Dio: 20a e última parte de discografia comentada no Minuto HM

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Flávio Remote e Alexandre Bside
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 15/12/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Este é o último capítulo da discografia-homenagem a Ronnie James Dio. Obrigado a todos que acompanharam esta jornada de votações e resenhas especiais com a galera do Minuto HM.

1049 acessosCypress Hill: "Alice in Chains fez igual ao AC/DC e Black Sabbath"5000 acessosAs regras do Viking Metal

Esse último post da discografia DIO trará os álbuns ao vivo gravados em sua fase BLACK SABBATH/HEAVEN AND HELL. Abordaremos inicialmente o primeiro ao vivo desta fase, que ironicamente foi finalizado quando o nosso baixinho já havia saído da banda. Traremos informações sobre outros "ao vivos" desta fase “sabática” – com o tardio LIVE AT HAMMERSMITH e já com a banda sendo chamada HEAVEN AND HELL, o excelente RADIO MUSIC CITY HALL e o NEON NIGHTS: 30 YEARS OF HEAVEN & HELL que é o último registro oficial do baixinho na banda e cronologicamente o último de Ronnie entre as bandas que foram revisitadas nesta série.

ÁLBUM: LIVE EVIL

■ Gravação: 23 e 24 de Abril, 12 e 13 de Maio de 1982 em Seattle, Dallas e San Antonio - EUA

■ Lançamento: Dezembro 1982

■ Produtores: Geezer Butler e Tony Iommi

■ O álbum vendeu 107.000 cópias

■ O álbum atingiu o 13º lugar nas paradas inglesas

Faixas:

Disco 1:

1- E5150 - 2:21 6- Black Sabbath - 8:39
2- Neon Knights - 4:36 7 – War Pigs – 9:19
3- N.I.B - 5:09 8 – Iron Man – 7:29
4- Children Of The Sea - 6:05
5- Voodoo – 6:07

Disco 2:

1- The Mob Rules – 4:10 3- The Sign Of The Southern Cross/Heaven And Hell – 7:15
2- Heaven And Hell – 12:04 4- Paranoid – 3:46
5- Children Of The Grave – 5:25
6- Fluff – 0:59

LIVE EVIL é o primeiro disco oficial do BLACK SABBATH lançado em dezembro de 1982, motivado entre outros, pela excelência da performance ao vivo da banda na turnê prévia em 1981/1982. É importante ressaltar a influência mútua na formação com Ozzy no lançamento de pelo menos três discos, o extraoficial LIVE AT LAST, o disco ao vivo da carreira solo de Ozzy – SPEAK OF THE DEVIL e o próprio LIVE EVIL.

Resgatando um pouco da história do BLACK SABBATH, a banda havia tentando lançar o seu ao vivo anos antes com a sua primeira formação. Cabe lembrar que no meio dos anos 70, início dos anos 80, discos ao vivo estavam na “moda” e eram sinônimos de boa/ótima vendagem. Exemplos são inúmeros, como os multiplatinados FRAMPTON COMES ALIVE, KISS ALIVE!, THE SONG REMAINS THE SAME, DEEP PURPLE MADE IN JAPAN, entre outros. O que faltava para o BLACK SABBATH lançar o seu? A banda havia tentado lançar o seu ao vivo ainda em 1973, mas considerou o resultado das gravações insatisfatório e engavetou o projeto. No fim de 1978 há o rompimento com o Ozzy Osbourne e posteriormente na nova formação com Dio, o lançamento de HEAVEN AND HELL em abril de 1980.

Em paralelo há uma briga judicial com o então ex-manager da banda Patrick Meehan, que consegue lançar o projeto engavetado através da gravadora Nems em julho de 1980, sem consentimento da banda. Também já havia sido registrado em VHS um vídeo ao vivo da tour de HEAVEN AND HELL, quando a banda dividia o palco com Blue Oyster Cult e que já mostra a banda revigorada com a entrada dos dois novos membros.

Em consequência deste lançamento à revelia de LIVE AT LAST, a banda decide revigorar o projeto de lançamento de seu ao vivo, já com a nova formação e na turnê do álbum seguinte MOB RULES. LIVE EVIL reúne gravações de Seattle, San Antonio e Dallas na tour de 1982 entre abril e maio daquele ano. Ao se iniciar o processo de mixagem do disco, há a ruptura da dupla Iommi/Butler com Dio/Appice, estes últimos acusados de modificar as mixagens para favorecimento dos vocais e bateria no álbum. Anos depois este rumor foi descartado, quando Tony Iommi admitiu que havia sido influenciado pelo engenheiro de som do álbum, que inventou esse fato. Na verdade, este rumor foi apenas uma gota d´água na então já desgastada relação entre as duplas.

