy & Friends"]… vamos nos divertir muito. Tocamos há umas noites atrás e foi divertido.

publicidade

Leia a entrevista na íntegra no Metalshrine.

http://metalshrineblogg.blogspot.se/2012/05/intervju-med-zak...




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Megadeth: para ex- baixista James LoMenzo, CEO do Spotify deveria estar na cadeiaMegadeth
Para ex- baixista James LoMenzo, CEO do Spotify deveria estar na cadeia


Zakk Wylde: Dimebag criou uma nova forma de músicaZakk Wylde
"Dimebag criou uma nova forma de música"

Zakk Wylde: cinco momentos insanos do guitarristaZakk Wylde
Cinco momentos insanos do guitarrista


Postura: 12 coisas que você nunca deve dizer a um músicoPostura
12 coisas que você nunca deve dizer a um músico

Iron Maiden: as dez melhores músicas, segundo a LoudwireIron Maiden
As dez melhores músicas, segundo a Loudwire


Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin