Tristeza: On The Beat não acha comprador e vai mesmo fechar

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Ver Acessos

O proprietário da segunda loja de discos usados mais antiga de Londres não obteve êxito em atrair um comprador para o estabelecimento ao colocar um anúncio de sua venda no site de vendas eBay por 300 mil Libras [pouco mais de um milhão de Reais].

Edu Falaschi: os dez vocalistas brasileiros preferidos deleHumor: Ser prog metal é mais que saber tocar em modo frígio

Especializada em vinil antigo, a On The Beat Records, na Hanway Street, na tradicional região do Soho, tem mais de 50 mil discos em seu estoque, e todos estavam inclusos no preço 'Compre Agora' de 300 mil Libras, assim como o contrato de leasing do local.

Ao admitir que essa foi a 'primeira e última vez' que ele usou o eBay, o dono da loja, TIM DERBYSHIRE, disse à revista inglesa NME que o negócio agora vai fechar.

"Eu tentei, ela ficou no eBay por 30 dias", ele disse. "Vou fechar as portas em janeiro. Vou sair no fim do mês. Esse é meu último Natal. Eu recebi três ligações a respeito no total."

Perguntado sobre como ele se sente sobre a falta de interesse em adquirir a loja, Derbyshire permaneceu filosófico. "Não fico muito incomodado, de verdade, é a vida. Eu vou virar a página e fazer outra coisa, talvez eu vire neurocirurgião. A maioria das pessoas tem cérebro, talvez nem todo mundo tenha." O empresário ainda disse que pode "deixar a chave na porta" quando deixar a propriedade no começo do ano que vem.

Entrevistado pela mesma NME no começo desse mês, Derbyshire admitira que ele achava difícil estabelecer a validade dos lances oferecidos pela loja quando o leilão se iniciou.

A On The Beat Records foi inaugurada por Derbyshire em 1979. Quase 35 anos depois, ela vende uma variedade considerável de discos raros de vinil do movimento psicodélico dos anos 60, além do grunge, funk, soul, jazz, folk e country.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Indústria Musical"


Vinil: comprar toca-discos com USB para converter LP é estupidezVinil
Comprar toca-discos com USB para converter LP é estupidez

Racismo: documentário aborda preconceito contra negras no MetalRacismo
Documentário aborda preconceito contra negras no Metal

CD Players: ainda vale a pena um top de linha? Sim - e muitoCD Players
Ainda vale a pena um top de linha? Sim - e muito


Edu Falaschi: os dez vocalistas brasileiros preferidos deleEdu Falaschi
Os dez vocalistas brasileiros preferidos dele

Humor: Ser prog metal é mais que saber tocar em modo frígioHumor
Ser prog metal é mais que saber tocar em modo frígio

Slayer: Tom Araya revela seus ídolos do baixoSlayer
Tom Araya revela seus ídolos do baixo

Roadrunner: os álbuns mais desprezados de todos os temposRoadrunner
Os álbuns mais desprezados de todos os tempos

Beatles: Quais as pessoas e objetos da capa do Sgt. Peppers?Beatles
Quais as pessoas e objetos da capa do Sgt. Peppers?

Venom e Beyoncé: camiseta true para fãs da Diva e de Black MetalVenom e Beyoncé
Camiseta true para fãs da Diva e de Black Metal

Heavy Metal: Bruno Sutter e a verdade sobre os camarinsHeavy Metal
Bruno Sutter e a verdade sobre os camarins


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336