Matérias Mais Lidas

Gloria: quanto a banda ganhou para tocar no Rock in Rio 2011 - e quanto sobrouGloria: quanto a banda ganhou para tocar no Rock in Rio 2011 - e quanto sobrou

Ozzy Osbourne: a piada que virou música e fez a banda do Madman ganhar um GrammyOzzy Osbourne: a piada que virou música e fez a banda do Madman ganhar um Grammy

Rock Progressivo: 4 bandas atuais que provam ainda haver espaço para expansão criativaRock Progressivo: 4 bandas atuais que provam ainda haver espaço para expansão criativa

Metallica: o dia que Cronos, do Venom, teve que acalmar chilique no backstageMetallica: o dia que Cronos, do Venom, teve que acalmar chilique no backstage

Korn: Eu vi alguém que eu gosto morrer e não vou fazer isso de novo, afirma vocalistaKorn: "Eu vi alguém que eu gosto morrer e não vou fazer isso de novo", afirma vocalista

Hypocrisy: cético, eremita e preocupado com crianças, Peter só tomará vacina pra turnêHypocrisy: cético, eremita e preocupado com crianças, Peter só tomará vacina pra turnê

Mamonas Assassinas: a história das fotos dos músicos mortos, feitas para tabloideMamonas Assassinas: a história das fotos dos músicos mortos, feitas para tabloide

Zakk Wylde: citando Jesus Cristo, ele afirma que apenas Hendrix está acima de Van HalenZakk Wylde: citando Jesus Cristo, ele afirma que apenas Hendrix está acima de Van Halen

Metallica: por que James Hetfield não gosta do Guns N' Roses, com quem tocou em 1992Metallica: por que James Hetfield não gosta do Guns N' Roses, com quem tocou em 1992

Lista: 20 músicas animadas para ouvir em dias tristes e levantar o astralLista: 20 músicas animadas para ouvir em dias tristes e levantar o astral

Megadeth: canhoto Kiko Loureiro explica por que toca guitarra com a mão direitaMegadeth: canhoto Kiko Loureiro explica por que toca guitarra com a mão direita

Rock e metal: 10 álbuns de destaque lançados nesta sexta-feira (26/11) para você ouvirRock e metal: 10 álbuns de destaque lançados nesta sexta-feira (26/11) para você ouvir

Clássicos: hits que foram lançados há mais de 30 anos e fazem sucesso até hoje - Parte 1Clássicos: hits que foram lançados há mais de 30 anos e fazem sucesso até hoje - Parte 1

Mais ou menos: 10 discos de estreia que não são tão bons, em lista da Classic RockMais ou menos: 10 discos de estreia que não são tão bons, em lista da Classic Rock

Charlie Brown Jr: Chorão fez dívida impagável com gravadora em 2005, diz filhoCharlie Brown Jr: Chorão fez dívida impagável com gravadora em 2005, diz filho


Tarmat
Garimpeiro

O Futuro: estamos prestes a gravar nossos discos de vinil em casa

Por Nacho Belgrande
Fonte: Playa Del Nacho
Em 09/07/14

Black Friday: CDs, LPs e livros de rock e metal com até 75% de desconto na Amazon

Texto original por Jimmy Stamp

Na primeira vez em que ouvi ao WHITE STRIPES, eu me lembro de ter pensando, ‘Isso é rock n’ roll de alta qualidade. Puro e simples. ‘ Há algo inegavelmente autêntico na música inabalável e emocionada dos White Stripes. Ela se encaixa perfeitamente na continuidade da história da música, fundindo o passado com o presente, e de algum modo, soando como ambos.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Quando Jack White fundou o selo Third Man Records em 2009, ele queria ‘trazer uma estética espontânea e tangível de volta ao ramo de discos. ’ O que isso quer dizer? Bem, pra começo de conversa, quer dizer fabricar discos de verdade. Tal como a música do White Stripes, os discos de vinil da Third Man combinam tradição e inovação.

Em junho, White lançou o álbum ‘Lazaretto’, um inovador disco de vinil de 12 polegadas que parece como um LP comum, mas foi desenhado com alguns truques na manga, por assim dizer. Alguns detalhes do disco: ‘sulcos duplos’ na faixa de abertura do lado dois implicam que uma versão acústica ou elétrica da faixa tocará dependendo de onde a agulha cair, ângulos holográficos talhados à mão na superfície do vinil giram com o disco, e duas faixas ocultas estão permeadas nos selos centrais, uma tocando a 78 RPM e a outra a 45, tornando Lazaretto possivelmente o primeiro disco de três velocidades já prensado no planeta.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Lazaretto prova o que muitas pessoas já sabiam: mediante aos cassetes, CDs, MP3 e à nuvem onipresente, os discos de vinil não estão apenas sobrevivendo, eles estão se multiplicando. Novas técnicas de fabricação e tecnologias digitais estão expandindo as possibilidades da mídia analógica.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

No site de aparelhos ‘faça-você-mesmo’, a audiófila Amanda Ghassael postou experiências ao usar impressoras 3D e corte a laser para criar discos customizados. Suas diretrizes ensinam aos outros audiófilos como transformar arquivos de áudio em discos de resina de 33 RPM usando uma impressora 3D de alta resolução que cria objetos camada [bem fina] por camada.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

A impressora 3D não é precisa como uma máquina de cortar vinil, e a qualidade do som deixa muito a desejar, mas em meio aos ruídos e chiados e riscos no disco 3D protótipo, ‘Smells Like Teen Spirit’ do Nirvana é prontamente identificável. A menos que você esteja fazendo um disco para um toca-discos de brinquedos da Fisher Price, a prensagem doméstica via computador não é lá muito prática ainda, mas é bem legal.