A dupla Iommi/Butler então decide continuar o projeto sem Ronnie e Appice, que iriam formar a banda DIO. Segundo Dio o álbum levou longos meses para finalizar, já que foi em grande parte refeito nas partes de baixo e guitarra, sendo lançado apenas em dezembro de 1982. Enquanto isso Ozzy sabendo do projeto, se indigna por nunca ter sido lançado um material oficialmente seu ao vivo com a banda e, em represália, se antecipa e resolve lançar SPEAK OF THE DEVIL, com músicas somente do seu repertório junto ao BLACK SABBATH. Para situar as datas do lançamento e gravação, SPEAK OF THE DEVIL é gravado em setembro de 1982 e lançado dois meses depois em novembro de 1982, portanto antes de LIVE EVIL, que leva mais de seis meses para ser lançado.

A capa de LIVE EVIL é literalmente um parágrafo a parte e traz todos os personagens das musicas que o disco contém, a saber:

Um homem se debatendo em uma camisa de força ("Paranoid")

Um sacerdote vodu ("Voodoo")

O anjo e o demônio ("Heaven and Hell")

Um cavaleiro com a espada reluzente ("Neon Knights")

Um homem encapuçado ("Black Sabbath")

Um homem com pele metálica e expondo seus músculos ("Iron Man")

Um porco vestido de sargento ("War Pigs")

Uma cabeça de cabra, desenhada na areia, na direção do porco vestido de sargento ("N.I.B.")

Um grupo de crianças dentro do tumulo ("Children of the Grave") flutuando na água ("Children of the Sea")

Um homem com um chicote ("The Mob Rules")

Um raio na forma da cabeça do demônio ("E5150")

(Na contracapa) Um violão lavado pela maré ("Fluff")

(Na contracapa) Cruzeiro do Sul no Céu ("The Sign of the Southern Cross")

Depois de LIVE EVIL, a banda iria se reunir com Dio mais duas vezes, uma para a criação de DEHUMANIZER (1992), quando não há nenhum lançamento oficial ao vivo da turnê e depois já com a formação chamada de HEAVEN AND HELL, quando há o lançamento de dois discos ao vivo LIVE FROM THE RADIO CITY MUSIC HALL e NEON NIGHTS: 30 YEARS OF HEAVEN & HELL e um terceiro ao vivo em edição limitada com o resgate de shows da mesma formação em 1981/1982 – LIVE AT HAMMERSMITH ODEON, ainda sob o nome de BLACK SABBATH.

LIVE AT HAMMERSMITH ODEON é lançado em formato cd numerado pela gravadora RHINO Records em edição limitada de 5000 cópias em 01/05/2007. Os shows capturados da tour de MOB RULES das datas de 31/12/1981 , 01 e 02/01/1982.

CD :

1- E5150 - 8:30 7- War Pigs - 9:06
2- Neon Nights - 4:04 8 – Slipping Away – 7:42
3- N.I.B. - 6:52 9 – Iron Man –11:40
4- Children Of The Sea - 5:20 10 – The Mob Rules –11:40
5- Country Girl– 6:27 11 – Heaven And Hell –11:40
6- Black Sabbath – 6:27 12 – Paranoid –11:40
13 – Voodoo –11:40

As faixas 6,8,10,12,14 são dos shows de 31/12/1981

As faixas 3,4,5,7,9,11 são dos shows de 01/01/1982

As faixas 1,2 e 13 são dos shows de 02/01/1982

O resgate dos shows da tour de MOB RULES traz as então inéditas ao vivo Country Girl, Slipping Away (trecho) e uma coletânea de registros ao vivo de shows bem próximos, numa mixagem que priorizou a manutenção do som original da banda. Posteriormente o cd seria incluído como bônus na edição deluxe de MOB RULES.

