Paul Stanley: Peter e Ace, "igualdade" sem fazer "trabalho igual"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Paulo Giovanni G. Melo, Fonte: Loudwire, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Mesmo com os quatro membros originais do KISS ficando lado a lado na cerimônia do Rock n'Roll Hall of Fame de 2014, algumas questões sobre igualdade ainda estão sob os olhos de certos membros da banda. Paul Stanley se referiu a isso em sua autobriografia "Face the Music", e também trouxe à tona o assunto em uma recente entrevista ao OC Weekly.

Ace Frehley: namorada consegue ordem de restrição contra ex-guitarrista do KissCorey Taylor: Verdades sobre Joey Jordison e Jim Root

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Stanley é muito franco quando se refere às contribuições do baterista Peter Criss e do guitarrista Ace Frehley, detonando os ex-membros do KISS por ocasionalmente tentar "sabotar a banda". Ele explica: "parte da dinâmica da banda era ter que lidar, pragmaticamente, com o fato de que dois dos caras estavam muitas vezes mais interessados em sabotar a banda, sabotar Gene [Simmons] e eu, do que em fazer a coisa certa."

"Eles também queriam igualdade, quando eles não faziam um trabalho igual. Parte do que demos ao público foi a impressão de que nós quatros fazíamos tudo juntos e que contribuíamos de forma igual. Isso foi algo que queríamos manter no espírito da banda que amávamos. O problema é que os caras da banda começaram a acreditar nisso por eles mesmos."

Sobre Gene Simmons, colega de banda de longa data e outro membro original do KISS, Stanley acrescenta: "com certeza o vejo como um irmão, apesar de que nem sempre a gente concorda com o irmão. No final do dia, sei que ele estará lá por mim e eu por ele." Porém, Stanley já teve alguns problemas com Simmons ao longo da carreira do KISS.

"Minhas questões sempre foram mais centradas em participar de forma equilibrada e igual e ainda terminando com uma divisão igual do dinheiro. Eu não quis isso com Peter e Ace, porque iria querer com Gene?", disse Stanley. "Ele não estava fazendo seu trabalho e estava fora fazendo outras coisas e sendo pago por elas. Sentia como se ele fosse embora fazer seu trabalho em outro lugar. Isso foi um problema permanente."




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Kiss"Todas as matérias sobre "Paul Stanley"


Ace Frehley: namorada consegue ordem de restrição contra ex-guitarrista do KissAce Frehley
Namorada consegue ordem de restrição contra ex-guitarrista do Kiss

Kiss: Peter Criss diz que Eric Carr era querido e um ótimo bateristaKiss
Peter Criss diz que Eric Carr era "querido e um ótimo baterista"

Matanza Inc: "Pode Ser Que Eu Me Atrase" foi criada em homenagem a Ace Frehley e Kiss

Kiss: pacotes VIP no Brasil custam de R$ 3 mil a quase R$ 17 milKiss
Pacotes VIP no Brasil custam de R$ 3 mil a quase R$ 17 mil

Kiss: foto clássica é editada com integrantes atuais e fãs criticamKiss
Foto clássica é editada com integrantes atuais e fãs criticam

Kiss: sem Paul Stanley, banda faz show para tubarões brancos; veja vídeoKiss
Sem Paul Stanley, banda faz show para tubarões brancos; veja vídeo

Kiss: Vinnie Vincent relança disco instrumental em edição limitada e com preço salgadoKiss
Vinnie Vincent relança disco instrumental em edição limitada e com preço salgado

Kiss: show ainda vale o ingresso? (video)Kiss
Show ainda vale o ingresso? (video)

Kiss: preços dos ingressos e mais informações sobre shows no BrasilKiss
Preços dos ingressos e mais informações sobre shows no Brasil

Kiss: Seis shows são confirmados no Brasil para maio de 2020Kiss
Seis shows são confirmados no Brasil para maio de 2020

Kiss: Ace Frehley mostra como quebrar um quarto de hotelKiss
Ace Frehley mostra como quebrar um quarto de hotel

Kiss: Ace Frehley se diz mais inteligente que Paul StanleyKiss
Ace Frehley se diz mais inteligente que Paul Stanley


Corey Taylor: Verdades sobre Joey Jordison e Jim RootCorey Taylor
Verdades sobre Joey Jordison e Jim Root

Suzi Quatro: a importância da linda baixista para o rockSuzi Quatro
A importância da linda baixista para o rock


Sobre Paulo Giovanni G. Melo

Mineiro de Belo Horizonte. Fã de Hard Rock e Heavy Metal, especialmente a partir dos anos 80, não dispensa um disco ao vivo destes estilos. Entre várias de suas bandas preferidas estão Ratt, Aerosmith, Buckcherry, The Cult, Whitesnake, Whitecross, Guns N' Roses e Motley Crue.

Mais matérias de Paulo Giovanni G. Melo no Whiplash.Net.

adGoo336