Pearl Jam: Vedder e seu protesto contra as guerras da atualidade

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Leonardo Daniel Tavares da Silva, Fonte: Loudwire, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Em 11 de julho, Eddie Vedder, o vocalista do PEARL JAM, lançou um apaixonado apelo anti-guerra durante um show na Inglaterra. Embora não tenha mencionado Israel pelo nome, atribuiu-se extensamente que o discurso de Vedder foi dirigido aos recentes bombardeios de Israel na Faixa de Gaza, levando o roqueiro a ser rotulado como anti-Israel por partidários do país. Em resposta, Vedder escreveu uma declaração explicando suas intenções.

Red Hot Chili Peppers: "Eddie Vedder canta direto do coração"Metallica: as extravagâncias da banda para tocar no Rock in Rio

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Para aqueles que têm seguido o PEARL JAM ao longo dos anos, as opiniões francas de Vedder contra a guerra têm sido constantes. Por muitos, muitos anos, o PEARL JAM tem feito covers ao vivo de hinos anti-guerra como "Masters of War", de BOB DYLAN, e "War", de Edwin Starr.

Em um post intitulado "Imagine - que eu sou ainda anti-Guerra", Vedder aborda seu recente apelo no palco e os pontos de vista que o inspiraram:

"A maioria de nós já ouviu JOHN LENNON cantar "Você pode dizer que sou um sonhador ... mas não sou o único". E alguns de nós, depois de outra dose matinal de notícias cheias de morte e destruição, sentimos a necessidade falar aos outros para ver se não estamos sozinhos em nossa indignação. Com cerca de uma dúzia de conflitos variados em curso no noticiário todos os dias, e com as histórias cada vez mais horríveis, o nível de tristeza se torna insuportável. E o que acontece com o nosso planeta, quando essa tristeza se torna apatia? Porque nós nos sentimos desamparados. E nós viramos nossas caras e viramos a página.

Atualmente, eu estou cheio de esperança. Esta esperança brota das multidões de pessoas para as quais a nossa banda tem a sorte de tocar noite após noite, aqui na Europa. Ver as bandeiras de tantas nações diferentes e ter essas grandes multidões se reunindo pacificamente e alegremente é a inspiração por trás das palavras exatas que eu senti a necessidade de retransmitir enfaticamente. Ao tentar fazer um apelo por mais paz no mundo em um concerto de rock, estamos refletindo os sentimentos de todos aqueles que entramos em contato para que possamos ter uma melhor compreensão do outro.

Isso não é algo que eu vou parar tão cedo. Pode me chamar de ingênuo. Eu prefiro ser ingênuo, sincero e esperançoso do que resignado, sem falar por medo de má interpretação e retaliação.

A maioria dos seres humanos neste planeta são consumidos mais pela busca do amor, saúde, família, comida e abrigo de qualquer tipo de guerra.

Guerra dói. Dói, não importa em que lado as bombas estão caindo.

Com todas as conquistas mundiais em tecnologia moderna, dispositivos de comunicação e informação avançadas, quebrando o genoma humano, Land Rovers em Marte, etc, será que realmente temos de nos resignar à realidade devastadora que o conflito será resolvido com bombas, assassinatos e atos de barbárie?

Somos uma espécie tão notável. Capazes de criar beleza. Capaz de inspirar avanços. Devemos ser capazes de resolver conflitos sem derramamento de sangue.

Eu não sei como conciliar o arco-íris de paz de bandeiras que vemos todas as noites nos nossos shows com a notícia diária de uma dezena de conflitos globais e suas conseqüências terríveis. Eu não sei como processar o sentimento de culpa e cumplicidade quando ouço sobre a morte de uma família civil de um ataque de drones dos EUA. Mas eu sei que não podemos deixar a tristeza se transformar em apatia. E eu sei que somos melhores quando tentamos chegar um ao outro.

'Eu espero que um dia você se junte a nós ...'

Vocês não vão ouvir o que o homem disse?

- Eddie Vedder"




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Pearl Jam"


Red Hot Chili Peppers: Eddie Vedder canta direto do coraçãoRed Hot Chili Peppers
"Eddie Vedder canta direto do coração"

Pearl Jam: No momento estamos gravando o novo discoPearl Jam
"No momento estamos gravando o novo disco"

Eddie Vedder: nova contribuição musical em filme de Sean Penn?Eddie Vedder: realizando shows beneficentes em Las Vegas e Los AngelesPearl Jam: resenha do álbum "Lost Dogs" pelos membros da banda - Disco 1Red Hot Chili Peppers: tocando Prince e Hendrix com Eddie Vedder; assista

Pearl Jam: funcionário posta foto e afirma que grupo está gravando novo discoPearl Jam
Funcionário posta foto e afirma que grupo está gravando novo disco

Pearl Jam: Fã escolhe o disco mais e menos preferido no Reddit do grupoPearl Jam: MTV Unplugged será lançado em vinil pela primeira vezPearl Jam: As Top 10 performances de Matt Cameron

Billy Corgan: ele quis se matar após sucesso de Nirvana e Pearl JamBilly Corgan
Ele quis se matar após sucesso de Nirvana e Pearl Jam

Liam Gallagher: ele não gosta de Queen e odeia o som de Brian MayLiam Gallagher
Ele não gosta de Queen e odeia o som de Brian May


Metallica: as extravagâncias da banda para tocar no Rock in RioMetallica
As extravagâncias da banda para tocar no Rock in Rio

Jimi Hendrix: 12 coisas que talvez você não saiba sobre eleJimi Hendrix
12 coisas que talvez você não saiba sobre ele


Sobre Leonardo Daniel Tavares da Silva

Daniel Tavares nasceu quando as melhores bandas estavam sobre a Terra (os anos 70), não sabe tocar nenhum instrumento (com exceção de batucar os dedos na mesa do computador ou os pés no chão) e nem sabe que a próxima nota depois do Dó é o Ré, mas é consumidor voraz de música desde quando o cão era menino. Quando adolescente, voltava a pé da escola, economizando o dinheiro para comprar fitas e gravar nelas os seus discos favoritos de metal. Aprendeu a falar inglês pra saber o que o Axl Rose dizia quando sua banda era boa. Gosta de falar dos discos que escuta e procura em seus textos apoiar a cena musical de Fortaleza, cidade onde mora. É apaixonado pela Sílvia Amora (com quem casou após levar fora dela por 13 anos) e pai do João Daniel, de 1 ano (que gosta de dormir ouvindo Iron Maiden).

Mais matérias de Leonardo Daniel Tavares da Silva no Whiplash.Net.

adGoo336