Pantera: reunião só depende de Vinnie, afirma Rex Brown

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Ver Acessos

O ex-baixista do DOWN e do PANTERA, REX BROWN, lança seu primeiro livro autobiográfico, "Official Truth 101 Proof: The Inside Story of Pantera" no fim desse mês, e ele próprio tem considerações bem interessantes sobre a ideia de que poderia haver qualquer tipo de reconciliação um dia entre os membros remanescentes da banda.

Pantera: seria uma grande honra ser indicado ao Hall da Fama do Rock, diz Phil AnselmoSlayer: quando Cronos deixou Tom Araya de olho roxo

"Esse livro é apenas minhas verdade sobre o que meus olhos viram", ele disse ao site Sonic Excess. "Eu estava acomodado nos lugares bons e baratos. Só havia quatro de nós na banda que realmente sabiam o que rolava por dentro do Pantera. Eu achei que estava na hora de espalhar umas verdades. Mesmo com a vida privada que eu gosto mesmo de levar, eu acho que havia algo dentro de mim que dizia, 'OK, Rex, está na hora de ir em frente e deixar isso sair' É só meu lado da história."

Sonic Excess: Phil Anselmo tem uma autobiografia sendo escrita. Você tem ajudado ele com ideias, histórias, ou algo do tipo?

Rex: "Hm... não. Phil e eu ainda somos grandes amigos. Conversamos faz cerca de um ano e ele disse, você vai fazer o seu trabalho e eu vou fazer o meu. Não vamos falar disso na imprensa, e é desse jeito. Eu não quero alienar os fãs do que ele faz, e ele não quer distanciar os fãs do que eu faço. É uma decisão amigável."

Sonic Excess: Hipoteticamente, se o Pantera ainda estivesse junto, como você queria que fosse o último capítulo?

Rex: "Sem Dime aqui, essa não é uma pergunta fácil. Eu só responderia que eu só esperava que tivéssemos nos resolvido a essa altura. Todos nós entramos na mesma sala, nos surramos, vamos pra reabilitação juntos, e damos um jeito. Não podemos fazer isso sem a banda original. Simplesmente não há como."

Sonic Excess: Essa conversa de reunião do Pantera é frustrante pra você?

Rex: "De jeito nenhum. Eu acho que é meio engraçado, de uma maneira estranha. Quem você vai chamar pra substituir Dime? Quem vai conseguir tocar do jeito que ele tocava? Há muitos guitarristas por aí, e temos várias ofertas, mas até que as coisas sejam águas passadas entre Phil e Vinnie, eu não sei. Permita-me dizer isso também: Phillip e eu estamos de braços abertos. Só depende de Vinnie se ele quiser seguir em frente e fazer algo assim, mas eu não vejo isso acontecendo tão cedo."



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Pantera"Todas as matérias sobre "Rex Brown"


Pantera: seria uma grande honra ser indicado ao Hall da Fama do Rock, diz Phil AnselmoPantera
seria uma grande honra ser indicado ao Hall da Fama do Rock, diz Phil Anselmo

Ghost: banda toca trecho de "Walk", do Pantera, em show

Zakk Wylde: guitarrista mantém aberta chance de fazer tour de homenagem ao PanteraZakk Wylde
Guitarrista mantém aberta chance de fazer tour de homenagem ao Pantera

Clube da Música: a trágica morte de Dimebag Darrell (vídeo)Pantera: as bandas relacionadas ou derivadas do grupo texano.

IGN Music: os álbuns de Metal mais influentes segundo o siteIGN Music
Os álbuns de Metal mais influentes segundo o site

Zakk Wylde: era complicado beber com o amigo Dimebag DarrellZakk Wylde
Era complicado beber com o amigo Dimebag Darrell


Slayer: quando Cronos deixou Tom Araya de olho roxoSlayer
Quando Cronos deixou Tom Araya de olho roxo

Humor: Não basta ouvir Master Of Puppets para ser ThrashHumor
Não basta ouvir Master Of Puppets para ser Thrash


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.