Phil Anselmo: "só um idiota diria que Sabbath não é Metal"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Samuel Coutinho, Fonte: Metal da Ilha
Enviar correções  |  Comentários  | 

1781 acessosBill Ward: baterista cancela shows por problemas cardíacos5000 acessosMega-hits Manjados: 10 clássicos que se tornaram clichês

Na revista Metal Hammer especial BLACK SABBATH, de julho de 2012, foram feitas entrevista com alguns dos maiores nomes do metal, que foram influenciado pelos padrinhos de música pesada, incluindo METALLICA, SLAYER, Zakk Wylde, Slash, BEHEMOTH e muito mais! Veja o que Phil Anselmo tinha a dizer...

"Você sabe o que é estranho? Lembro-me de ser um menino bem jovem, que ainda andava de carro com a mamãe, antes mesmo de ter essas leis sobre o cinto de segurança, as crianças andavam de costas e toda essa baboseira dos anos 70, e a rádio local de Nova Orleans tocava 'Am I Going Insane'. Eu adorei. Eu amei essa música, porque eu era um garoto, e ela ficou preso dentro da minha cabeça. Eu morava em um bairro de Nova Orleans, onde eu não sabia que muitas crianças em minha volta e todos os meus amigos moravam à vários quarteirões de distância. E nem todos eles ligavam para a música tanto quanto eu. E eu estava começando a ouvir IRON MAIDEN, eu tinha uma camisa deles, que na época acho que era a única do meu bairro. Acho que isso aconteceu em meados de 83. Finalmente eu pude sair do meu bairro e vi um outro garoto vestindo uma camiseta do Iron Maiden, então eu fui diretamente até ele e eu perguntei se ele gostava da banda, ele respondeu que sim. Esse cara era um baterista e eu era um vocalista. Nós éramos crianças falando sobre montar uma banda. Ele acabou sendo o primeiro baterista da minha primeira banda de garagem. E ele era um colecionador de discos de metal. Ele era um ano mais velho do que eu, então dentro de um ano ele me mostrou o que realmente era a música, voltamos para a casa dele e ouvimos bastante música. E foi uma das primeiras vezes que eu ouvi o som sinistro do Black Sabbath, que todos nós conhecemos e amamos. Isso me faz lembrar daquela época - sentado no meu quarto, fumando maconha, que não deu muito certo, e ouvindo Black Sabbath. Mas eu nunca vou esquecer o dia que ele chegou em casa com o álbum 'Sabotage', ele me ligou e disse: 'Cara, você tem que vir aqui agora. Você pensou que tinha ouvido tudo de melhor do Black Sabbath, mas aguarde!'. E nós ouvimos o 'Sabotage'. Este álbum causou um impacto da porra".

"Em 96 eu voei até onde ficava o estúdio de Iommi, ele estava gravando seu disco solo, com vários artistas convidados, e tivemos uma sessão incrível e produtiva. Basicamente eu estava cercado de riffs de Tony, enquanto ele estava sentado. Foi engraçado, mas acho que ele tem um bom senso de humor, se ele ler este artigo, ele vai rir... mas ele estava lá sentado com aquela bunda grande comendo bandejas de sushi e bebendo vinho branco, enquanto eu estava no meio daquele monte de riffs malditos! Foi incrível. Ele sempre foi assim, 'Vai lá, Phil!', com um grande sorriso no rosto. Nós estávamos trabalhando com o engenheiro de som Bob Marlette, e Bob usava aquelas merdas de calças folgadas no estúdio, e Tony sorrateiramente vinha por trás dele e abaixava suas calças, era foda! E então nós fizemos três músicas em três dias, cara. Conheço esses caras há pelo menos dezoito anos ou mais, e nós sempre fomos a banda que tocava antes ou depois de Ozzy ou do Black Sabbath. Ozzy costumava fazer um set solo, e depois voltava e fazia um set do Black Sabbath - trabalhava duro, aquele filho da puta. Inacreditável. Eu era bem chegado naqueles caras, e eles sempre foram legais. E não só isso, não posso deixar de fora o fato de que o PANTERA e o DOWN, já estiveram no mesmo palco de Dio com o Black Sabbath. Ronnie James Dio como pessoa e como vocalista... quando você vê o filho da puta no palco, não sei se já ouvi alguém mais poderoso. Havia algo em Ronnie que era foda, monstruoso, quase desumano, noite após noite. Mas em um nível pessoal - Geezer, Tony, Ozzy, Dio, Bill Ward, Vinny Appice... todos eles eram fodas. Depois que começou a cair a ficha, pude perceber o quanto eu os amava, me presentearam com um disco de ouro do 'Sabotage' e um disco de platina do 'Paranoid'. Eu ainda tenho os dois discos pendurados na parede de minha casa. Esses são bens preciosos, cara. Só um idiota falaria que o Black Sabbath não é heavy metal".

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Bill WardBill Ward
Hospitalizado por problemas cardíacos, baterista cancela shows

914 acessosEnciclopédia do Rock: "The End Of The End", do Black Sabbath328 acessosSom de Peso: uma resenha do "Vol 4" do Black Sabbath0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Black Sabbath"

Black SabbathBlack Sabbath
As 10 melhores músicas da carreira da banda

Dream TheaterDream Theater
Dez semelhanças - ou seriam plágios?

Oh, não!Oh, não!
Clássicos que foram "estragados" pelo tempo

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Black Sabbath"0 acessosTodas as matérias sobre "Pantera"


Mega-hits ManjadosMega-hits Manjados
10 clássicos que se tornaram clichês

NirvanaNirvana
"Kurt Cobain era meio pau no cu", diz produtor

Top 5Top 5
Os roqueiros mais chatos da história

5000 acessosAnos 90: bandas de hard rock e metal que decepcionaram os fãs5000 acessosSexo Anal: saiba onde encontrar esse prazer no cenário Rock5000 acessosFotos de Infância: Max e Igor Cavalera, do Sepultura5000 acessosRush: baixista do Rage Against The Machine diz que Neil Peart é um idiota5000 acessosTatuagens: Um exemplo do que amantes do metal não devem fazer3735 acessosJingle true: "Ooolha o Léééééééó ha ha ha ha ha ha ha ha!"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 19 de junho de 2012
Post de 23 de junho de 2012


Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.

Mais matérias de Samuel Coutinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online