Ghassael também criou um disco cortando, por laser, os sulcos em plástico, papel, e mais incrível, em madeira. O som é similar ao dos discos da impressora 3D, mas o disco de madeira é lindo demais. E há algo quase poético em esculpir anéis. Contudo, eu me pergunto qual seria o som se alguém colocasse pra ‘tocar’ uma fatia bem fina de uma árvore, alinhando a agulha nos sulcos criados pelos anéis das camadas do tronco? Qual é o som da natureza? Me lembraram de um artigo escrito por Rainer Maria Rilke [1875 – 1926], "Primal Sound", no qual ele, de modo poético, indagava que aconteceria se a agulha de um gramofone fosse friccionada contra sulcos naturais e biológicos como os das suturas coronais em um crânio humano:

"O que aconteceria? Um som sairia dali, necessariamente, uma série de sons, música… sentimentos – quais? Incredulidade, timidez, medo, espanto – quais de todos esses sentimentos possivelmente me impedem de sugerir um nome para o som primitivo que então faria sua aparição no mundo?"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Rilke imaginou o mundo inteiro se transformando em som.

Experimentar com discos é uma prática que remete à própria invenção das gravações. Antes de o vinil se tornar padrão nos anos 30, os discos eram feitos de goma-laca; mas, antes da goma-laca, uma variedade de materiais foi testada à medida que inventores pesquisavam por uma mídia para armazenar o som. Dentre as quase 400 gravações experimentais em áudio na coleção do Museu Nacional de História Americana, estão discos feitos de bronze, cera de abelha, borracha e vidro.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Essas antigas gravações estão na coleção do Smithsonian já faz muito tempo, mas não foi até 2011 que os pesquisadores conseguiram reproduzi-las através de um processo não-invasivo de recuperação fonográfica recentemente desenvolvido no Lawrence Berkeley National Laboratory.

Quando um dos discos de vidro – produzido por Alexander Graham Bell e seus colegas em 1885 – foi tocado, em meio aos chiados e riscados, a voz de um homem pode ser ouvida dizendo a data e repetindo ‘Mary had a little lamb’, talvez em homenagem ao primeiro disco de áudio, que Thomas Edison fabricara em 1877. O áudio distorcido mal é decifrável. Na verdade soa muito parecido com os discos impressos em 3D. E eu tenho que imaginar que a alegria sentida pelos inventores ao inserirem o som em disco de vidro tenha sido a mesma sentida pelos desenvolvedores de hoje, que depositam música em uma resina impressa pelo processo 3D.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Esqueça-se do romantismo das lojas de discos. Acredite você ou não que ouvir à música EM vinil de algum modo constitui uma experiência mais autêntica do que ouvir a gravações digitais, há algo inegavelmente visceral sobre o som de manifestar mecanicamente, sobre realmente fabricar música. Músicos, desenvolvedores, engenheiros e inventores modernos usando novas tecnologias para fazerem bela música nova juntos estão provando que, quando o assunto é vinil, nós mal começamos.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Queensryche: La Torre diz que odeia a indústria e que vida de músico não é fácilQueensryche
La Torre diz que odeia a indústria e que vida de músico não é fácil

Lou Ottens: morre aos 94 anos o criador da fita cassete e um dos inventores do CDLou Ottens
Morre aos 94 anos o criador da fita cassete e um dos inventores do CD

Epica: o que Mark Jansen achou da desilusão de Marko Hietala com a indústria musicalEpica
O que Mark Jansen achou da desilusão de Marko Hietala com a indústria musical

Rainbow: irritadíssimo, Ronnie Romero detona indústria musicalRainbow
Irritadíssimo, Ronnie Romero detona indústria musical


Povo compra, mas não ouve: fim da moda do vinil pode estar pertoPovo compra, mas não ouve
Fim da moda do vinil pode estar perto

Música: 13 fatos estarrecedores sobre a atual indústriaMúsica
13 fatos estarrecedores sobre a atual indústria

Áudio: Você realmente sabe como escutar sua música? - Parte IÁudio
Você realmente sabe como escutar sua música? - Parte I


Slayer: quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanistaSlayer
Quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanista

Guitarristas e vocalistas: os 10 melhores casamentosGuitarristas e vocalistas
Os 10 melhores "casamentos"


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande.