Bumblefoot: temendo desagradar Axl ao subir no palco com Slash

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Samuel Coutinho, Fonte: Metal da Ilha
Enviar correções  |  Ver Acessos

O guitarrista do GUNS N 'ROSES, Ron "Bumblefoot" Thal, falou com a Vorterix da Argentina antes de sua aparição no show do dia 24 de novembro no The Roxy Palermo em Buenos Aires. Alguns trechos da conversa seguem abaixo (transcrito pela BLABBERMOUTH.NET). Confira um trecho que foi destaque.

Two and a Half Men: Participações de astros do rockCorey Taylor: "não comprem a playboy da Lindsay Lohan"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre se ele mantém contato com Slash:

Bumblefoot: "Essa eu tenho que esclarecer, pois há uma relação bem conturbada entre Axl e Slash. Não quero que Axl se sinta traído, se eu... Eu acho que ele ficaria incomodado se... (Slash e eu) temos vários amigos em comum, no entanto.

"(Slash e eu) praticamente ficamos em uma situação em que podíamos ter subido no mesmo palco juntos em Las Vegas, em julho. Eu estava tocando com o baixista do PANTERA, Rex Brown e Brian Tichy na bateria, que havia tocado com Slash, e estávamos fazendo várias covers do KISS em Las Vegas, apenas nos divertindo. E foi na mesma noite que Slash faria seu último show e ele estava em Las Vegas. Sim, estávamos tocando não muito longe um do outro, e havia rumores de que ele viria e tocaria no palco. E eu fiquei, tipo, 'Hmmm ....'

"Porque, pessoalmente, eu não tenho problemas com ninguém... Embora eu tenha alguns problemas com o Sr. Adler. Porque ele tende a dizer algumas coisas desagradáveis ​​sobre a banda atual, e então eu digo algumas coisas de volta, e então ele se desculpa, e nós ficamos bem, e eu converso com ele, e então ele diz de novo, ele diz algo ruim novamente. Steven, pare com isso! Mas mesmo assim, se eu o visse, eu lhe daria um grande abraço. Eu diria a ele o quanto ele é um pé no saco, em seguida, eu lhe daria um abraço.

"Mas houve bastante conversa naquela noite, várias mensagens de texto indo e voltando entre o Slash e os caras com quem eu estava tocando as covers do KISS, sobre ele vir e se juntar no palco para uma canção. E eu fiquei, tipo, eu não quero ser rude e tirar o meu da reta, porque isso seria apenas, um insulto. Se ele ficar no palco, tipo, 'Tudo bem, você toca', e eu caio fora. Mas, então, se eu tocasse com Slash, seria, tipo, não ficaria legal pro Axl, porque eu sei como ele se sentiria na verdade... Então, eu estava, tipo, 'Ahhh... o que fazer'. Então apenas deixei rolar as mensagens e fiquei sentindo o que os caras decidiriam. Então fiquei sabendo que ele (Slash) tinha que pegar um vôo para a Europa na manhã seguinte, daí acabou não rolando.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Quero dizer, eu não estava preocupado com isso, porque eu disse o seguinte, 'Sabe de uma coisa?! Tudo o que tiver que acontecer vai acontecer'. Você apenas precisa ser confiante sobre a situação. E honestamente, não importa, o mundo não vai desmoronar. É um grupo de músicos tocando e se divertindo. É só isso".

Leia a matéria completa (em inglês) na fonte original desta matéria:
http://www.blabbermouth.net/news/bumblefoot-didnt-want-to-be...




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Guns N' Roses"Todas as matérias sobre "Slash"


Guns N' Roses: vídeo da Fender mostra cenas de ensaio da bandaGuns N' Roses
Vídeo da Fender mostra cenas de ensaio da banda

Slash: Alucinações, sexo, dinheiro e armas de fogo no auge do vícioSlash
Alucinações, sexo, dinheiro e armas de fogo no auge do vício


Two and a Half Men: Participações de astros do rockTwo and a Half Men
Participações de astros do rock

Corey Taylor: não comprem a playboy da Lindsay LohanCorey Taylor
"não comprem a playboy da Lindsay Lohan"


Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.

Mais matérias de Samuel Coutinho no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280