Documentário: Rock Brasília - Era de Ouro

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Roberto Rillo Bíscaro
Enviar correções  |  Ver Acessos

Lá por meados dos anos 80, começamos a ouvir/ler sobre as bandas de Brasília. Depois do estouro dos paulistas e cariocas TITAS, ULTRAJE A RIGOR, KID ABELHA, sopraram ventos pós-punk do Planalto Central. Os PARALAMAS DO SUCESSO vieram de lá, mas soavam mais caribenhos, mais ska. O som de Brasilia vinha com fama de mais politizado e com a sonoridade angulosa do punk e da cold wave britânicas, tipo SEX PISTOLS, THE CLASH, SIOUXSIE & THE BANSHEES, GANG OF FOUR.

U2: as 10 melhores músicas de todos os tempos da bandaBeatles: Quais as pessoas e objetos da capa do Sgt. Peppers?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O documentário Rock Brasília - Era de Ouro (2011), do diretor Vladimir Carvalho apresenta parte da história da cena roqueira brasiliense do final dos 70's em diante. O cineasta escolheu o grupo ABORTO ELÉTRICO como ponto de partida e suas bandas-filhote (LEGIAO URBANA, PLEBE RUDE e CAPITAL INICIAL) pra representarem esse período dourado. Se por um lado essa escolha implica no apagamento de bandas como FINIS AFRICAE, DETRITO FEDERAL, ESCOLA DE ESCANDALOS e ARTE NO ESCURO (surgidas depois da pioneira Aborto), por outro, permite aprofundamento nas trajetórias daqueles grupos, sem dúvida, comercialmente mais bem sucedidos da cidade. Surgidas em famílias de classe-média intelectualizada, Legião, Capital e Plebe tomaram o sul de assalto, e, consequentemente, fizeram sucesso em todo o país.

As quase 2 horas de documentário são compostas de entrevistas e imagens de arquivo, que deleitarão as testemunhas dos anos 80, mas também quem veio depois. Optando por não trilhar o caminho da caça às influências de cada banda, Carvalho buscou familiares, amigos, (ex)integrantes, produtores e gente como Caetano Veloso e o antropólogo Hermano "irmão-do-Herbert" Vianna. O mentor Renato Russo não poderia ficar fora e aparece em entrevistas antigas, muito bem adequadas. Claro que há menções ao THE CURE e aos Pistols, mas o enfoque é mesmo na história e nas curiosidades sobre cada formação musical.

Conhecemos a construção da iconicidade de Russo, habilmente burilada pelo próprio desde bem cedo; divertimo-nos com a perplexidade de Chico Buarque de Holanda perante os passos de dança do vocalista da LEGIAO URBANA, quando de sua apresentação no programa global Chico e Caetano (imagine que o Velho Chico sabia quem era a inspiração IAN CURTIS!); somos informados da decadência e ressurreição do CAPITAL INICIAL.

Rock Brasília - Era de Ouro não cansa ou entedia, porque os depoimentos não são mecânicos e cheios de informações técnicas sobre gravações ou instrumentos musicais. É gente narrando sua história ou a de seus filhos, amigos, irmãos.

Que venham mais projetos análogos, pra eternizar parte da história de nossa juventude 40tona.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Notícias

U2: as 10 melhores músicas de todos os tempos da bandaU2
As 10 melhores músicas de todos os tempos da banda

Beatles: Quais as pessoas e objetos da capa do Sgt. Peppers?Beatles
Quais as pessoas e objetos da capa do Sgt. Peppers?


Sobre Roberto Rillo Bíscaro

Roberto Rillo Bíscaro é professor universitário e edita o Blog do Albino Incoerente desde 2009.

Mais matérias de Roberto Rillo Bíscaro no Whiplash.Net.

adGoo336