LIVE FROM THE RADIO CITY MUSIC HALL é gravado quando a banda acabara de lançar a coletânea DIO YEARS e entrara em turnê, sendo capturado do 12º show da banda após o retorno e o 1º show nos EUA (em 30/03/2007). O lançamento se dá em 28/08/2007

Disco 1 :

1- E5150/After All (The Dead) - 8:30 6- The Sign of The Southern Cross - 9:06
2- The Mob Rules - 4:04 7 – Voodoo – 7:42
3- Children Of The Sea - 6:52 8 – The Devil Cried –11:40
4- Lady Evil - 5:20
5- I– 6:27

Disco 2:

1- Computer God – 6:41 5- Heaven And Hell – 15:15
2- Falling Off The Edge Of The World-05:45 6- Lonely Is The Word – 6:48
3- Shadow Of The Wind – 6:05 7- Neon Knights – 7:58
4 – Die Young – 7:44

Com a formação HEAVEN AND HELL a novidade passa a ser que os shows são constituídos apenas do material dos discos da trinca Iommi/Butler/Dio e, portanto há mais espaço para músicas nunca registradas ao vivo, tais como After All (The Dead), Lady Evil, I, Falling Off The Edge Of The World, Lonely Is The World, Die Young e as recém-lançadas Shadow Of The Wind e The Devil Cried. O local escolhido para a gravação do disco é o clássico Radio City Music Hall em Nova York, onde o show na integra é capturado em CD, que acompanha também o DVD da filmagem do show.

Por fim, NEON KNIGHTS: 30 YEARS OF HEAVEN & HELL (também chamado de LIVE IN EUROPE nos E.U.A e LIVE AT WACKEN na Europa) é o último registro oficial ao vivo da banda e é gravado quando a banda participou do festival Wacken Open Air na Alemanha em 30/07/2009, já na tour de THE DEVIL YOU KNOW . O lançamento se dá já postumamente em novembro de 2010 e posteriormente também em LP em 2011.

O álbum foi lançado em formato de CD, LP e DVD (que inclui entrevistas sobre o aniversário de 30 anos do álbum HEAVEN AND HELL) e contém o show na integra (O CD e LP omitem duas faixas devido a limitação do tamanho) e traz como novidades as inéditas desta formação em registro ao vivo, Time Machine e as recém lançadas de THE DEVIL YOU KNOW , Bible Black, Fear e Follow The Tears.

CD :

1- Mob Rules - 4:04 7- Falling Off The Edge Of The World- 5:39
2- Children Of The Sea - 5:20 8 – Follow The Tears – 6:11
3 – I – 6:16 9 – Die Young –6:41
4- Bible Black - 6:27 10 – Heaven And Hell –17:48
5- Time Machine – 6:27 11 – Neon Knights –5:45
6 – Fear – 4:36

O DVD inclui a faixa E5150 no inicio do programa e também a faixa Country Girl antes de Neon Knights.

Para ver a nota dos redatores destes álbuns, fotos, vídeos especiais relacionados, os vinis especiais, mensagens dos membros da banda a Dio e mais informações, acesse a matéria original do Minuto HM. Aproveite e deixe um comentário lá para os autores.

http://minutohm.com/2013/12/09/discografia-homenagem-dio-par...

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.


Black SabbathBlack Sabbath
"The End - Live in Birmingham" sai em novembro

1049 acessosCypress Hill: "Alice in Chains fez igual ao AC/DC e Black Sabbath"719 acessosLoudwire: em vídeo, dez bandas extintas que o mundo quer de volta29 acessosEm 20/10/1998: Black Sabbath lança o álbum ao-vivo Reunion141 acessosEm 20/10/1998: Black Sabbath lança o single "Psycho Man"150 acessosDanilo Vicari: Top 10 Riffs do Black Sabbath0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Black Sabbath"

Bill WardBill Ward
"Lars Ulrich é um baterista excepcional"

Geezer ButlerGeezer Butler
A morte de Dio poderia ter sido evitada

Black Sabbath e Thin LizzyBlack Sabbath e Thin Lizzy
As semelhanças entre dois clássicos

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Dio"0 acessosTodas as matérias sobre "Black Sabbath"


Viking MetalViking Metal
Com um machado na mão, o que você quiser, você pode!

Raul SeixasRaul Seixas
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Simone SimonsSimone Simons
A nudez na capa de Divine Conspiracy

5000 acessosDuff McKagan: "Nikki Sixx, do Motley Crue, é um gênio!"5000 acessosTarja Turunen: vocalista reprova cover do Children Of Bodom no The Voice5000 acessosFotos de Infância: Yngwie Malmsteen5000 acessosIron Maiden: o pior momento de Bruce Dickinson no palco5000 acessosGuns N' Roses: Ellen Jabour conta como foi estar com banda5000 acessosSlipknot: Sid Wilson lesionado após gigantescos pulos do palco

Sobre Flávio Remote e Alexandre Bside

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online