Tecnologia: impressoras 3D criam alto-falantes hifi a baixo custo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Ver Acessos

Quando a maioria do público pensa em impressoras 3D, imagina máquinas modelando em plástico PLA ou ABS. Já há algum tempo, mais e mais pessoas têm começado a adotar o uso de outros materiais, como blocos de nylon. Contudo, uma empresa, a AKEMAKE, com a ajuda de um novo material de impressão, está tentando mudar esse panorama.

Metallica: Hammett e Ulrich escolhem álbuns e músicas dos anos 2000Halloween: dez clássicos do Heavy Metal para curtir a data

A Akemake conseguiu recentemente usar um filamento de madeira 100% natural chamado de TIMBERFILL para imprimir um alto-falante de mesa.

"Esse modelo impresso em 3D é o primeiro falante do mundo confeccionado a partir de um Timberfill, fabricado pela [empresa] Fillamentum", disse MACHAL KANDLER da Akemake ao site 3DPrint. com. "Sim, isso é 100% madeira!"

A peça, batizada de SPIRULIDA, foi desenhada por Ondra Chotovinsky, e é baseada numa espécie de lula que vive em águas profundas - a Spirulida. A Akemake está oferecendo esse design completamente de graça para aqueles que quiserem imprimi-lo em casa. Eles também fornecem as instruções para montá-lo.

O filamento de Timberfill, usado para moldar o falante, não só parece com madeira, mas a empresa afirma que ele se comporta exatamente como madeira. Como é de conhecimento geral, a madeira é usada com bastante frequência na construção de falantes, devido às suas características físicas, que melhoram a qualidade do som. A Fillamentum oferece uma enorme variedade de outros materiais para impressão em 3D, desde o Timberfill até os tradicionais plásticos PLA, ABS e até PVA.

Custo inicial para o falante - que pode subir de acordo com os componentes eletroeletrônicos que você escolher: 270 Reais.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Indústria Musical"


Postura: 12 coisas que você nunca deve dizer a um músicoPostura
12 coisas que você nunca deve dizer a um músico

Música ao Vivo: entenda como algumas casas a estão destruindoMúsica ao Vivo
Entenda como algumas casas a estão destruindo

Música: como as crianças de hoje reagem aos walkmansMúsica
Como as crianças de hoje reagem aos walkmans


Metallica: Hammett e Ulrich escolhem álbuns e músicas dos anos 2000Metallica
Hammett e Ulrich escolhem álbuns e músicas dos anos 2000

Halloween: dez clássicos do Heavy Metal para curtir a dataHalloween
Dez clássicos do Heavy Metal para curtir a data

Roqueiros conservadores: a direita do rock na revista VejaRoqueiros conservadores
A direita do rock na revista Veja

Keith Richards: colocando Justin Bieber em seu devido lugarKeith Richards
Colocando Justin Bieber em seu devido lugar

Novas caras do metal: 40 bandas que você precisa conhecerNovas caras do metal
40 bandas que você precisa conhecer

Linkin Park: Chester Bennington puto da vidaLinkin Park
Chester Bennington puto da vida

Capas: 10 das mais belas feitas por artistas dos quadrinhosCapas
10 das mais belas feitas por artistas dos quadrinhos


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336