Ex-Scorpions: Uli Jon Roth fala do legado de 'Tokyo Tapes'

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Damaris Hoffman, Fonte: Top Link Music
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 01/06/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Como membro dos SCORPIONS de 1975 a 1978, o guitarrista ULI JON ROTH ajudou a moldar o estilo neoclássico que influenciou incontáveis guitarristas até hoje. Sua musicalidade extraordinária pode ser ouvida em quatro álbuns clássicos dos Scorpions, “Fly To The Rainbow”, “Virgin Killer” e “Taken By Force”. A formação também gravou o que muitos consideram ser um dos maiores álbuns ao vivo já registrados, “Tokyo Tapes”, de 1978.

1430 acessosLoudwire: em vídeo, os 10 maiores riffs de metal dos 80's5000 acessosCarlos Eduardo Miranda: "Um monte de roqueirinho que só quer ser da Globo"

“A princípio eu não me dava conta do impacto que aquilo teve na cena do rock”, confessou Roth sobre o disco ao vivo. “Quando eu saí da banda em 1978, eu me desliguei do passado e só estava interessado em minha nova banda, a Electric Sun. Eu não segui o sucesso de Tokyo Tapes. Como tempo, eu comecei a perceber que músicos e fãs ficavam referindo-se àquele álbum como se fosse algo extra-especial. Gradualmente eu entendi o porquê, e agora eu realmente vejo o disco sob um prisma diferente do que eu enxergava na época.”

Ao deixar os Scorpions em 1978, Roth formou outra banda prontamente, a Electric Sky. Ao longo de vários anos seguintes, o guitarrista faria três álbuns completamente inovadores que reforçariam ainda mais sua reputação de ‘um guitarrista para outros guitarristas’. O primeiro álbum do Electric Sun foi dedicado ao herói de Roth, JIMI HENDRIX.

“Ele foi uma influência enorme sobre mim”, relevou Roth. “Você pode ouvir o impacto que ele teve em mim ao longo daqueles álbuns que eu fiz com o Scorpions. Possivelmente ainda mais com o Electric Sun. Eu sentia que Jimi era como meu mentor. Eu aprendi tudo dele, incluindo sua mensagem e o que ele estava tentando passar. Aquilo me ajudou a encontrar meu caminho.”

Uli Jon Roth desembarca no Brasil em junho com a turnê do LOVEDRIVE, com seus ex-colegas de SCORPIONS Herman Rarebell [bateria], Francis Buchholz [baixo], e o guitarrista Michael Schenker além do vocalista Doogie White [Rainbow, Yngwie Malmsteen] e o tecladista Wayne Findlay.

Serviço - Love drive Reunion Tour com Michael Schenker e Ex-Scorpions
Data – 22 de junho, às 22h; a abertura da casa será às 20h
Local – HSBC Brasil – Rua Bragança Paulista, 1281, Chácara Santo Antonio, São Paulo
Ingressos e vendas
De R$130,00 a R$280,00
Bilheteria do HSBC Brasil – de segunda a sábado, das 12h às 22h e domingos e
feriados, das 12h às 20h
Pontos de venda na capital, interior e outros estados: consultar
http://www.ingressorapido.com.br
Censura: 14 anos (desacompanhados). Menores dessa idade somente acompanhados
dos pais ou responsáveis.
Duração: Aproximadamente 1h30
Aceita dinheiro e cartões de débito e crédito (Visa, Mastercard, Credicard e Diners)
Acesso para deficientes físicos.
Outras datas da Love drive reunion tour com os ex Scorpions:
13/06 – Monterrey (México)
Local: Escena Monterrey
14/06 – Cidade do Mexico (México)
Local: Jose Cuervo Salon
16/06 – San Francisco de Mostazal (Chile)
Local: Casino Monticello
20/06 – Goiania (Brasil)
Local: Bolshoi Pub
21/06 – Belo Horizonte (Brasil)
Local: Music Hall
Realização – Top Link Music

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MudançasMudanças
10 bandas que não soam mais como em seus primeiros discos

1430 acessosLoudwire: em vídeo, os 10 maiores riffs de metal dos 80's1766 acessosScorpions: como surgiu a ideia de fazer turnê com o Megadeth1510 acessosAccept: "Nós deixamos as baladas para o Scorpions" diz Wolf0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Scorpions"

ScorpionsScorpions
Axl/DC, uma coisa bem estranha, diz Rudolf Schenker

Anos 90Anos 90
Bandas de hard e metal que decepcionaram

ScorpionsScorpions
Os álbuns da banda, do pior para o melhor

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Scorpions"

MirandaMiranda
"Um monte de roqueirinho que só quer ser da Globo"

DoorsDoors
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

AngraAngra
A carta aberta de Edu Falaschi sobre a sua saída da banda

5000 acessosRatos de Porão x Iron Maiden: resposta de Jão à entrevista de Bruce Dickinson5000 acessosPaixão nacional: o futebol e os roqueiros britânicos5000 acessosHeavy Metal: os maiores álbuns da história para os gregos5000 acessosStatik Majik: A coleção de vinis do baterista Luis Carlos5000 acessosSebastian Bach: a "Escola de Grito" do vocalista5000 acessosKorn: famosa capa é homenageada em seriado da Rede Globo?

Sobre Damaris Hoffman

Damaris Hoffman, 28 anos, concluiu seu curso de Licenciatura em Filosofia, porém logo partiu para a área da Comunicação Social. Desenvolveu um estilo único de trabalho atuando no departamento de marketing artístico e produção de sua própria empresa. Responsável pela comunicação das bandas Cavalera Conspiracy e Soulfly na América Latina e assessora de imprensa full time das bandas Angra, Project46, Sioux66, Rygel, Capadocia, La raza, Bioface, Worst, e inúmeras outras. Assessora de comunicação das empresas Top Link Music, Gw Entretenimento e Honorsounds.

Mais matérias de Damaris Hoffman no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online